…palavras mágicas!. (magic words)!.

…já lá vão quase duas décadas e, foi na companhia da nossa esposa Isaura, companheira por mais de meio século, que nos mudámos vindos do norte para o estado da Flórida, onde além de veteranos de guerra, hoje somos  sobreviventes da doença câncer!.

(…it’s been almost two decades now and it was in the company of our wife Isaura, a partner for more than half a century, that we moved from the north to the state of Florida, where in addition to war veterans, we are now cancer survivors)!.

…simples!. Alguém nos perguntou quando havia feito um check-up físico completo pela última vez?. Não nos lembrávamos mas, depois de uma consulta médica com exames de laboratório, ficámos chocados quando nos foi diagnosticado uma forma agressiva de câncer de próstata!.

(…simple!. Did someone ask us when you last had a full physical check-up?. We couldn’t remember but, after a medical appointment with laboratory tests, we were shocked when we were diagnosed with an aggressive form of prostate cancer)!.

…o mundo para nós mudou e a mente também!. A princípio, pensámos que todos os nossos normais problemas de vida tinham acabado ou estabilizado, agora o problema era só um, a luta pela cura do maldito câncer e, já não éramos nós, passámos a ser um pacote de dinamite que iria explodir, era uma questão de tempo!.

(…the world for us has changed and so has the mind!. At first, we thought that all our normal life problems were over or stabilized, now the problem was just one, the fight to cure the damned cancer and, it wasn’t us anymore, we were a package of dynamite that would explode, it was a matter of time)!.

…seguiram-se mais análises e uns tempos depois, com muitas noites sem dormir, começámos a mentir a nós mesmos, gritando bem alto, “sou mais forte que o câncer”, iniciando os dolorosos tratamentos, onde de dia para dia, se ia perdendo grande parte da vontade de viver!.

(…more analyzes followed and some time later, with many sleepless nights, we started to lie to ourselves, screaming loudly, “I’m stronger than cancer”, starting the painful treatments, where day by day you went losing much of the will to live)!.

…mas as tais palavras mágicas “sou mais forte que o câncer” surgiam no horizonte do nosso pensamento, sentilando, escritas em letras grandes, às vezes com luzes de diversas cores, querendo divulgar uma mensagem, conectando-nos com o resto do mundo, com outras pessoas que sofriam da mesma doença, mas sorriam explicando-nos as suas paixões, alegrias ou medos, transformando os desafios da vida em amor, esperança e alguma gratidão por estar-mos a ser tratados e observados por profissionais da maldita doença!.

(…but the magic words “I am stronger than cancer” appeared on the horizon of our thinking, feeling, written in large letters, sometimes with lights of different colors, wanting to spread a message, connecting us with the rest of the world, with other people who suffered from the same disease, but smiled explaining their passions, joys or fears, transforming life’s challenges into love, hope and some gratitude for being treated and observed by professionals of the damn disease)!.

…e ao fim de quase um ano, deram-nos por normais e saudáveis pessoas, embora sujeitas a um certo rigor alimentar, exercícios fisicos regulares e análizes frequentes e, cremos mesmo que vivemos mais emoções neste ano de vida, desde o diagnóstico até ao final do tratamento, do que vivemos nos anos anteriores a isto, recebendo mais abraços, carinho e alguns olhares de compaixão, do que normais apertos de mão!.

(…and after almost a year, they considered us to be normal and healthy people, although subject to a certain dietary rigor, regular physical exercise and frequent analyses, and we really believe that we experience more emotions in this year of life, from diagnosis to end of treatment, of what we experienced in the years before this, receiving more hugs, affection and some compassionate looks than normal handshakes)!.

…depois, pensando que às vezes a doença câncer é um tiro certeiro que nos diz, “ei, não vamos ficar aqui para sempre e, se  há coisas que desejamos fazer, é melhor fazê-las já”!. E claro, seguindo este lema, começámos a escrever, no entanto, as primeiras 50 páginas foram apagadas, não querendo olhar para trás, mas hoje, compartilhamos com o mundo a nossa experiência de vida, que nos vai ajudando, tornando-se parte integrante da nossa cura!.

(…then thinking that sometimes the disease cancer is a straight shot that tells us, “hey, we’re not going to stay here forever and if there are things we want to do, we better do them now”! Of course, following this motto, we started to write, however, the first 50 pages were erased, not wanting to look back, but today, we share with the world our life experience, which helps us, becoming an integral part of our cure)!.

…lentamente, vamos fazendo longas caminhadas, tendo contacto permanente com a natureza, adorando o calor do sol ou receber a chuva no corpo e às vezes, ficamos “molhados até aos ossos”, dedicando algum tempo à fotografia, principalmente da natureza, onde podemos encontrar directamente a vida selvagem, de pássaros até aos crocodilos, assim como todas as belezas naturais que a área onde vivemos tem para nos oferecer!.

(…slowly, we go on long walks, having permanent contact with nature, adoring the heat of the sun or receiving the rain on our bodies and sometimes we get “wet to the bone”, dedicating some time to photography, especially in nature, where we can directly encounter wildlife, from birds to crocodiles, as well as all the natural beauty that the area where we live has to offer)!.

…e claro, algumas viajens com aventura, preenchendo a nossa vida com actividades importantes, como visitas à família ou amigos e, quando nos estamos sentindo menos bem, lembramos as palavras mágicas, “sou mais forte que o câncer”!.

(…and of course some adventure travel, filling our life with important activities like visiting family or friends and when we’re feeling less well we remember the magic words, “I’m stronger than cancer”)!.

…e, tal como no início, quando nos foi diagnosticada a doença, cremos que mentíamos a nós mesmos, era normal, andávamos um pouco perdidos e é normal se sentir perdido às vezes, no entanto, quando dizíamos que sabíamos o que queríamos, hoje, cremos que estávamos mentindo, mas era uma mentira que nos ajudava a sobreviver!.

(…and, just like in the beginning, when we were diagnosed with the disease, we believed that we lied to ourselves, it was normal, we walked a little lost and it’s normal to feel lost sometimes, however, when we said we knew what we wanted, today , we believe we were lying, but it was a lie that helped us survive)!.

…somos sobreviventes da doença câncer, já lá vai dezena e meia de anos e, afortunadamente, tudo bem, tudo bem, tudo bem!.

(…we are cancer survivors, it’s been ten and a half years and, luckily, it’s ok, it’s ok, it’s ok)!.

Tony Borie, Século XXI. (Tony Borie, 21st Century).

2 thoughts on “…palavras mágicas!. (magic words)!.

  1. Ainda bem que está tudo a correr bem com essa malvada doença! Tenha coragem e, continue com alegria de viver a desfrutar da vida! Um abraço do tamanho de Palm Coast. Fernando

  2. Caro amigo Tony. Folgo muito em saber que o mau tempo já passou . Neste caso foste um valoroso Combatente, deste o chamado “peito às balas” e com grande sucesso.Continua amigo , saude parab ti e familiares.
    Nota: Sabes perfeitamente o meu historial na guerra, pois neste caso, não sei se teria a tua coragem em enfrentar um inimigo tão cruel. .

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s