…da Florida ao Alaska, guiando um Jeep com uma Caravana!. (12)

11

…companheiros de viagem, este é o resumo do décimo segundo dia!. (12)

IMG_2234

…foi dos dias mais “pacatos”, só vendo paisagem e sem qualquer “sobressalto”!.

DSCF8772

…no tal hotel, pertencente à tal rede de hoteis, na cidade Wasila, continuávam a “gostar” de nós, pois além de desfrutar-mos de uma linda paisagem, continuarem a fazer  um “preço de amigos”, serviram-nos um pequeno almoço, que era quase um jantar!.

DSCF8799

…rumo ao sul, já a manhã ia um pouco alta!.

IMG_2718IMG_2705

…a cidade de Anchorage, era já ali, parámos, na entrada, junto da placa, anunciando as boas vindas à  cidade, tirámos fotos!.

DSCF8802DSCF8803

…fomos ver o “Ship Creek”, que é um rio do Alasca que brota das “Montanhas Chugach” em Cook Inlet. O Porto de Anchorage, na foz do “Ship Creek”, deu o seu nome “Knik Anchorage”, à cidade de Anchorage, que foi crescendo nas suas proximidades, já lá havia alguns pescadores, todavia disseram-nos que o salmão ainda não tinha “subido”.

Alaska-summer-2008-Anchorage

…a cidade de Anchorage, mostrava bem a presença russa, no centro-sul do Alasca, no século desanove, quando em 1867 o secretário de estado William Seward intermediou um acordo para a compra do Alasca, ao endividado Império Russo por US$ 7,2 milhões, algo como dois centavos de dólar por acre. O negócio foi muito criticado, por políticos e pelo público em geral,  como a “loucura de Seward”, pois ia comprar a “caixa gelada de Seward” e “Walrussia”. Todavia em 1888 foi descoberto ouro no “Turnagain Arm”, na região da enseada de “Cook”!. Em 19912, o Alasca tornou-se um território dos Estados Unidos e, Anchorage, ao contrário de todas as outras cidades grandes no Alasca ao sul da Faixa de Brooks, não era nem pesqueira, nem um campo de mineração. A área de dezenas de quilômetros de Anchorage é estéril de minerais metálicos economicamente importantes e, não havia frota de pesca. Anchorage foi estabelecida em 1914, como um porto de construção de caminhos-de-ferro para o “Alaska Railroad”, que foi construído entre 1915 e 1923, sendo na área de  “Ship Creek Landing”, onde se localizava o quartel principal dos caminhos-de-ferro, que  rapidamente se tornou uma “cidade de tendas”!. Depois disso, a cidade sofreu uma grande transformação com o desenvolvimento do caminho de ferro, com a chegada de bases militares e, mais tarde com o tráfico no Aeroporto Internacional Ted Stevens, sendo a cidade de  Anchorage, incorporada no ano de 1920!. Continuámos visitando a cidade, mas nunca parando, pois com uma caravana atrelada ao Jeep, dentro da cidade era difícil o estacionamento.

Great_Alaska_Earthquake_Fourth_Ave_Anchorage

…em 27 de Março de 1964, a cidade foi atingida pelo Terremoto de “Good Friday” (Semana Santa), ou “Grande Terremoto do Alasca”, com uma magnitude de 9.2, que matou 115 pessoas e provocou um prejuízo de 1.8 bilhões de dólares. O terremoto durou cerca de 5 minutos, e as construções que não cederam nos primeiros tremores ruíram com os movimentos incessantes. Foi o segundo maior terremoto da história mundial e, a reconstrução dominou a cidade em meados dos anos 60.

IMG_2730IMG_2735IMG_2727IMG_2737

…sempre rumo ao sul, seguindo na estrada número 1, o tempo estava bom, o céu azul, com um cenário que podia ser “pintado”, pois as montanhas de “Chugach”, estavam de um lado e, a linha do caminho de ferro, quase sobre a água da baía de “Turnagain Arm”, que estava do outro lado!.

IMG_2775

…umas horas depois, estávamos de fronte do “Portage Glacier”!.

IMG_3670

…que está na área de “Chugach National Forest”!.

IMG_2745IMG_2742IMG_2748IMG_2762IMG_2774

…sobre um lago, entre montanhas e, a neve que o compõe, está lá há milhares de anos, tem aproximadamente 14 milhas, (23 quilómetros) de comprimento e está conectado a mais cinco “glacieres”, que se escondem nas montanhas!.

1460050_710216792340138_194064728_nv-a-l-d-e-z-a28f16e0-2358-4b05-83e6-ba008e7dc41f

…sempre rumo ao sul, entramos na província do Kenai, onde existe uma área em que se viaja por mais de 100 milhas sem estações de serviço, mas avisam!.

IMG_2778IMG_2779

…continuando sempre na estrada número 1, a quem também chama “Sterling Highway”, podemos avistar, do outro lado do “Cook Inlet”, onde a baía já é bastante larga, algumas montanhas cobertas de neve, com o cume a “fumegar”, sinal de que são vulcões adormecidos!.

IMG_2780

…saindo da estrada, aqui e ali, para apreciar o cenário!.

43

…passando por algumas pontes, algumas são mesmo “obras de arte”, vendo pequenas embarcações descarregando e limpando peixe!.

551352_573035986042483_277287900_n

“águias de colarinho  branco”, aproximando-se, quando limpavam o peixe!.

IMG_2781

…assim, fomos seguindo até à cidade Homer, onde dormimos num parque de campismo, cozinhando a nossa refeição!.

IMG_3787

…ocupando um espaço com uma vista previlegiada!.

DSCF8381

Neste dia percorremos apenas 297 milhas, com o preço da gasolina variando entre $4.22 e $4.37 o galão, que são aproximadamente 4 litros.

Tony Borie, Agosto de 2014.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s