…Ruby Beach!.

…Ruby Beach!.


…Praia dos Rubis!. (Ruby Beach)!.

…estávamos no estado de Washington, dentro da Península Olímpica, que é uma área considerada Património da Humanidade, ou seja, uma área que é um marco selecionado pela UNESCO (Organização das Nações Unidas) para a educação, a ciência ou a cultura, como tendo significado cultural, histórico, científico ou outro, e é legalmente protegido por tratados internacionais!. (We were in the state of Washington, within the Olympic Peninsula, which is an area considered World Heritage, that is, an area that is a landmark selected by UNESCO (United Nations) for education, science or culture , as having cultural, historical, scientific or other significance, and is legally protected by international treaties)!.

…são locais julgados importantes para os interesses colectivos da humanidade, como tendo uma posição histórica e identificável, com significado cultural ou físico especial, como por exemplo uma antiga ruína, uma estrutura histórica, uma construção, uma cidade, um complexo, um deserto, uma floresta, uma ilha, um lago, um monumento, uma montanha ou uma outra área ou região selvagem!. (Are places deemed important for the collective interests of humanity, as having a historical and identifiable position, with special cultural or physical significance, such as an ancient ruin, a historical structure, a building, a city, a complex, a desert, a forest, an island, a lake, a monument, a mountain or another area or wilderness)!.

…são áreas que, não só podem significar uma realização notável da humanidade, servindo como evidência da nossa história intelectual, tal como neste caso, tratando-se do Parque Nacional Olímpico, pode também servir como um laboratório vivo, para cientistas ou estudantes, pois trata-se de uma Reserva da Biosfera!. (Are areas that not only can signify a remarkable achievement of humanity, serving as evidence of our intellectual history, as in this case, being the Olympic National Park, it can also serve as a living laboratory for scientists or students , because it is a Biosphere Reserve)!.

…tínhamos viajado com algum conforto da nossa “White Fox” (nome da nossa caravana), por uma estrada estreita, onde era possível passar por outro veículo só em alguns locais indicados pelas placas de sinalização, percorrendo durante horas, uma área de intenso arboredo, com árvores centenárias que cobriam a estrada formando um “túnel”, com abertas aqui e ali, que nos proporcionavam lindos cenários de baías desertas, que foram locais ocupados por culturas sucessivas de povos indígenas!. (We had traveled with some comfort from our “White Fox” (name of our caravan), by a narrow road, where it was possible to pass by another vehicle only in some places indicated by the signposting, running for hours, an area of intense arboretum, with centuries-old trees that covered the road forming a “tunnel”, with open here and there, that provided us with beautiful scenery of deserted bays, which were places occupied by successive cultures of indigenous peoples)!.

…até que chegámos à cidade de Porto de Nossa Senhora dos Anjos, (Port Angeles), pois foi assim que a baptizou um explorador espanhol, que a invadiu, por volta do ano de 1791, navegando numa expedição do sul da Califórnia, reivindicando-a para a corôa de Espanha!. (Until we reached the city of Port of Our Lady of the Angels (Port Angeles), for it was thus that she was baptized by a Spanish explorer, who invaded her, circa 1791, sailing on a Southern California expedition, claiming it for the crown of Spain)!.

…anos depois, possívelmente americanos descendentes dos europeus, começaram a estabelecer-se por aqui, formando uma pequena vila baleeira, pesqueira e marítima que se foi desenvolvendo, comercializando com a hoje cidade de Victoria, British Columbia, em território do Canadá, que naquele tempo era servido por um sistema de barcaças através do Estreito de Juan de Fuca, que fica do lado de lá, no norte!. (Years later, possibly Americans descended from the Europeans, began to establish themselves here, forming a small whaling, fishing and maritime village that was developing, commercializing with the today city of Victoria, British Columbia, in territory of Canada, which at that time was served by a system of barges through the Strait of Juan de Fuca, which lies on the north side)!.


…dormimos aqui, num parque de Caravanas!. (We sleep here in a caravan park)!.

…pela manhã do próximo dia, seguindo o nosso roteiro, continuámos viajando, sempre com velocidade controlada, dentro da já mencionada Península Olímpica, que é o grande braço de terra no oeste do estado de Washington, que fica do outro lado do “Puget Sound de Seattle”, (que é um complexo sistema do estuário e das suas bacias marinhas interconectadas, com uma conexão principal com o Oceano Pacífico), onde está situado o Parque Nacional Olímpico, composto por quatro regiões, que são, a costa do Pacífico, as áreas alpinas, a floresta tropical temperada do lado oeste e as florestas do lado leste, que são mais áridas, delimitadas a oeste pelo Oceano Pacífico, a norte pelo Estreito de Juan de Fuca e a leste por Hood Canal!. (On the following morning, following our itinerary, we continued to travel, always with controlled speed, within the aforementioned Olympic Peninsula, which is the great land arm in western Washington, which is on the other side of the “Puget Sound of Seattle” (which is a complex system of the estuary and its interconnected sea basins, with a main connection with the Pacific Ocean), where is located the Olympic National Park, composed of four regions, which are, Pacific, alpine areas, the temperate rainforest on the west side and the forests on the east side, which are more arid, bounded to the west by the Pacific Ocean, to the north by the Strait of Juan de Fuca and to the east by Hood Canal)!.

…e que hoje, ainda contém um dos últimos lugares inexplorados nos Estados Unidos, onde existem três ecossistemas distintos, que são floresta subalpina e prado de flores silvestres, a floresta temperada e a costa acidentada do Pacífico, que é onde se situa a “Ruby Beach” (Praia dos Rubis), a mais setentrional das praias do sul na secção costeira deste maravilhoso parque!. (And which today still contains one of the last unexplored places in the United States, where there are three distinct ecosystems, which are subalpine forest and meadow of wildflowers, temperate forest and rugged coast of the Pacific, which is where the “Ruby Beach”, the most northern of the southern beaches in the coastal section of this wonderful park)!.

…esta praia é a razão deste texto!. “Ruby Beach” (Praia dos Rubis), é assim chamada por causa dos cristais em forma de rubi na areia da praia e que, é um dos tais locais protegidos, destinados à conservação e à prática para a posteridade, que de outra forma estaria sujeita a riscos de invasão humana ou animal, acesso não monitorado, não controlado, irrestrito ou ameaça de negligência!. (This beach is the reason for this text!. “Ruby Beach” is so named because of the ruby crystals in the sand of the beach and that it is one of such protected sites intended for conservation and practice for posterity, which otherwise would be subject to risks of human or animal invasion, unmonitored, uncontrolled, unrestricted access or threat of neglect)!.

…depois de estacionar a nossa “White Fox”, descemos o penhasco até à praia, percorrendo uma trilha bem cuidada, com pequenos degraus em algumas áreas, sempre com atenção às pedras que nos apareciam pelo caminho e, aqui e ali, parando, não só para descansar, como para admirar a paisagem serena e muitas vezes deslumbrante do poderoso Oceano Pacífico!. (After parking our “White Fox”, we went down the cliff to the beach, following a well-maintained trail, with small steps in some areas, always paying attention to the stones that appeared on the way, and here and there, stopping, not only to rest, but to admire the serene and often stunning landscape of the mighty Pacific Ocean)!.

…ao chegar à praia, composta por areia graúda de cor cinzenta, tirámos o calçado, passámos sobre os troncos das árvores perdidas pela praia, que já tiveram vida e agora servem para tornar esta praia única!. Tentando recuperar do esforço físico feito pela descida, levantámos a cabeça e olhámos em redor, o cenário, com as ondas do mar do Pacifico, subindo para as rochas, que estão ali há milhões de anos, resistentes!. Naquele momento parámos de pensar, meditámos, tomámos a camara fotográfica nas mãos e, divirtimo-nos!. (On reaching the beach, made up of gravel gray sand, we took off our shoes, we passed over the tree trunks lost by the beach, which already had life and now serve to make this beach unique!. Trying to recover from the physical effort made by the descent, we lifted our heads and looked around, the scenery, with the waves of the Pacific Ocean, rising to the rocks, which have been there for millions of years, resilient!. At that moment we stopped thinking, we meditated, we took the photographic camera in our hands and enjoy ourselves)!.

…como praticamente todas as praias na costa norte, a Praia dos Rubis, pois é assim que vamos passar a identificá-la, derivado às tempestades do oceano Pacífico, ao precipitado do terreno, ao denso arvoredo existente nas ravinas junto à costa, acomula uma enorme quantidade de troncos de árvores, batidos pelas ondas que, depois de navegarem por tempo indeterminado no oceano, vêm dar de novo à costa, formando pilhas de troncos, que continuam a movimentar-se consoante a fúria das ondas!. (As practically all the beaches on the north coast, “Ruby Beach”, derived from the storms of the Pacific Ocean, the precipitate of the terrain, the dense grove of ravines by the coast, it contains an enormous amount of tree trunks, beaten by the waves that, after sailing indefinitely in the ocean, come back to the coast, forming piles of logs, that continue to move according to the fury of the waves)!.

…olhando a fúria das ondas e, pessoas tal como nós, sempre interessados em história, a Praia dos Rubis é a localização de não um, mas dois ou mais confrontos armados entre os nativos da tribo Quinault local e os exploradores, tanto espanhóis como britânicos e até americanos, no final do século XVIII!. (Looking at the fury of the waves and, people just like us, always interested in history, “RubY Beach” is the location of not one, but two or more armed clashes between the natives of the local Quinault tribe and the explorers, both Spanish as British and even American, in the late eighteenth century)!.

…contam-nos a história que, afinal é quase igual a muitas outras, de navegadores exploradores, que aconteceu mais ou menos assim:

A primeira batalha com a tribo Quinault foi registrado no ano de 1775, quando um navegador explorador espanhol ancorou ao largo, próximo da foz do rio Quinault!. Uns anos depois vieram os britânicos, tal como os americanos que, apesar de encontros amigáveis no início, logo se tornaram violentos!. Houve luta, onde os Quinault massacraram grupos de desembarque de espanhóis e britânicos, que imediatamente retaliaram de maneira igualmente violenta!. Segundo alguns historiadores, os espanhóis violaram um cemitério sagrado quando plantaram a sua cruz na praia!. Outros historiadores especulam que os Quinault estavam cautelosos com os estranhos “de barba preta” por causa de relatos de que haviam ouvido falar da brutalidade dos comerciantes de peles Russos, lá ao norte, nas montanhas Aleutas, no hoje estado do Alaska!.

(Tell us the story that, after all is almost the same as many others, of exploring browsers, which happened more or less like this:

The first battle with the Quinault tribe was recorded in the year 1775, when a Spanish exploratory navigator anchored off, near the mouth of the Quinault River!. A few years later came the British, just like the Americans who, despite friendly encounters at first, soon became violent!. There was fighting, where the Quinault massacred landing groups of Spaniards and Britons, who immediately retaliated in an equally violent manner!. According to some historians, the Spaniards violated a sacred cemetery when they planted their cross on the beach!. Other historians speculate that the Quinaults were wary of “black-bearded” strangers because of reports that they had heard of the brutality of the Russian fur traders up north in the Aleutian mountains in the present state of Alaska)!.

…de uma maneira ou de outra, o tal homem “de barba preta” foi avançando, as vendas de peles eram lucrativas, estimularam o aumento do comércio na região, mas infelizmente os comerciantes trouxeram doenças infecciosas, tal com o sarampo, ou uma série de epidemias de varíola e gripe, que dizimou a população costeira, que era fraca demais para resistir ao avanço dos colonos brancos ansiosos para preservar o controle do rio Quinault e, hoje as areias desta praia, estão cheias de troncos, mas naquela época estiveram cobertas de sangue, de batalhas ferozes, onde a morte e a destruição tiveram aqui lugar, onde nos dias de hoje, uma pequena ilha ao largo da costa, agora lar de um farol, foi chamada Ilha da Destruição, para lembrar aqueles que pereceram em batalha!. (In one way or another, the “black-bearded” man was advancing, fur sales were profitable, stimulated increased trade in the region, but unfortunately traders brought infectious diseases such as measles, or a series of epidemics of smallpox and influenza that decimated the coastal population, which was too weak to resist the advance of white settlers eager to preserve control of the Quinault River, and, at least, the sands of this beach are full of logs, but at that time were covered with blood, fierce battles, where death and destruction took place here, where today a small island off the coast, now home to a lighthouse, was called Isle of Destruction, to remind those who perished in battle)!.

…deixemos a história em paz e, nós que vivemos no estado da Florida, acostumados a ver praias quase desertas, com areia branca e ondas suaves, verificamos que aqui é diferente, esta costa acidentada e isolada, é quase um diamante em bruto, ao longo do poderoso Oceano Pacífico, conhecido por ondas enormes, fortes tempestades que formam lagoas de marés!. (Let us leave the story alone, and we who live in the state of Florida, accustomed to seeing beaches almost deserted with white sand and soft waves, we find that here is different, this rugged and isolated coast, it is almost a rough diamond , along the mighty Pacific Ocean, known for huge waves, strong storms that form tidal lagoons)!.

…quem pensar em bronzeamento, natação, usar fato de banho ou praticar “surf”, a Praia dos Rubis, não é esse típico destino de praia, no entanto, quem como nós, caminhantes do dia, gostamos de aventura, carregar uma mochila, amantes da vida selvagem, da água fresca, dos rios, dos oceanos, apreciando a natureza tal como ela é, é o lugar ideal!. (Who think of tanning, swimming, wearing swimwear or practicing surfing, “Ruby Beach”, is not this typical beach destination, however, who, like us, hikers of the day, like adventure, carry a backpackers, wildlife lovers, fresh water, rivers, oceans, enjoying nature as it is, is the ideal place)!.

…podemos admirar um cenário onde existem milhares de espécies marinhas, observar pássaros, tais como as gaivotas ocidentais, as águias e outras aves costeiras, que se sentem seguras, voando e alimentando-se ao longo da costa!. (We can admire a scenario where there are thousands of marine species, bird watching, such as the western seagulls, eagles and other coastal birds, who feel safe, flying and feeding along the coast)!.

…ou o ambiente marinho e as pequenas ilhas visíveis acima das águas da maré alta que são protegidos pelos refúgios de vida selvagem ao longo da costa, onde podemos observar grandes colónias de nidificação de aves, como murres comuns ou os papagaios-do-mar, que vivem naqueles postos rochosos!. (Or the marine environment and small islands visible above the high tide waters that are protected by wildlife refuges along the coast, where we can observe large nesting colonies of birds, such as common murres or parrots, sea, living in those rocky outposts)!.

…como por exemplo, um pouco ao norte, está a Abbey Island, erguendo-se sobre as ondas, quebrando-as!. É o lar das lontras marinhas e aves migratórias, onde as estrelas do mar e os mexilhões crescem!. Dizem-nos que estas rochas cobertas com algumas pequenas árvores que saiem do mar, é uma das formações rochosas mais fotografadas do Parque Nacional Olímpico, pelo menos por ocasião do pôr do sol no noroeste do Oceano Pacífico, mostrando um cenário incrível e inspirador, com o céu em erupção numa tapeçaria impossível de reproduzir!. Talvez!. (Like for example, a little to the north, is to Abbey Island, rising on the waves, breaking them!. It is home to sea otters and migratory birds, where sea stars and mussels grow!. They are said to be one of the most photographed rock formations in the Olympic National Park, at least at sunset in the Pacific Northwest, showing an incredible and inspiring setting, with the sky erupting in a tapestry impossible to reproduce!. Perhaps!).

…as pilhas de troncos, vagueando em qualquer direção, para cima e para baixo na praia, já por si é uma aventura!. As piscinas naturais, durante a maré baixa, a praia rochosa ao norte torna-se viva, com minúsculos caranguejos e ameijoas, enterrados nas areias batidas pelas ondas do mar e, claro, coloridas aqui e ali, pelas várias cores das pequenas estrelas do mar!. (Piles of logs, wandering in any direction, up and down the beach, by itself is an adventure!. The natural pools, during low tide, the rocky beach to the north becomes alive, with tiny crabs and clams, buried in the sands struck by the waves of the sea and, of course, colored here and there, by the various colors of the small stars of the sea)!.

…dizem-nos também que, mesmo em dias de chuva, a Praia dos Rubis é um destino imperdível, com enormes ondas batendo contra enormes pedaços de troncos, sendo jogados ao ar como palitos e, os ventos soprando nos penhascos, em toda a região costeira onde esta praia está localizada, sendo constantemente eleita, o melhor lugar para vigiar as tempestades no estado de Washington!.(They also tell us that even on rainy days “Ruby Beach” is a must-see destination, with huge waves crashing against huge pieces of logs, being thrown into the air like sticks, and the winds blowing on the cliffs, everywhere. the coastal region where this beach is located, being constantly elected, the best place to watch the storms in Washington state)!.

…nós, caminhantes do mundo, viajando ao longo da costa do estado de Washington, consideramos a Praia dos Rubis o lugar perfeito de praia, onde não vamos para nadar ou apanhar sol, mas sim para caminhar, explorar piscinas naturais, observar aves, focas e lontras ou até observar as baleias nadando!. É quase pela mesma razão que vamos visitar o Parque Nacional Olímpico, que talvez seja pelo arboredo, talvez pelo deserto, pelo isolamento ou até pela beleza incomparável do noroeste do Pacífico!. (We, hikers of the world, traveling along the coast of Washington State, consider “Ruby Beach” the perfect beach place, where we will not swim or sunbathe, but to walk, explore natural pools, observe birds, seals and otters or even watching whales swimming!. It is almost for the same reason that we are going to visit the Olympic National Park, perhaps because of the arboredo, perhaps the desert, the isolation or even the incomparable beauty of the Pacific Northwest)!.

…já nos esquecíamos de mencionar que, no parque de estacionamento existem painéis informativos e quartos de banho, explicando diversos itinerários com ascesso à praia, e nós, “que usamos as nossas pernas para ajudar o medir o mundo”, adorámos esta nossa experiência, que foi a visita à Praia dos Rubis e lembrem-se que, “uma jornada de mil quilómetros, começa com um único passo”!. (We forgot to mention that in the car park there are informative panels and bathrooms, explaining various itineraries with access to the beach, and we, “who use our legs to help measure the world”, we loved this ours experience, that was the visit to “Ruby Beach” and remember that, “a journey of a thousand kilometers, begins with a single step”!.

Tony Borie, March 2019.