…the swamps of Cypresses!.

…os pântanos de Ciprestes!. (The swamps of Cypresses)!.

…quando por aqui, à volta da cidade onde vivemos, que se situa na área norte/leste do estado da Flórida, ao caminharmos ou pedalando na bicicleta pelas diferentes “trilhas”, principalmente próximo do canal, além de outros cenários, deparamos frequentemente com algumas áreas de pequenos pântanos, onde crescem árvores com milhares de anos de vida!. (When around here, around the city where we live, which is located in the north / east area of the state of Florida, when walking or cycling on the different “tracks”, especially near the canal, in addition to other scenarios, often with some areas of small marshes, where trees grow with thousands of years of life)!.

…o habitate destas árvores, é um dos locais preferidos para os “alligators” (espécie de crocodilo) e para os répteis de várias espécies, assim como muitas lindas aves exóticas!. Nós, apreciamos, mas em terra firme, sem molhar os pés água!. (Tthe habitat of these trees, is one of the favorite places for alligators and for reptiles of various species, as well as many beautiful exotic birds!. We enjoyed it, but on dry land, without watering the feet)!.

…são os Ciprestes!. São árvores nativas que adoram climas temperados e húmidos, onde a precipitação anual é mais alta, nascendo e crescendo ao longo das várzeas, principalmente em pântanos ou ao longo de lagoas rasas!. Têm diferentes nomes e, pelo menos ao nosso olhar, aqui no estado da Flórida, existem dois tipos principais de Cipreste, pois são os mais frequentes e aqueles com que nos deparamos a todo o instante!. (Are the Cypresses!. They are native trees that worship temperate and humid climates, where annual precipitation is highest, rising and growing along the floodplains, especially in marshes or along shallow lagoons!. They have different names and, at least to our eye, here in the state of Florida, there are two main types of Cypress, because they are the most frequent and those that we come across at any moment)!.

…são o Cipreste-lagoa e Cipreste-calvo!. São fáceis de identificar, pois ambos perdem as suas folhas e os seus cones a cada inverno!. Podem ser encontrados crescendo com pinheiros e carvalhos vivos, em áreas como por exemplo aqui no nosso quintal, e claro, sempre fortemente cobertos de “musgo espanhol”, mas em contrapartida, quando perdem as suas folhas, logo nascem flores semelhantes a borlas, perto da borda dos raminhos, o que lhes dá um aspecto de árvores de floresta selvagem e tropical!. (Are the Cypress-Pond and Bald Cypress!. They are easy to identify, as they both lose their leaves and their cones every winter!. They can be found growing with pines and live oaks, in areas such as here in our backyard, and of course, always heavily covered with “Spanish moss”, but in return, when they lose their leaves, soon flowers are born similar to tassels, near from the edge of the sprigs, which gives them a look of wild and tropical forest trees)!.

…as outras espécies são, os meridionais, os brancos, os vermelhos ou os do golfo, que também conhecemos pela sua madeira, pois quando por aqui passam as tempestades tropicais, alguns são derrubados, e nós, aproveitamos algumas partes, para dar liberdade à nossa imaginação, construindo algumas “figuras” com a sua madeira!. Claro, devem de existir mais espécies mas, como não temos um conhecimento aprofundado, não sabemos o seu nome específico, mas sabemos que crescem em áreas inundadas, não só aqui no estado da Flórida, como nas planícies do sudeste, ou até nas planícies costeiras do Golfo dos Estados Unidos!. (The other species are southern, white, red or gulf, which we also know for their wood, because when tropical storms pass through, some are overturned, and we take advantage of some parts to give freedom to our imagination, building some “figures” with your wood!. Of course, there must be more species but, as we do not have an in-depth knowledge, we do not know its specific name, but we know that they grow in flooded areas, not only here in the state of Florida, but also in the plains of the Southeast, or even in the coastal plains of the Gulf of United States)!.

…são árvores grandes, de crescimento lento e longa vida!. Geralmente, alcançam alturas de 30 a 35 m (100 a 120 pés) e um diâmetro de tronco de 1 a 2 m (3-6 pés)!. Os troncos principais são cercados por ramificações que alargam um pouco a sua dimensão, formando raízes conhecidas como “joelhos”, que são umas extensões verticais e amassadas no seu sistema radicular, muitas vezes vistas, projetando-se sobre as águas rasas, onde estas árvores mais tipicamente crescem!. Como acima explicámos, adoram climas húmidos e temperados mas, as árvores maiores são capazes de tolerar temperaturas muito mais baixas e humidade também mais baixa!. (Are big trees, slow growing and long life!. They usually reach heights of 30 to 35 m (100 to 120 feet) and a trunk diameter of 1 to 2 m (3-6 feet)!. The main trunks are surrounded by ramifications that widen their size a little, forming roots known as “knees”, which are vertical extensions and kneaded in their root system, often seen, projecting on the shallow waters, where these trees more typically grow!. As we have explained above, they love humid and temperate climates but, the larger trees are able to tolerate much lower temperatures and also lower humidity !.

…os seus habitates naturais geralmente são inundados com água durante a maior parte do ano, nessas lagoas rasas e mal drenadas onde estas árvores prosperam, que lhe oferecem fluxos lentos mas estáveis de água rica em minerais, requerendo relativamente pouco oxigénio, dos quais estas árvores obtêm os nutrientes necessários para sobreviver num habitate que também as protege dos focos de incêndio, embora a existência destas próprias árvores, favoreçam essas áreas pantanosas tornando-as resistentes ao fogo!. (Their natural habitats are usually flooded with water for most of the year in these shallow, poorly drained lagoons where these trees thrive, which provide slow but steady flows of mineral-rich water, requiring relatively little oxygen, of which these trees get the nutrients needed to survive in a habitat that also protects them from fire outbreaks, although the existence of these trees themselves will favor those marsh areas making them resistant to fire)!.

…como somos curiosos, fomos procurar alguma informação e descobrimos algumas curiosidades, como por exemplo:

…a sua faixa nativa estende-se desde o sudeste do estado de Nova Jersey ao sul e oeste da Flórida, continuando para oeste até ao leste do estado do Texas e sudeste do estado de Oklahoma, também para o interior do rio Mississippi, nas antigas florestas, com algumas árvores com mais de 1.700 anos!. Todavia, as maiores remanescentes de estepes antigas estão aqui no estado da Flórida, em Corkscrew Swamp Sanctuary, perto da cidade de Naples!.

(As we are curious, we went to look for some information and we discovered some curiosities, as for example:

(Its native range stretches from southeastern New Jersey to southern and western Florida, continuing west to eastern Texas and southeastern Oklahoma, also into the Mississippi River, in the old forests, with some trees with more than 1,700 years!. However, the largest remnants of ancient steppes are here in the state of Florida at Corkscrew Swamp Sanctuary, near the city of Naples)!.

…continuando a nossa pesquisa, o espécime mais alto conhecido, existe perto de Williamsburg, no estado da Virgínia, que tem 44,11 m de altura, o mais robusto é conhecido no Refúgio Nacional da Vida Selvagem de Cat Island, perto de Baton Rouge, no estado da Louisiana, que tem um diâmetro na altura do peito de 521 cm., o espécime vivo mais antigo conhecido, está no Condado de Bladen, no estado da Carolina do Norte, que tem mais de 1.620 anos, tornando-se uma das plantas mais antigas da América do Norte!. (Continuing our research, the highest known specimen, exists near Williamsburg in the state of Virginia which is 44.11 m tall, the most robust being known at the Cat Island National Wildlife Refuge near Baton Rouge, Louisiana, which has a breast height of 521 cm, the oldest known living specimen, is in Bladen County, North Carolina, which is over 1,620 years old, one of the oldest plants in North America)!.

…embora existam espécimes estimados em aproximadamente 2.000 anos, em Sky Lake, no condado de Humphreys, no estado do Mississippi, todavia, a determinação precisa da idade é difícil, porque os núcleos de árvores mais antigas tornaram-se vazios!. (Although there are estimated specimens in approximately 2,000 years, in Sky Lake, Humphreys County, Mississippi. However, accurate age determination is difficult because the most old have become empty)!.

…continuando, agora já mesmo por pura curiosidade, no ano de 2012, mergulhadores descobriram uma floresta submersa a vários quilómetros da costa da cidade de Mobile, no estado do Alabama, a 18 metros de profundidade!. A floresta contém árvores que não podiam ser datadas com métodos de radiocarbono, uma vez que têm mais de 50.000 anos de idade, portanto, provávelmente viviam no intervalo glacial inicial da última era glacial!. A floresta contém árvores tão bem preservadas que, quando cortadas, ainda têm cheiro de cipreste fresco!. (Continuing, now even out of sheer curiosity, in the year 2012, divers discovered a submerged forest several miles off the coast of the city of Mobile, Alabama, 18 meters deep!. The forest contains trees that could not be dated with radiocarbon methods since they are over 50,000 years old, so probably lived in the initial glacial interval of the last ice age!. The forest contains trees so well preserved that, when cut, still smell fresh cypress)!.

Tony Borie, January 2019.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s