…da Florida ao Alaska, guiando um Jeep com uma caravana!. (11)

11

…companheiros de viajem, este é o resumo do décimo primeiro dia!. (11)

IMG_2234

95865626

…da cidade de Fairbanks, o nosso destino era o norte!.

IMG_2966

…era o “Dalton Highway”, estava no nosso “roteiro”, queríamos viajar nesta estrada, que é uma estrada construída para ligar Fairbanks e outras cidades, com Prudhoe Bay,  que não é mais do que onde termina a célebre “Estrada Panamericana”, onde também se pode ver o Oceano Ártico,  o “sol da meia noite” e, com uma certa frequência a “Aurora Boreal” e, que fica um puco ao lado do maior campo de petróleo dos USA!.

IMG_2665

…a estrada, começa mais ou menos a 100 milhas ao norte da cidade de Fairbanks!.

IMG_2666IMG_2667

…também conhecida como AK11, tem também mais ou menos 420 milhas de distância!.

 

DSCF8734

…segue quase sempre ao lado do “Pipe Line”!.

DSCF8739DSCF8726

IMG_2683

…é uma das mais isoladas estradas dos USA!.

IMG_2676IMG_2669

IMG_2684100_0248

IMG_2680DSCF8730

…tem sòmente três povoações, com algumas facilidades,  ao longo da estrada, que são Coldfoot, na milha 175, Wiseman, na milha 188, e Deadhorse, na milha 414, dizem que a gasolina, está disponível na povoação de E. L. Patton Yukon River Bridge, mais ou menos na milha 56, e às vezes nas povoações que já mencionámos, defacto havia, na primeira povoação, pois foi onde chegámos, não podendo avançar mais, devido a restrições!.

310.The-Dalton

…fazia chuva, nevoeiro, quando a chuva parava, a estrada estava muito perigosa, com lama, pedras, grandes buracos com água e, fomos avisados por militares, se não levávamos equipamento de sobrevivência, um novo conjunto de pneus, próprios para esta perigosa estrada e, se continuávamos com a intenção de seguir, era por nossa conta e risco e, era muito difícil alguém nos socorrer em caso de acidente, pois com este tempo, viajando sózinhos, ajuda médica só era possível talvez em Deadhorse ou Fairbanks!.

aDSCF0716

…tudo isto apesar de transitarem por dia nesta estrada, mais de 150 camiões, alguns com três atrelados, daqueles que não fazem manobra, que seguem sempre em frente, cujas rodas “atiram “, pequenas pedras a uma distância que pode atingir meia milha!.

IMG_2688

…conformados, voltámos ao sul, ao ponto de partida,  vendo, com  poucas milhas andadas, um camião/tanque, caído numa ravina, com as rodas no ar, ainda rolando, já dois camiões parados, avisando as autoridades, também parámos, esperando pelos helicópteros, que iniciaram as operações de resgate, ali, abandonámos o local, para facilitar as operações!.

DSCF8733

…sempre rumo ao sul, passámos de novo na cidade de Fairbanks, que fica mais ou menos a 150 milhas de distância do local onde fomos avisados!.

DSCF8761

…sempre com chuva e nevoeiro.

IMG_2697

…continuámos rumo ao sul, parando no “Denali National Park”, onde se encontra o “Mount McKinley”, que é a montanha mais alta da América do Norte, cujo nome em língua “atabasca” é Denali!. O tempo estava de chuva, não era boa ocasião para entrar no parque, mas para quem quiser saber pormenores deste parque nacional, ele foi inicialmente criado no ano de 1917, com a designação de “Parque Nacional Monte McKinley”, apesar do cume propriamente dito, não estar incluído na área do parque, desde 1976 que é considerado “reserva da biosfera”!. Nesta área, junto à estrada, existem muitos estabelecimentos de comércio, restaurantes e hotéis, alguns de luxo, com os mais variados artigos para turistas, que visitam o local. Nós depois de estacionar, também visitámos as lojas e comprámos algumas lembranças para familiares!.

IMG_2704

…seguindo viagem, sempre rumo ao sul, chovendo, com algum vento, mas sempre conduzindo com alguma segurança, passámos por um edifício muito original, que estava à venda, ao lado de uma estação de serviço que nos pareceu abandonada!.

IMG_2693

…rumo ao sul, parando aqui e ali, umas vezes por curiosidade, outras admirando o cenário, viemos até à cidade  Wasila, já perto da cidade de Anchorage, onde dormimos num hotel da mesma rede de hoteis, do que tínhamos dormido na cidade de  Fairbanks, por o tal “preço de amigos”, pois o tempo não permitia usar a nossa caravana!. 

DSCF8381

Neste dia percorremos 687 milhas, com o preço da gasolina, variando entre $4.27 e $4.38, o galão, que são aproximadamente 4 litros.

Tony Borie, Agosto de 2014.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s