…the family is everything!

…a família é tudo!. (the family is everything)!.

…orgulhosamente, estes são os descendentes do casal “os Borie’s”, Isaura e António! (proudly, these are the descendants of the couple “the Borie’s”, Isaura and Antonio)!.

…a família é uma ligação ao passado, onde talvez, por volta de 50.000 mil anos atrás, nós, os humanos começámos a exibir evidências de modernidade comportamental, onde em várias ondas de emigração, nos aventurámos, primeiro para fora de África, depois a partir de outros pontos, começámos a povoar parte do planeta Terra, sendo uma ponte para o que hoje designamos futuro!. (the family is a connection to the past, where perhaps, around 50,000 thousand years ago, we, humans, began to exhibit evidence of behavioral modernity, where in several waves of emigration, we ventured first out of Africa, then from other points, we began to populate part of planet Earth, being a bridge to the which today we designate future)!.

…não é por acaso que dizemos que os melhores momentos da nossa vida são encontrados quando os familiares ou amigos se reunem, pois os seres humanos são especialmente hábeis em usar sistemas de comunicação simbólica para a auto expressão e a troca de idéias para se organizarem, e claro, em família ou grupo de amigos, ou até com pessoas com alguma rede de parentesco, é muito mais fácil se comunicarem, se ajudarem, pois já se conhecem, daí o tal ambiente feliz na troca de palavras e compreenção!. (It is not by chance that we say that the best moments of our lives are encountered when family or friends come together, for human beings are especially adept at using symbolic communication systems for self expression and the exchange of ideas for organizing, and of course, family or group of friends, or even with people with a kinship network, it is much easier to communicate, if they help, because they already know each other, hence the happy environment in the exchange of words and understanding)!.

…as famílias são como os ramos de uma árvore, crescemos em diferentes direcções, mas as nossas raízes permanecem numa só direcção, isso nunca esquecemos, que é o amor e afecto familiar!. Todavia nós, os humanos, em geral todos temos a curiosidade e o desejo de compreender e influenciar o meio ambiente, explicar e manipular fenómenos e eventos às vezes incomprensíveis, como o desenvolvimento da ciência, a mitologia da filosofia da religião ou outros campos do conhecimento, e nós, os mais antigos, às vezes esquecemos, querendo ensinar, explicar aos descendentes, os princípios de vida que tivémos, mas nem sempre são aconselháveis, pois as pessoas hoje, enfrentam um sistema onde a sobrevivência é um dos pormenores mais importantes, sobretudo para os jovens!. (families are like the branches of a tree, we grow in different directions, but our roots remain in one direction, this we never forget, which is love and family affection!. However, we humans generally have the curiosity and desire to understand and influence the environment, explain and manipulate phenomena and sometimes incomprehensible events, such as the development of science, the mythology of the philosophy of religion, or other fields of knowledge, and we the older ones sometimes forget, wanting to teach, explain to the descendants, the principles of life we have, but they are not always advisable, because people today face a system where survival is one of the most important details, especially for young people)!.

…a família não é uma coisa “importante”?. Pois não, pois a palavra importante não existe nela!. A FAMÍLIA É TUDO, onde a vida e o amor começam e, nunca acabam!. Nós os humanos modernos, defenidos com uma espécie superior, comparados com os outros seres vivos que existem no planeta Terra, comunicamo-nos, cultivando sentimentos, aperfeiçoando modos de vida cada vez mais fáceis, comparados com aqueles que os nossos antepassados usavam quando, reunidos em grupos, concerteza com algum parentesco ou em família, colonizaram todos os continentes e ilhas maiores, chegando à então Eurásia, talvez 125.000 e 60.000 anos atrás, à Austrália há cerca de 40.000 anos, às Américas há cerca de 15.000 anos atrás, às Ilhas remotas, como o Hawaii, Ilha da Páscoa, Madagascar ou Nova Zelândia entre os anos 300 e 1280, adaptando-se a práticamente, todos os diferentes climas, onde por ali ficavam, mas nunca esquecendo o tal grupo, a tal família!. (the family is not an “important thing”?. No, because the important word does not exist in it! THE FAMILY IS EVERYTHING, where life and love begin and never end!. We modern humans, defined with a higher species, compared to the other living beings that exist on the planet Earth, we communicate, cultivating feelings, perfecting ever easier ways of life, compared with those that our ancestors used when, reunited in groups, with some kinship or in family, colonized all the continents and larger islands, arriving at the then Eurasia, perhaps 125,000 and 60,000 years ago, to Australia about 40,000 years ago, to the Americas some 15,000 years ago, to the Islands remote, such as Hawaii, Easter Island, Madagascar or New Zealand between the years 300 and 1280, adapting to practically, all different climates, where they stayed, but never forgetting such a group, such a family)!.

…a família é como a música, tem algumas notas altas, algumas notas baixas, mas é sempre uma música linda!. Nós os humanos, que expressamos os nossos sentimentos, sabemos que nenhuma família é perfeita, nós argumentamos, nós lutamos, nós até às vezes paramos de nos comunicar, mas no final, família é família, o verdadeiro amor sempre está lá, não importa o crescimento da civilização, as sociedades humanas expandirem-se, as formas de governo, cultura ou religião!. (the family is like music, it has some high notes, some low notes, but it’s always a beautiful song!. We humans, we express our feelings, we know that no family is perfect, we argue, we fight, we sometimes stop communicating, but in the end, family is family, true love is always there, no matter what growth of civilization, human societies expand, forms of government, culture or religion)!.

…a família, nem sempre é sobre as pessoas na nossa vida, onde existe a relação de sangue!. É sobre as pessoas na nossa vida que querem que nós estejamos nelas!. É sobre as pessoas na nossa vida que nos aceitam tal como somos, que nos apoiam nas nossas decisões, nas coisas que escolhemos, não importa o quê, estão lá por nós!. Essas são as pessoas que nos amam, são a nossa família, que nos respeitam e em quem podemos confiar!. Essa é a nossa verdadeira família!. (the family, it is not always about the people in our life, where there is the relation of blood!. It’s about the people in our lives who want us to be in them! It is about the people in our lives who accept us as we are, who support us in our decisions, in the things we choose, no matter what, are there for us!. These are the people who love us, are our family, respect us and whom we can trust!. This is our real family)!.

Tony Borie, April 2018.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s