…Praia de Daytona, Florida!. (…Daytona Beach, Florida)!

…Praia de Daytona, Florida!. (…Daytona Beach, Florida)!.

…vivemos por aqui, vai quase duas dezenas de anos, no entanto já visitávamos esta área há mais de quatro, talvez cinco dezenas, pois o sul era o nosso destino preferido para veranear, quando havia oportunidade de sair do mercado de trabalho, onde andámos entretidos por muitos anos, lá no norte, criando e educando a nossa família!.

(…we live here, it’s been almost two dozen years, however we have been visiting this area for more than four, maybe five dozen, because the south was our favorite holiday destination, when there was an opportunity to leave the job market, where we have been entertained for many years, up north, creating and educating our family)!.

…claro, tudo isto se passou muitos anos depois, quando talvez por volta do ano de 1554, Menéndez, creditado como um líder espanhol que primeiro inspecionou e autorizou a construção das fortalezas reais nos principais portos do Caribe, sendo nomeado como um capitão-geral da Frota das Índias, a tal frota dos tesouros espanhóis, assegurando uma importância estratégica do Canal das Bahamas e da posição de Havana, como sendo um porto chave para o encontro da “Frota Anual de Galeões do Tesouro”, que daqui navegava em direcção à Europa!.

(…of course, all this happened many years later, when perhaps around the year 1554, Menéndez, credited as a Spanish leader who first inspected and authorized the construction of royal forts in the main Caribbean ports, being appointed as a captain General of the Fleet of the Indies, to such a fleet of Spanish treasures, ensuring a strategic importance of the Channel of the Bahamas and the position of Havana, as being a key port for the meeting of the “Annual Fleet of Galleons of the Treasury”, that sailed from here towards Europe)!.

…galeões esses que, navegando pelo mar do Caribe ou pelo oceano Atlântico, carregados de ouro, especiarias ou outros bens preciosos, eram motivo de lutas de corsários, vulgo piratas, onde depois de abordagens e lutas terríveis em alto mar, “mais abordagem menos abordagem, mais luta menos luta, mais pirata menos pirata”, os vencedores eram quase sempre os corsários britânicos, ao serviço do rei ou da rainha!.

(…those galleons that, sailing in the Caribbean Sea or the Atlantic Ocean, loaded with gold, spices or other precious goods, were the reason for the corsairs’ fight, known as pirates, where after terrible approaches and fights on the high seas, “more approach less approach, more fight less fight, more pirate less pirate”, the winners were almost always British privateers, in the service of the king or queen)!.

…assim, uns séculos depois, chegou o domínio britânico à Flórida, já nos fins do século dezassete, e por aqui, a área que hoje chamamos Daytona Beach (Praia de Daytona), era simplesmente um lugar por onde passava a King’s Road (Estrada do Rei), uma estrada que se estendia da também hoje cidade de Saint Augustine, naquele tempo a capital do leste da Flórida!.

(…so, a few centuries later, British rule came to Florida, at the end of the seventeenth century, and here, the area that today we call Daytona Beach, was simply a place where King’s Road passed, a road that extended from the city of Saint Augustine, now the capital of eastern Florida)!.

…anos depois, um tal Samuel Williams recebeu uma concessão de terras da Coroa espanhola, que recuperou a Flórida dos britânicos após a Revolução Americana, terras estas que abrangiam a área que se tornaria Daytona Beach, onde como era usual naquela época, Williams construiu uma plantação baseada em trabalho escravo, para cultivar algodão, arroz e cana-de-açúcar, no entanto, como também era usual naquela época, a plantação foi abandonada durante a Segunda Guerra Seminole, quando os Seminoles a incendiaram!.

(…years later, this Samuel Williams received a land grant from the Spanish Crown, which recovered Florida from the British after the American Revolution, lands that covered the area that would become Daytona Beach, where, as was usual at that time, Williams built a plantation based on slave labor, to grow cotton, rice and sugar cane, however, as was also usual at that time, the plantation was abandoned during the Second Seminole War, when the Seminoles set it on fire)!.

…chega de história, vamos falar do presente!. Sempre que passamos por Daytona Beach, chegam-nos muitas recordações, algumas incríveis, como por exemplo foi nesta praia que a nossa filha aprendeu a nadar, ou quando em família, passávamos algum tempo na praia vendo os golfinhos aparecendo nas ondas, caminhávamos no calçadão, alimentávamos os pequeninos crocodilos no parque de diversões do Congo River Golfe, ou parando aqui e ali, comprando recordações nos diversos quiosques à beira mar!.

(…enough of history, let’s talk about the present!. Whenever we pass by Daytona Beach, many memories come to us, some incredible ones, for example it was on this beach that our daughter learned to swim, or when in family, we spent some time on the beach watching dolphins appearing in the waves, we walked on the boardwalk , we fed the little crocodiles in the Congo River Golf amusement park, or stopping here and there, buying souvenirs at the various kiosks by the sea)!.

…e claro, falando em praia, uma das coisas mais exclusivas de Daytona Beach é que podemos descer de carro e estacionar na praia!. Existem zonas de tráfego, e nós podemos simplesmente estacionar, entrar nas águas da praia, ou apanhar sol, rodeados de banhistas alinhados lado a lado e, com um pouco de sorte, podemos assistir a um qualquer evento popular que ocasionalmente aparecem durante o verão que nos oferecem um espectáculo gratuito, pelo menos por ocasião das reuniões de dezenas de milhar de motociclistas que por aqui se concentram períodicamente, oriundos das mais diversas partes do mundo!.

(…and of course, speaking of the beach, one of the most exclusive things about Daytona Beach is that we can go down by car and park on the beach!. There are traffic zones, and we can simply park, enter the waters of the beach, or sunbathe, surrounded by bathers lined up side by side and, with a little luck, we can attend any popular event that occasionally appear during the summer that they offer us a free show, at least on the occasion of the meetings of tens of thousands of motorcyclists who periodically gather here from all over the world)!.

…para os aficionados das corridas de automóveis, também podemos visitar o Daytona International Speedway, onde se não houver oportunidade de ver uma corrida “Daytona 500”, ainda podemos fazer um tour pela pista, para ter uma noção de como é impressionante ver os carros passando nas curvas, que praticamente todos os dias de bom tempo por ali treinam!. É incrível!.

(…for auto racing aficionados, we can also visit the Daytona International Speedway, where if there is no opportunity to see a “Daytona 500” race, we can still take a tour of the track, to get a sense of how impressive it is to see the cars passing in the curves, that practically every day of good weather there trains!. It’s amazing)!.

…o Ocean Walk Daytona Beach (passeio em frente ao mar), é um espaço iluminado e colorido cheio de lojas e alguns restaurantes, onde muitos eventos e festivais regularmente acontecem e, um dos mais populares durante o verão é a série de shows gratuitos nas noites de sábado no Daytona Beach Bandshell, que está localizado bem em frente ao Ocean Walk, que como anteriormente já explicámos, é gratuito para o público, a menos que queiramos comprar uma cadeira, que custa uma taxa mínima, podemos assistir a um qualquer concerto dos muitos que períodicamente ali se realizam e, após o concerto, é exibido um pequeno espectáculo de fogo de artifício, disparado do cais Joe’s Crab Shack!. É um lugar divertido para passar uma tarde ou noite!.

(…the Ocean Walk Daytona Beach, is a bright and colorful space full of shops and some restaurants, where many events and festivals regularly take place and, one of the most popular during the summer is the series of shows free on Saturday nights at the Daytona Beach Bandshell, which is located right in front of the Ocean Walk, which as previously explained, is free for the public, unless we want to buy a chair, which costs a minimum fee, we can attend a any concert of the many that are held there periodically and, after the concert, a small firework display, shot from Joe’s Crab Shack!. It is a fun place to spend an afternoon or night)!.

…ou para os apreciadores de um maravilhoso pôr do sol, como no nosso caso, podemos entrar num mini-cruzeiro, navegando sobre as águas do rio Halifax, que é parte da hidrovia intracostal do oceano Atlântico, que originalmente era conhecida como o Rio Mosquito do Norte, mas foi renomeada após George Montagu-Dunk, 2º Conde de Halifax, durante a ocupação britânica da Flórida!.

(…or for those who enjoy a wonderful sunset, as in our case, we can go on a mini-cruise, sailing on the waters of the Halifax River, which is part of the intracostal waterway of the Atlantic Ocean, which was originally known as the Northern Mosquito River, but was renamed after George Montagu-Dunk, 2nd Earl of Halifax, during the British occupation of Florida)!.

…é aconselhável ao fim da tarde, porque embarcando num barco típico dos rios do sul, navegando sobre as águas salgadas do rio Halifax, experimentando além da viajem, um cenário de pontes e pequenas ilhas, vendo golfinhos saltar na frente da embarcação, usufruindo de alguma comida e informação histórica!.

(…it is advisable at the end of the afternoon, because boarding a boat typical of the southern rivers, sailing on the salty waters of the Halifax River, experiencing beyond the trip, a scenario of bridges and small islands, watching dolphins jump in front of the vessel, enjoying some food and historical information)!.

…e claro, observando o grande sol oriental mergulhar abaixo do horizonte, maravilhando-nos com a forma como se vê através das pontes e do reflexo das das águas do rio, que brilham e mudavam de cor à medida que o dia chega ao fim, ficando nós consistentemente surpresos com este cenário único do pôr-do-sol no rio Halifax!.

(…and of course, watching the great oriental sun dive below the horizon, marveling at the way it is seen through the bridges and the reflection of the river waters, which shine and change color as the day arrives at Finally, we were consistently surprised by this unique setting of the sunset on the Halifax River)!.

…quando o sol começa a mergulhar atrás dos edifíos e das pontes, às nossas costas, transforma-se no que originalmente parecia ser um arenito laranja, ou até uma linda rosa, iluminando as águas do rio, e nós, empoleirados na beira do barco, com o vento assobiando, trazendo-nos um momento de pura felicidade e tranquilidade!. Esta aventura pode ser um final perfeito para um dia perfeito!.

(…when the sun begins to dip behind the buildings and bridges, behind us, it turns into what originally appeared to be an orange sandstone, or even a beautiful rose, illuminating the waters of the river, and we, perched on the edge from the boat, with the wind whistling, bringing us a moment of pure happiness and tranquility!. This adventure can be a perfect ending to a perfect day)!.

…todavia, e um pouco ao sul, está o Ponce Inlet Florida, que fica apenas a alguns minutos de carro de Daytona Beach, onde além da existência de uma pequena trilha natural onde podemos ver pássaros grandes, tartarugas e muito mais, bem no meio está o icônico farol de Ponce Inlet!. Construído em tijolo de coral de cor natural, projeta-se no céu azul, tornando-se muito fácil identificá-lo da água, da praia ou das estradas próximas!.

(…however, and a little to the south, is Ponce Inlet Florida, which is just a few minutes drive from Daytona Beach, where in addition to the existence of a small nature trail where we can see large birds, turtles and much more, as well in the middle is the iconic Ponce Inlet! lighthouse!. Built in natural colored coral brick, it projects into the blue sky, making it very easy to identify it from the water, the beach or the nearby roads)!.

…a sua subida é um pouco brutal, mas as vistas do topo valem a pena!. Entre outros motivos, para o lado do mar, podemos ver quais os bancos de areia que estão disponíveis a cada dia, porque estão sempre mudando, pelo menos dentro do canal intercostal, que podem estar lá pela manhã e completamente cobertos pela maré à noite!.

(…its climb is a little brutal, but the views from the top are worth it!. Among other reasons, for the sea side, we can see which sand banks are available every day, because they are always changing, at least within the intercostal canal, which can be there in the morning and completely covered by the tide at night)!.

…e por último, não queremos terminar sem mencionar que, Daytona Beach é uma cidade no condado de Volusia, na Flórida, situando-se a aproximadamente 51 milhas a nordeste de Orlando, 86 milhas a sudeste de Jacksonville e 265 milhas a noroeste de Miami, sendo também a principal cidade da região de “Fun Coast”, (costa divertida) da Flórida!.

(…and lastly, we don’t want to end without mentioning that Daytona Beach is a city in Volusia County, Florida, located approximately 51 miles northeast of Orlando, 86 miles southeast of Jacksonville and 265 miles northwest Miami, and is also the main city in the “Fun Coast” region of Florida)!.

…historicamente é conhecida pela sua praia, onde a areia compacta permite que veículos motorizados passem pela praia em algumas áreas, pois esta areia compacta fez de Daytona Beach uma meca para os desportos motorizados, onde o antigo Daytona Beach Road Course sediou corridas por mais de 50 anos, sendo substituído no ano de 1959 pelo Daytona International Speedway!.

(…has historically been known for its beach, where compact sand allows motorized vehicles to pass the beach in some areas, as this compact sand has made Daytona Beach a mecca for motor sports, where the former Daytona Beach Road Course hosted races for over 50 years old, being replaced in 1959 by Daytona International Speedway)!.

…esta cidade também é sede da NASCAR, hospedando grandes grupos de pessoas de fora da cidade durante o ano, que visitam a cidade para vários eventos, principalmente Speedweeks no início de Fevereiro, quando mais de 200.000 fãs da NASCAR comparecem ao Daytona 500 de abertura da temporada!. Outros eventos incluem a NASCAR Coke Zero Sugar 400 corrida em Agosto, Bike Week no início de Março, Biketoberfest no final de Outubro e as 24 horas de corrida de resistência de Daytona em Janeiro!.

(…this city is also home to NASCAR, hosting large groups of people from out of town during the year, who visit the city for various events, mainly Speedweeks in early February, when more than 200,000 NASCAR fans attend the Daytona 500 opening season!. Other events include the NASCAR Coke Zero Sugar 400 race in August, Bike Week in early March, Biketoberfest in late October and the 24-hour endurance race in Daytona in January)!.

…se visitar Daytona Beach, não perca pelo menos uma destas atracções!. No entanto, pelo menos nós lembramos sempre que, esta área já foi habitada pelos índios Timucuan ou Seminoles, que eram descendentes dos índios Creek da Geórgia e do Alabama, que viviam em aldeias fortificadas com paliçadas, e que foram quase exterminados pelo contacto com os europeus através da guerra, escravidão e algumas doenças!.

(…if you visit Daytona Beach, don’t miss at least one of these attractions!. However, at least we always remember that this area was once inhabited by the Timucuan or Seminoles, who were descendants of the Creek Indians of Georgia and Alabama, who lived in fortified villages with palisades, and who were almost wiped out by contact with the Europeans through war, slavery and some diseases)!.

Tony Borie, Século XXI. (Tony Borie, 21st Century).

 

One thought on “…Praia de Daytona, Florida!. (…Daytona Beach, Florida)!

  1. Boa Tony, grande relato de uma parte dos USA que passei à cerca de 32 anos. Um abraço amigo Roger

    Tony Borie – Pieces of my life escreveu no dia sábado, 21/11/2020 à(s) 09:17:

    > tonisaborie posted: ” …Praia de Daytona, Florida!. (…Daytona Beach, > Florida)!. …vivemos por aqui, vai quase duas dezenas de anos, no entanto > já visitávamos esta área há mais de quatro, talvez cinco dezenas, pois o > sul era o nosso destino preferido para veranear, quand” >

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s