…Thanksgiving!

…Thanksgiving!

…um sentimento de orgulho e talvez de identidade nacional, levou a que estes jovens países, Canadá e Estados Unidos, tornassem, por volta do século quinze, institucionalizadas as refeições do “Dia de Acção de Graças”!. (a sense of pride and perhaps national identity, led these two young countries, Canada and the United States, to become, by the fifteenth century, “Thanksgiving” meals institutionalized)!.

…o “Dia de Acção de Graças”, é uma tradição Norte Americana, pois toda a cultura tem o seu “festival de colheitas”, mas por aqui, este dia talvez esteja envolvido num mito de origem nacional, a que o Presidente dos Estados Unidos, George Washington proclamou a primeira celebração do “Dia de Acção de Graças” em todo o país na América, marcando 26 de Novembro de 1789, “como um “Dia de Acção de Graças” público e de oração, para ser observado ao reconhecer com os corações gratos, aos muitos favores do sinal de Deus Todo Poderoso”! (“Thanksgiving” is a North American tradition, because the whole culture has its “harvest festival,” but here, this day may be involved in a myth of national origin, to which President of the United States, George Washington proclaimed the first nationwide thanksgiving celebration in America marking November 26, 1789, “as a day of public thanksgiving and prayer to be observed by acknowledging with grateful hearts the many and signal favours of Almighty God”)!.

…mas falando mesmo do “Dia de Acção de Graças”, é um evento histórico muito antigo, lembrando uma refeição, que talvez fizesse esta nação, no ano de 1621, com a nova colónia de peregrinos em Plymouth e vários vizinhos indígenas e, tal como diz a lenda, este pequeno assentamento de peregrinos, sofreu um horrível inverno de frio, fome e doença, no ano de 1620, morrendo metade da sua população!. No ano seguinte, com bom tempo e  ajuda dos indígenas, os sobreviventes tiveram a recompensa, com uma grande colheita, celebrando esta fortuna com um banquete, em que todos confraternizaram, dando esperança de continuarem nesta terra!. (but even speaking of “Thanksgiving,” is a very old historical event, remembering a meal that perhaps this nation made in the year 1621 with the new colony of pilgrims in Plymouth and several Indian neighbors, and as says the legend, this small settlement of pilgrims, suffered a terrible winter of cold, famine and disease, in the year 1620, dying half of its population!. The following year, with good weather and help from the natives, the survivors were rewarded with a great harvest, celebrating this fortune with a banquet, in which all fraternized, hoping to continue on this earth)!.

…temos que nos lembrar que estes peregrinos de Plymouth, eram na sua maioria pessoas perseguidas por entre outras coisas, desrespeitarem a Igreja de Inglaterra, ficando sujeitos a prisões e perseguições, fugiam, primeiro passando décadas na Holanda, depois embarcando a bordo de navios, incluindo o famoso “Mayflower”, onde vinham na procura de uma vida melhor, numa parte diferente do novo mundo!. (we must remember that these pilgrims from Plymouth were mostly people persecuted by, among other things, disrespecting the Church of England, being subjected to arrests and persecutions, fleeing, first passing decades in Holland, then boarding ships, including the famous “Mayflower”, where they came in search of a better life, in a different part of the new world)!.

…mais tarde, já no século dezassete, no que é agora a costa leste dos Estados Unidos, havia alguns assentamentos de europeus, com colonos e administrações, mas provavelmente nunca deram atenção aos peregrinos de Plymouth, mas a lenda continuou e, esta experiência americana do “Dia de Acção de Graças”, faz hoje parte dos livros escolares e da cultura popular!. (Later, as early as the seventeenth century, on what is now the East Coast of the United States, there were some settlements of Europeans, with settlers and administrations, but probably never paid attention to the Plymouth pilgrims, but the legend continued, and this American experience of the “Thanksgiving”, is now part of school books and popular culture)!.

…quase quatro séculos depois que este famoso navio, o “Mayflower”, aqui chegou, carregado com homens e mulheres que não queriam mais nada, do que um futuro mais seguro e melhor para si e suas famílias, onde hoje, quem entra no estuário do Rio Hudson, vê a “Estátua da Liberdade”, nos lembra que os emigrantes, vindos da Europa e não só, tornaram este país, na maior e mais desejada nação, do planeta Terra!. (almost four centuries after this famous ship, the “Mayflower”, arrived here, loaded with men and women who wanted nothing more, than a safer and better future for themselves and their families, where today, who enters the estuary of the Hudson River, see the “Statue of Liberty”, reminds us that the emigrants, coming from Europe and beyond, have made this country, in the largest and most desired nation, the planet Earth)!.

Tony Borie, November 2017.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s