…a few hours in Rio!.

…algumas horas no Rio!. (a few hours in Rio)!.

…nós ainda crianças, em casa de nossos pais na aldeia do Vale do Ninho d’Águia, na encosta agreste da montanha do Caramulo, em Portugal, ouvíamos frequentemente falar do Brazil!. A avó Agar usava nos seus pés umas chinelas que tinham sido sapatos no Brazil!. O Alberto, namorado da menina Tereza, (que por saber ler e escrever era a conselheira da família), tinha imigrado para o Brazil e, por lá ficou, deixando de lhe escrever cartas de amor!. Alguns portugueses lá imigrados, vinham a Portugal procurar esposa, que fosse donzela, boa cozinheira, saudável, vacinada e se possível boa parideira, para lhe darem muitos filhos!. Enfim, naquele distante tempo, até pensávamos que além de Portugal, só existia outro país no mundo, que era o Brazil!. (We were still children, at our parents’ house in the village of Valley of the Nest of Eagle, on the rugged hillside of Caramulo mountain in Portugal, we often heard of Brazil! Her grandmother Agar had on her feet slippers that had been shoes in Brazil!. Alberto, the boyfriend of the little girl Tereza (who knew how to read and write was the family counselor), had immigrated to Brazil, and left behind to write letters of love to her!. Some Portuguese immigrants came to Portugal to find a wife, to be a maid, a good cook, healthy, vaccinated and, if possible, a good “parideira”, to give her many children! At last, in that distant time, we even thought that besides Portugal, there was only one other country in the world, which was Brazil)!.

…portanto, já pensávamos naquela região, que alguns séculos antes, tinha sido habitada pelos povos Tupi, Puri, Botocudo e Maxakalí, que por ali viviam da pesca e da caça, antes dos europeus encontrarem pela primeira vez a Baía de Guanabara, em 1 de Janeiro de 1502, daí o nome Rio de Janeiro!. Era uma expedição portuguesa, sob o comando do explorador Gaspar de Lemos, capitão de um navio da frota de Pedro Álvares Cabral, mas alegadamente nesta expedição, o explorador florentino Amerigo Vespucci, também participou como observador, a convite do Rei D. Manuel I!. (So we already thought of that region, which some centuries before, had been inhabited by the Tupi, Puri, Botocudo and Maxakalí peoples who lived there fishing and hunting, before the Europeans first encountered the Guanabara Bay on January 1, 1502, hence the name Rio of January!. It was a Portuguese expedition, under the command of the explorer Gaspar de Lemos, captain of a ship of the fleet of Pedro Álvares Cabral, but allegedly on this expedition, Florentine explorer Amerigo Vespucci also participated as an observer, at the invitation of King Manuel I)!.

…sim, sempre falámos do Brazil, havia em nós um certo fascínio e, algumas vezes dizíamos que havíamos de visitar o país nem que fosse por umas horas, pelo menos a cidade do Rio de Janeiro, que tinha sido fundada pelos portugueses no longínquo ano de 1565, recebendo o nome de São Sebastião do Rio de Janeiro, talvez em homenagem a São Sebastião, o monarca de São Sebastião!. Havia na nossa família alguns parentes que também imigraram para esta cidade e, enviavam, quando havia portador, embalagens de doce de goiaba, roupas usadas com aspecto diferente, diziam que eram roupas tropicais!. (Yes, we always talked about Brazil, there was a certain fascination with us, and sometimes we said that we should visit the country for a few hours, at least the city of Rio de Janeiro, which had been founded by the Portuguese in the distant year 1565, receiving the name of São Sebastião do Rio de Janeiro, perhaps in honor of St. Sebastian, the monarch of St. Sebastian!. There were in our family some relatives who also immigrated to this city and sent, when there was a carrier, packs of guava candy, used clothes with a different appearance, they said they were tropical clothes)!.

…chegou o dia!. O nosso filho Tony, apreciando o nosso desejo, disse-nos:

– quando for em trabalho ao Rio de Janeiro, vou levá-los comigo!.

…era madrugada, o nosso avião voava a baixa altitude, da janela já se podia ver uma floresta verde, pequenas montanhas, com algumas nuvens brancas cruzando pequenos vales, mais além alguns imensos lagos dividindo as montanhas, um cenário bonito, parecendo um quadro desenhado!.

(The day has arrived!. Our son Tony, appreciating our desire, told us:

– When I go to work in Rio de Janeiro, I’ll take them with me!.

It was dawn, our plane was flying at low altitude, from the window one could already see a green forest, small mountains, with some white clouds crossing small valleys, beyond some immense lakes dividing the mountains, a beautiful scenery, looking like a picture drawn)!.

…estávamos perto de aterrar no Aeroporto Internacional António Carlos Jobim, mais conhecido como Aeroporto do Galeão, localizado na Ilha do Governador, na cidade do Rio de Janeiro, uma das principais portas de entrada na cidade, é funcional, mostrando até um certo luxo, com lojas, restaurantes, bancos e outras facilidades, aumentando a nossa curiosidade e, lembrando-nos que, no final do século XVII, ainda na época Açucareira, os Bandeirantes descobriram ouro e diamantes na vizinha capitania de Minas Gerais, tornando a cidade do Rio de Janeiro num porto muito prático para exportar riqueza, ouro ou pedras preciosas, além do açúcar, do que mesmo Salvador, na Bahia, muito mais a nordeste!. (We were close to landing at the António Carlos Jobim International Airport, better known as Galeão Airport, located on Ilha do Governador, in the city of Rio de Janeiro, one of the main ports of entry into the city, is functional, showing up to a certain luxury, with shops, restaurants, banks and other facilities, increasing our curiosity and, reminding us that, at the end of the 17th century, still in the Sugarcane era, the Bandeirantes discovered gold and diamonds in the nearby captaincy of Minas Gerais, making the city of Rio de Janeiro a very practical port for exporting wealth, gold or precious stones, besides sugar, even Salvador, Bahia, farther northeast)!.

…depois de passar pelos serviços de formalização alfandegária de fronteira, o nosso filho Tony, explicou-nos para ignorar-mos os serviços bancários do aeroporto, pois havia pessoas de confiança fora do aeroporto que praticavam qualquer serviço de câmbio, em qualquer moeda estrangeira, com rapidez e muito mais vantagem para o visitante!. Seguindo o conselho do nosso filho, logo nos lembrámos de que, o nome Rio de Janeiro, era o nome da Baía de Guanabara, que no início do século XVIII, era constantemente ameaçada e invadida por piratas e bucaneiros!. No entanto era verdade, o serviço foi rápido e eficiente!. (After going through customs border formalization services, our son Tony explained to us to ignore the airport’s banking services, as there were reliable people outside the airport who practiced any foreign exchange service in any  currency foreign, quickly and much more advantage to the visitor!. Following the advice of our son, we soon remembered that the name Rio de Janeiro was the name of the Bay of Guanabara, which at the beginning of the 18th century was constantly threatened and invaded by pirates and buccaneers!. However it was true, the service was fast and efficient)!.

…seguimos numa pequena camionete, atravessando parte da cidade em direção à zona sul, no Vidigal, onde próximo está situada a favela do Morro do Vidigal, um bairro embora pobre, como todas as favelas, situa-se entre os bairros mais nobres da cidade, como Leblon e São Conrado, sobre o Morro dos Dois Irmãos, sendo o reduto de diversos animais e plantas da Mata Atlântica, onde estava localizado o nosso hotel, que seria a nossa morada por algum tempo!. Esta zona é considerada por muitos um cartão-postal da cidade do Rio de Janeiro, um local favorável à pesca, maravilhoso para se contemplar uma vista única do mar, onde alguns afirmam que a vista do mar a partir do Vidigal é a mais bela da cidade!. (We continue in a small van, crossing part of the city towards the south, in Vidigal, where the favela of Morro do Vidigal is situated, a poor neighborhood, like all favelas, it is located between the noblest neighborhoods of the city, as Leblon and São Conrado, on the Morro dos Dois Irmãos, being the stronghold of several animals and plants of the Atlantic Forest, where our hotel was located, which would be our abode for some time!. This area is considered by many a postcard of the city of Rio de Janeiro, a place favorable to fishing, wonderful to contemplate a unique view of the sea, where some affirm that the view of the sea from Vidigal is the most beautiful of the City)!.

…depois da troca de roupa, seguindo algumas recomendações de segurança, estávamos prontos para percorrer alguns lugares históricos da cidade, para ir ver o que aconteceu, quando por volta do ano de 1763, a administração colonial na América Portuguesa foi transferida da cidade de Salvador, na Bahia, para a cidade do Rio de Janeiro, quando a cidade permaneceu basicamente como uma capital colonial até 1808, quando a família real portuguesa e a maioria dos nobres da cidade de Lisboa, fugindo da invasão de Napoleão a Portugal, se mudaram para a cidade do Rio de Janeiro!. (After the change of clothes, following some safety recommendations, we were ready to go through some historical places of the city, to see what happened, when around the year 1763, the colonial administration in Portuguese America was transferred from the city of Salvador, from Bahia, to the city of Rio de Janeiro, when the city remained basically a colonial capital until 1808, when the Portuguese royal family and most of the nobles of the city of Lisbon, fleeing the invasion of Napoleon, moved to the city of Rio de Janeiro)!.

…o hotel chamou um taxi, certificado, com segurança, que nos havia de transportar, pois por algumas décadas, junto de outras favelas, o Vidigal foi considerado um dos locais de maior perigo da cidade, devido entre outras coisas, à guerra do tráfico!. A primeira paragem foi junto da Lagoa Rodrigo de Freitas que, recebe águas de diversos rios afluentes, que descem das encostas circundantes, entre os quais se destaca o Rio dos Macacos, representando uma das principais atracções turísticas da cidade, conhecida como “O Coração do Rio de Janeiro”, talvez devido ao seu formato semelhante a um coração!. (The hotel called a taxi, certified, with security, that we had to transport, because for some decades, with other favelas, Vidigal was considered one of the most dangerous places in the city, due, among other things, to war of traffic!. The first stop was at the Rodrigo de Freitas Lagoon, which receives water from several tributary rivers that descend from the surrounding slopes, among which stands the Macacos River, representing one of the main tourist attractions of the city, known as “The Heart of the Rio de Janeiro”, perhaps due to its shape similar to a heart)!.

…esta bonita Lagoa, era habitada pelos índios Tamoios, que a chamavam de Piraguá, que significa enseada de peixe, todavia, com a chegada do colonizador português, o governador e capitão-geral da Capitania do Rio de Janeiro, António Salema, com o pensamento na ganância e ficar rico o mais rápido possível, pretendeu instalar um engenho de açúcar nas margens da lagoa e, para livrar-se da presença indesejável dos indígenas, recorreu ao estratagema de fazer espalhar roupas anteriormente utilizadas por doentes de varíola nas margens da lagoa, vindo assim a exterminá-los!. Iniciou-se então, o plantio de cana de açúcar e a montagem do Engenho d’El-Rey, onde actualmente funciona o Centro de Recepção aos visitantes do Jardim Botânico do Rio de Janeiro, onde entretanto chegámos!. (This beautiful lagoon was inhabited by the Tamoios Indians, who called it Piraguá, which means fish cove, however, with the arrival of the Portuguese colonizer, the governor and captain-general of the Captaincy of Rio de Janeiro, Antonio Salema, with the thought in greed and get rich as fast as possible, intended to install a sugar plantation on the banks of the lagoon and, in order to get rid of the undesirable presence of the natives, resorted to the stratagem of spreading clothes formerly used by smallpox patients on the banks of the lagoon, thereby exterminating them! We started planting sugar cane and installing the Engenho d’El Rey, where the Reception Center currently operates for visitors to the Rio de Janeiro Botanic Garden, where we meanwhile have arrived)!.

…o Jardim Botânico da cidade do Rio de Janeiro, é uma das mais belas e bem preservadas áreas verdes da cidade, sendo um exemplo da diversidade da flora brasileira e até estrangeira, onde podem ser observadas cerca de 6.500 espécies, (algumas ameaçadas de extinção), numa área ao ar livre ou em estufas!. Por aqui existem monumentos de valor histórico, artístico e arqueológico e também a mais completa biblioteca do país especializada em botânica!. A sua origem remonta entre 1808 e 1821, quando da transferência da corte portuguesa para o Brazil, que se fixou na cidade do Rio de Janeiro, que já era a sede do Estado do Brazil, uma colónia portuguesa que assim, se tornou na sede do Império Português, sendo a única capital europeia fora da Europa!. (The Botanical Garden of the city of Rio de Janeiro, is one of the most beautiful and well preserved green areas of the city, being an example of the diversity of Brazilian and even foreign flora, where about 6,500 species can be observed (some endangered extinguishing), in an outdoor area or in greenhouses!. Around here there are monuments of historical, artistic and archaeological value and also the most complete library of the country specializing in botany!. Its origin dates back to 1808 and 1821, when the Portuguese court was transferred to Brazil, which settled in the city of Rio de Janeiro, which was already the seat of the State of Brazil, a Portuguese colony, Portuguese Empire, being the only European capital outside Europe)!.

…depois de respirar o ar fresco e puro admirando este maravilhoso espaço, o nosso próximo destino era o Cristo Redentor, em cujo trajecto, num labirinto de ruas, onde algumas casas rodeadas de pequenos jardins, nos mostravam que talvez algumas destas, tivessem sido usadas pelos nobres da Família Real Portuguesa que, quando chegaram à cidade, como não havia espaço físico ou estructura urbana para acomodar centenas de nobres que de repente chegaram, muitos habitantes foram simplesmente expulsos de suas casas!. (After breathing in the fresh, pure air admiring this wonderful space, our next destination was Christ the Redeemer, in whose path, in a labyrinth of streets, where some houses surrounded by small gardens, showed us that perhaps some of these had were used by the nobles of the Portuguese royal family who, when they arrived in the city, as there was no physical space or urban structure to accommodate hundreds of nobles who suddenly arrived, many inhabitants were simply expelled from their houses)!.

…chegámos à área do Cristo Redentor, ou seja à área do Parque Nacional Tijuca!. Usámos a linha férrea do Cosme Velho, a que quase todos chamam o Trem do Corcovado, que segue por entre um arvoredo cerrado, subindo lentamente até próximo do topo da montanha, onde existem alguns elevadores panorâmicos e algumas escadas rolantes, no entanto nós, preferimos caminhar, apreciando aqui e ali, um cenário deslumbrante!. O Cristo Redentor, é uma estátua, construída em cimento armado e pedra-sabão, com trinta metros de altura, sem contar os oito metros do seu pedestal e, os seus braços, estendem-se por 28 metros de largura!. (We have reached the area of Christ the Redeemer, or to the area of the Tijuca National Park!. We used the railway line of Cosme Velho, which almost everyone calls the Corcovado Train, that follows through a closed grove, rising slowly until near the top of the mountain, where there are some panoramic elevators and some escalators, however we prefer walk, enjoying here and there, a breathtaking scenery!. The Christ the Redeemer, is a statue, built in reinforced concrete and soapstone, thirty meters high, not counting the eight meters of its pedestal and, its arms, extend for 28 meters of width)!.

…esta estátua gigante, está localizada no topo do morro do Corcovado, a 709 metros acima do nível do mar, no Parque Nacional Tijuca, com uma vista deslumbrante para a maior parte da cidade!. Foi eleito como uma das “sete maravilhas do mundo moderno” e, a UNESCO considerou o Cristo Redentor como parte da paisagem do Rio de Janeiro, incluída na lista de Patrimónios da Humanidade!. Representa também o símbolo do cristianismo brazileiro, tornando-se um ícone da cidade do Rio de Janeiro e um dos maiores símbolos da América Latina!. Vamos recordar este monumento e o cenário que se desfruta deste local, pelo resto das nossas vidas!. (This giant statue, is located at the top of Corcovado hill, at 709 meters above sea level, in the National Park Tijuca, with a breathtaking view to most of the city!. It was elected as one of the “Seven Wonders of the Modern World” and UNESCO considered the Christ Redeemer as part of the Rio de Janeiro landscape, included in the list of World Heritage Sites!. It also represents the symbol of Brazilian Christianity, becoming an icon of the city of Rio de Janeiro and one of the greatest symbols of Latin America!. We will remember this monument and the scenery that is enjoyed by this place, for the rest of our lives)!.

…antes de subir ao morro do Corcovado, já um pouco familiarizados com a cidade, deixámos o transporte de taxi, agradecendo ao seu condutor toda a boa vontade e informação que nos prestou, começando por usar os transportes públicos do “bonde” ou “bondinho” (carro eléctrico), que são a última lembrança viva, uma autêntica atracção turística e relíquia histórica de um nostálgico e saudoso meio de transporte urbano, que está práticamente extinto nos dias de hoje, embora ainda usado como meio de transporte em cidades como Lisboa, Portugal, São Francisco e Nova Orleans, nos USA ou aqui no Brazil!. (Before ascending to the Corcovado hill, already a little familiar with the city, we left the taxi transport, thanking its driver for all the goodwill and information he gave us, beginning with using the public transport of the tram or “tram”, which is the last living memory, an authentic tourist attraction and relic of a nostalgic and longing for urban transportation, which is practically extinct nowadays, although still used as a means of transportation in cities like Lisbon, Portugal, San Francisco and New Orleans, in the USA or here in Brazil)!.

…seguindo na direção à área da praia de Copacabana, fomos vendo algumas praças, monumentos e casas com alguma beleza exterior, que nos lembram as primeiras décadas da cidade, quando o Brazil foi elevado ao Reino, por volta do ano de 1815, tornando-se a capital do Reino Unido de Portugal, Brazil e dos Algarves, até ao retorno da Família Real Portuguesa a Lisboa, que se realizou por volta do ano de 1821, todavia permanecendo como capital do Reino do Brazil!. (Going towards the Copacabana beach area, we saw some squares, monuments and houses with some exterior beauty that remind us of the first decades of the city, when Brazil was elevated to the Kingdom, around the year 1815, becoming the capital of the United Kingdom of Portugal, Brazil and the Algarves, until the return of the Portuguese Royal Family to Lisbon, which took place around the year 1821, yet remaining as the capital of the Kingdom of Brazil)!.

…chegámos à praia de Copacabana, que séculos atrás se chamava Sacopenapã, um nome “tupi”, que significa “caminho de socós”!. A lenda diz-nos que, após a chegada dos espanhóis à região da Copacabana Boliviana, Nossa Senhora teria aparecido no local a um jovem pescador, que em sua homenagem teria esculpido uma imagem da Santa, que ficou conhecida como Nossa Senhora de Copacabana, imagem esta, vestida de dourado pousada sobre uma meia-lua!. Muitos anos depois, comerciantes bolivianos e peruanos de prata, chamados na época de “peruleiros” trouxeram uma réplica dessa imagem para esta praia do Rio de Janeiro, construindo uma capela num rochedo em homenagem à Santa, daí nasceu o nome de praia de Copacabana!. (We arrived at the beach of Copacabana, that centuries ago was called Sacopenapã, a name “Tupi”, that means “way of punches”!. Legend tells us that after the arrival of the Spaniards in the region of Copacabana Boliviana, Our Lady would have appeared in the place a young fisherman, who in his honor would have carved an image of the Santa, which became known as Our Lady of Copacabana, image this one, dressed in gold on a half moon!. Many years later, Bolivian and Peruvian silver merchants, called in the time of “peruleiros”, brought a replica of this image to this beach in Rio de Janeiro, building a chapel on a rock in honor of the Santa, hence the name of Copacabana beach)!.

…o sol e a aragem eram fortes, queríamos percorrer outros lugares, portanto parámos pouco tempo, no entanto admirámos um pouco de uma praia e de um dos bairros mais famosos e prestigiados do Brazil e um dos mais conhecidos do mundo, onde na orla do mar, é um lugar previligiado para variados eventos nacionais e internacionais durante o ano inteiro, pois o seu clima convida, que hoje tem como apelido, “Princesinha do Mar e Coração da zona Sul”!. Á noite havíamos de aqui voltar!. (The sun and the breeze were strong, we wanted to go other places, so we stopped a short time, however we admired a bit of a beach and one of the most famous and prestigious neighborhoods of Brazil and one of the best known in the world, where the sea is a privileged place for various national and international events throughout the year, because its climate, which today has its nickname, “Princess of the Sea and Heart of the South”!. In the evening we would have to come back)!.

…sentindo vontade em comer algo, seguindo uma tradição carioca, comprámos o Biscoito Globo e Mate, (Biscoito Globo, é um bolo que parece ser feito de farinha de mandioca de cor amarela e, o Mate é uma bebida tipo chá, que deve de ser bebida fresca), a um dos muitos vendedores ambulantes, que num movimento incansável, para a frente e para trás, a apregoar pregões ou pequenos refrões, mostrando uma alegria ímpar, considerados personagens tradicionais, que fazem parte de um património cultural, que se confunde perfeitamente, com a paisagem desta maravilhosa praia!. (Feeling the desire to eat something, following a tradition in Rio de Janeiro, we bought the Biscoito Globo e Mate, (Biscoito Globo, it is a cake that seems to be made of yellow cassava flour and, Mate is a tea type drink, which must be a fresh drink), to one of the many street vendors, who in a tireless movement, back and forth, to proclaim pregões or small refrains, showing a unique joy, considered traditional characters, that are part of a cultural heritage, which is perfectly blended with the landscape of this wonderful beach)!.

…nos transportes públicos de ónibus (camionete), seguimos em direção à área do Pão de Açúcar, apreciando algum cenário de mar e praia selvagem, onde possívelmente muitos anos atrás, talvez do período colonial até às primeiras décadas independentes, a hoje cidade do Rio de Janeiro, era naquele tempo uma cidade de escravos, havendo um grande fluxo de escravos africanos para o Rio de Janeiro, onde alguns historiadores dizem que, por volta do ano de 1819, havia 145.000 escravos na capitania e, por volta do ano de 1840, o seu número cresceu para 220.000, sendo o porto do Rio de Janeiro, o maior porto de escravos da América!. (In public transport by bus, we head towards the Sugar Loaf area, enjoying some scenery of sea and wild beach, where possibly many years ago, perhaps from the colonial period to the first independent decades, today’s city of Rio de Janeiro, was at that time a city of slaves, with a great flow of African slaves to Rio de Janeiro, where some historians say that around the year 1819, there were 145,000 slaves in the captaincy and, around the year of 1840, its number increased to 220,000, being the port of Rio de Janeiro, the largest port of slaves of America)!.

…chegámos à área do Pão de Açúcar!. É um complexo de morros, localizado no bairro de Urca, composto pelo Morro do Pão de Açúcar, pelo Morro da Urca e pelo Morro da Babilónia que, pelas características únicas, margeado pelas águas da Baía de Guanabara, constitui uma referência turística internacional da cidade!. Perdendo algum receio, pois visto de baixo parece-nos impossível de alcançar o seu cume, fizémos um passeio de teleférico, interligando a Praia Vermelha, o Morro da Urca e o Morro do Pão de Açúcar!. (We arrived at the area of the Sugar Loaf!. It is a complex of hills, located in the neighborhood of Urca, made up of the Sugar Loaf Mountain, Morro da Urca and Morro da Babilónia, which, due to its unique characteristics bordered by the waters of Guanabara Bay, is an international tourist reference of the city!. Losing some fear, as seen from below it seems impossible to reach its summit, we did a cable car ride, connecting Praia Vermelha, Morro da Urca and Morro do Sugar Loaf)!.

…é uma aventura com muita excitação, pois o teleférico, inaugurado no ano de 1912, tornando-se o primeiro teleférico instalado no país e o terceiro no mundo, nestes mais de cem anos de existência, já transportou mais de quarenta milhões de pessoas e, quando se tem ascesso à última estação de paragem, mais ou menos com 396 metros de altitude, podemos presenciar um cenário, com uma vista panorâmica das cidades de Rio de Janeiro e Niterói, única, impossível de se imaginar, fica gravada na memória para o resto dos nossos dias!. (Is an adventure with great excitement, because the cable car, inaugurated in 1912, becoming the first cable car installed in the country and the third in the world in these more than one hundred years of existence, has already carried more than forty million people, and when you arrive at the last stop, at a height of 396 meters, we can see a scene with a panoramic view of the cities of Rio de Janeiro and Niteroi, unique, impossible to imagine, engraved in the memory for the rest of our days)!.

…em complemento a esta maravilha da natureza, cumpre-nos dizer que, ao sul da cidade, existem praias em mar aberto, a noroeste algumas planícies compostas por sedimentos marinhos e continentais, com colinas e várias montanhas rochosas, onde entre outras se destaca este Morro do Pão de Açúcar, constituído por um bloco único de gnaisse-granito, com mais de seiscentos milhões de anos de idade, que surgiu da separação entre continentes sul-americano e o africano, que sofreu alterações por pressão e temperatura!. É rico em espécies de plantas rupícolas, estando presentes, em suas diversas faces, espécies endêmicas de bromélias e orquídeas e, a face sul é especialmente rica, práticamente toda tomada por um tapete vegetal, contrastando com a face norte, que apresenta pouca vegetação, sendo também circundado por uma Mata Atlântica!. (In addition to this marvel of nature, we must say that, to the south of the city, there are beaches in the open sea, to the northwest some plains composed of marine and continental sediments, with hills and several rocky mountains, among which this Sugar Loaf Hill stands out, constituted by a unique block of gnaisse-granite, more than six hundred million years old, that arose from the separation between South American and African continents, which underwent changes by pressure and temperature!. It is rich in species of rupicolous plants, with endemic species of bromeliads and orchids in its various faces, and the south face is especially rich, practically all taken by a vegetal carpet, contrasting with the north face, which has little vegetation, being also surrounded by an Atlantic Forest)!.

…a luz do dia estava a terminar, viajando no mesmo transporte público, regressámos de novo à área da praia de Copacabana, pensando na música oficial da cidade que é, “Cidade Maravilhosa”!. Aqui apreciámos, caminhando no “Calçadão” da praia de Copacabana, que consta de um traçado em pedras portuguesas, igual ao que existe na Praça do Rossio, na cidade de Lisboa, em Portugal!. O desenho simboliza em Portugal, o encontro do Rio Tejo com o oceano, na cidade de Rio de Janeiro, simboliza as ondas do mar!. A ideia foi homenagear os colonizadores Portugueses, sendo este traçado conhecido como “Mar Largo”!. O seu autor, não poderia imaginar que para ilustrar a calçada da avenida, que estava a ser ampliada, criaria o principal símbolo do bairro de Copacabana e, também da praia mais famosa do mundo!. (The daylight was ending, traveling in the same public transport, we returned again to the beach area of Copacabana, thinking about the official music of the city that is, “Wonderful City”!. Here we enjoyed walking on the “Calçadão” beach of Copacabana, which consists of a tracing in Portuguese stones, just like there is in Rossio Square, in the city of Lisbon, in Portugal!. The drawing symbolizes in Portugal, the meeting of the Tagus River with the ocean, in the city of Rio de Janeiro, symbolizes the waves of the sea!. The idea was to pay homage to the Portuguese settlers, this route known as “Largo Mar”!. Its author, could not imagine that to illustrate the sidewalk of the avenue, which was being enlarged, would create the main symbol of the neighborhood of Copacabana and also the most famous beach in the world)!.

…nesta área da praia de Copacabana, visitámos um dos muitos restaurantes que por aqui existem!. Era nossa intenção apreciar a culinária local, entrámos num, havia uma mesa longa com diferentes qualidade de comida, tipo bufete, podíamos apreciar o churrasco do Rio Grande do Sul, o acarajé da Bahia ou o pão de queijo de Minas Gerais mas, as comidas cariocas estão directamente ligadas à gastronomia portuguesa, talvez consequência da colonização do estado durante quase dois séculos, que no decorrer do tempo se foram adaptando à realidade do Rio de Janeiro!. (In this area of Copacabana beach, we visited one of the many restaurants that exist here!. It was our intention to enjoy the local cuisine, we entered one, there was a long table with different quality of food, buffet style, we could enjoy the barbecue of Rio Grande do Sul, the acarajé of Bahia or the bread of cheese of Minas Gerais but, the foods Cariocas are directly linked to Portuguese gastronomy, perhaps a consequence of the colonization of the state during almost two centuries, that in the course of time have been adapted to the reality of Rio de Janeiro)!.

…assim, havia diversos pratos à base de bacalhau ou peixe fresco mas, o que nos despertou a atenção, foi a feijoada à brazileira, uma herança dos escravos africanos que foi aperfeiçoada ao longo dos anos, cuja receita leva algumas partes do porco (focinho, pé, toucinho, etc), acompanhada com farofa e arroz branco, que é a favorita dos cariocas!. Estava deliciosa!. Para sobremesa, comemos “Chuvisco”, um doce típico feito à base de ovos, de algumas aldeias do interior do Rio da Janeiro!. (So there were several dishes based on cod or fresh fish, but what aroused our attention was the Brazilian feijoada, a heritage of the African slaves that has been perfected over the years, whose recipe takes some parts of the pig (muzzle, foot, bacon, etc), accompanied with farofa and white rice, which is the favorite of the cariocas!. It was delicious!. For dessert, we eat “Chuvisco”, a typical sweet made from eggs, from some villages in the interior of Rio de Janeiro)!.

…regressámos à praia, onde alguns quiosques, ainda abertos ao público, vendiam recordações, e nós, comprando algo, pagávamos com uma nota, cremos de cinquenta reais, onde a pessoa que nos atendia, nos disse imediatamente que não tinha troco e que devíamos esconder o dinheiro, pois éramos uma possível vítima de roubo!. Ignorámos as suas palavras, percorremos aquela área procurando que nos trocassem o dinheiro, acabando por mandar parar um taxi, que nos havia de levar ao hotel, que nos trocou o dinheiro, oferecendo-se para esperar, dando-nos tempo para que voltássemos ao quiosque comprar a recordação!. (We returned to the beach, where some kiosks, still open to the public, sold souvenirs, and we, buying something, paid with a bill, we credited fifty reais, where the person who attended us, told us immediately that there was no change and that we should hide the money because we were a possible victim of theft!. We ignored his words, we went through that area, trying to get them to exchange the money, and ended up ordering a taxi to take us to the hotel, who exchanged the money, offering to wait, giving us time to go back to the kiosk to buy the souvenir)!.

…já no hotel, contámos esta aventura, onde o amável empregado nos explicou que tinha sido um “milagre”, estarmos vivos, sem qualquer ferimento ou trauma, pois os assaltos são frequentes àquela hora da noite, naquela área de Copacabana!. (Already in the hotel, we told this adventure, where the kindly employee explained to us that it had been a “miracle”, to be alive, without any injury or trauma, since robberies are frequent at that hour of the night, in that area of Copacabana)!.

…parte do próximo dia, como adoramos futebol, visitámos o estádio do Maracanã, que foi e continua a ser palco de grandes momentos de futebol e não só!. Visitámos no interior norte da cidade, uns parentes, filhos de uns tios em segunda geração, que não conhecíamos, mas sabíamos que existiam!. Cerca do meio dia, na companhia de um familiar, primo em segunda geração, fomos comer a um restaurante nos subúrbios da cidade, era um “Boteco”, (bar ao virar da esquina, o bar da vizinhança, o bar da convivência com amigos, que não é extravagante ou numa rua ou bairro chique, sendo um ponto discreto que todos sabem que está lá), com alguma apresentação e limpeza, serviram-nos peixe fresco, limpo e confecionado no momento, vinho em garrafa com rótulo do sul do Brazil e como sobremesa um doce de goiaba, tudo para quatro pessoas, pagando um preço (fazendo o câmbio), quase igual a um pequeno almoço para uma pessoa, aqui na Flórida!. (Part of the next day, as we love football, we visited the stadium of Maracanã, which was and continues to be the stage of great moments of football and not only!. We visited in the north of the city, some relatives, children of uncles in second generation, that we did not know, but we knew that they existed!. Around noon, in the company of a family member, a second-generation cousin, we went to a restaurant in the suburbs of the city, it was a “Boteco” (bar around the corner, the neighborhood bar, the bar with friends , which is not extravagant or in a street or upscale neighborhood, being a discreet point that everyone knows is there), with some presentation and cleanliness, they served us fresh fish, cleaned and confectioned at the time, bottle wine with southern label Brazil and for dessert a guava jam, all for four people, paying a price (making the exchange), almost equal to a breakfast for one person, here in Florida)!.

…antes da noite, regressámos ao Aeroporto do Galeão, onde lá estava a tal personagem que, de novo nos fez o câmbio ao resto do dinheiro, tudo muito certinho, desejando-nos boa viagem em idioma inglês, tal como podia ser em francês, alemão, italiano, japonês ou chinês, sempre sorrindo!. (Before the night, we returned to the Galeão Airport, where there was such a character that, once again, made us exchange the rest of the money, all very correct, wishing us good travel in English language, as it could be in French, German Italian, Japanese or Chinese, always smiling)!.

…finalmente, embarcando de regresso aos USA!. (Finally, embarking back to the USA)!

Tony Borie, May 2018.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s