…Laredo!.

…Laredo!.

…quando crianças, frequentando o ensino primário, portanto já sabendo o significado das letras, lá na Europa, na escola primária da vila próxima da nossa aldeia do Vale do Ninho d’Águia, na encosta agreste da montanha do Caramulo, entre outras crianças companheiras, havia o Castanheira, filho do chefe da estação do Caminho de Ferro, que tinha vindo da cidade de Coimbra!. (As children, attending primary school, therefore already knowing the meaning of letters, there in Europe, in the primary school of the village near our village of Eagle’s Nest Valley, on the rugged slope of Caramulo mountain, among others fellow children, there was Castanheira, son of the head of the railway station, who had come from the city of Coimbra)!.

…no nosso tragecto para assistir às classes da escola, era obrigatório passar junto da já referida estação dos Caminhos de Ferro, e ele, o amigo Castanheira, entre outras “regalias”, como por exemplo pão com manteiga, oferecia-nos as figuras repetidas dos jogadores de futebol, que vinham junto com os rebuçados, que ele comprava na taverna do senhor Hugo, onde nós chegámos a ter quase uma caderneta completa, só nos faltando o “desassete” e o “carimbado” e, também passávamos algum tempo juntos, lendo aquelas histórias fascinantes dos livros aos quadradinhos, onde entravam alguns “heróis”, como o Buffalo Bill Cody, o Kit Carson, o Mandrake,o Príncepe Valente ou o Tarzan!. (In our course to attend the school classes, it was mandatory to pass by the aforementioned railway station, and he, the friend Castanheira, among other “perks”, such as bread and butter, offered us the repeated figures of the soccer players, who came along with the candies, which he bought at Mr. Hugo’s tavern, where we had almost a complete booklet, all we needed was the “disasset” and the “stamped”, and we also spent some time together, reading those fascinating comic book stories where some “heroes” came in, such as Buffalo Bill Cody, Kit Carson, Mandrake, Prince Brave or Tarzan)!.

…ficávamos ali deliciados com aquelas histórias e imagens e, a palavra “Laredo”, aparecia muitas vezes, onde os cowbóis faziam grandes lutas e até “duelos”, onde “Laredo” era uma cidade de fronteira sem lei, onde o Kit Carson, com duas grandes pistolas, matava todos os “bandidos” e “ladrões”, acabando sempre a afagar o seu cavalo, danda um beijo na rapariga bonita, que era salva no último minuto, pois ia presa dentro daquela “diligência”, que ia sem controle, quase a cair no precipício!. (We were delighted with those stories and images, and the word “Laredo” would often appear, where the cowboys fought big and even “duels”, where “Laredo” was a lawless border town, where the Kit Carson, with two large pistols, killed all the “bad guys” and “thieves”, always stroking his horse, giving a kiss to the pretty girl, who was saved at the last minute, because she was trapped inside that “diligence”, which I was out of control, almost falling over the cliff)!.

…com o passar dos anos, a palavra “Laredo”, pelo menos em pessoas da nossa geração, passou a ser sinónimo de um lugar de criminosos, mentirosos, ladrões, incendiários, assassinos, violadores, corruptos, de forças poderosas de malfeitores, ou seja, quando se quer dizer mal sobre qualquer coisa menos boa, que às vezes acontecem às populacões e as autoridades não interferem a tempo, diz-se, “hó, aquilo parece Laredo”, a tal cidade fronteiriça, violenta e sem lei!. (Over the years, the word “Laredo”, at least in people of our generation, has become synonymous with a place of criminals, liars, thieves, arsonists, murderers, rapists, corrupt, powerful forces of evildoers , that is, when you want to say bad about anything less good, that sometimes happen to the populations and the authorities do not interfere in time, it is said, “wow, that looks like Laredo”, this border city, violent and without law)!.

…mas a verdade é diferente, mesmo muito diferente!. Nós, aproveitando uma passagem pelo sul do estado do Texas, querendo clarificar a nossa curiosidade de enquanto crianças, viajando ainda um pouco mais para sul pela estrada número 35, fomos lá, caminhámos por lá, por esta cidade que, entre outras coisas é um dos pontos de travessia mais antigos da fronteira entre o México e os Estados Unidos, sendo mesmo o maior porto de entrada para os USA!. (But the truth is different, even very different!. We, taking advantage of a passage through the south of the state of Texas, wanting to clarify our curiosity as children, traveling a little further south on highway number 35, went there, walked there, through this city that, among other things is a of the oldest crossing points on the border between Mexico and the United States, being even the largest port of entry to the USA)!.

…antes de chegar à cidade de Laredo, ao longo da estrada, a partir do nordeste, vêem-se muitos “outdoors” (placas de anúncios) e, fixámos um que aparecia algumas vezes, que dizia, “Acredite em Laredo”!. (Before reaching the city of Laredo, along the road, from the northeast, there are many billboards (advertising signs) and we fixed one that appeared a few times, which said, “Believe in Laredo”)!.

…porquê?. Talvez porque, como costuma acontecer no sul do Texas, há mais do que aparenta ser, ou talvez mesmo porque, estatisticamente, é a mais pobre das 305 áreas metropolitanas do país, onde um terço das suas famílias se qualifica para cupons de alimentos, numa população onde mais de 95% é hispânica e, o espanhol é o idioma da rua e do lar!. (Why?. Perhaps because, as is often the case in South Texas, there is more than meets the eye, or perhaps because, statistically, it is the poorest of the nation’s 305 metropolitan areas, where a third of its families qualify for food stamps, in a population where more than 95% is Hispanic and Spanish is the language of the street and home)!.

…a cidade de Laredo, também é conhecida como “The Gateway City” e “The City Under Seven Flags” e, a sua economia é baseada no comércio internacional com o México, situando-se na margem norte do Rio Grande, no sul do Texas e, lembrando o seu passado como cidade de fronteira, tem a particularidade de exibir sete bandeiras, que são a Bandeira da República do Rio Grande, que agora é a bandeira da cidade, além das Seis Bandeiras do Texas e, como acima mencionámos, sendo cidade de fronteira, deu lugar a muitas e variadas lutas, nomeadamente pela sua estratégica localização!. (The city of Laredo is also known as “The Gateway City” and “The City Under Seven Flags” and its economy is based on international trade with Mexico, located on the north bank of Rio Grande, in the southern Texas and, remembering its past as a frontier city, it has the particularity of displaying seven flags, which are the Flag of the Republic of Rio Grande, which is now the flag of the city, in addition to the Six Flags of Texas and, as above we mentioned, being a border city, it gave rise to many and varied struggles, namely for its strategic location)!.

…foi fundada no ano de 1755, crescendo de uma vila para a capital da breve República do Rio Grande até o maior porto interior da fronteira México-USA, com uma população de origem predominantemente mexicana e, possui quatro pontes internacionais e uma ponte ferroviária sobre o Rio Grande, sendo hoje a décima cidade mais populosa do estado do Texas e a terceira mais populosa na fronteira México-USA, depois de San Diego, no estado da Califórnia, e El Paso, neste estado do Texas!. (Was founded in the year 1755, growing from a village to the capital of the brief Republic of Rio Grande to the largest inland port of the Mexico-USA border, with a population of predominantly Mexican origin and has four international bridges and one bridge Rio Grande, today the tenth most populous city in the state of Texas and the third most populous on the Mexico-USA border, after San Diego, California, and El Paso, Texas)!.

…lembrando o seu assentamento colonial europeu de Villa de San Agustin de Laredo, fundado no ano de 1755 por Don Tomás Sánchez Barrera, enquanto a área fazia parte da região de Nuevo Santander, na colônia espanhola da Nova Espanha, onde a então Villa de San Agustín de Laredo recebeu o nome de Laredo, que existe na Cantábria, em Espanha, e em homenagem a Santo Agostinho de Hipona!. Em 1840, Laredo era a capital da República independente do Rio Grande, criada em oposição a Antonio López de Santa Anna, que a conquistou de volta ao México, pela força militar!. (Recalling its European colonial settlement of Villa de San Agustin de Laredo, founded in 1755 by Don Tomás Sánchez Barrera, while the area was part of the Nuevo Santander region, in the Spanish colony of New Spain, where the then Villa de San Agustín de Laredo received the name Laredo, which exists in Cantabria, Spain, and in honor of Saint Augustine of Hippo!. In 1840, Laredo was the capital of the independent Republic of Rio Grande, created in opposition to Antonio López de Santa Anna, who conquered it back to Mexico, by military force)!.

…seis anos depois, em 1846, durante a Guerra Mexicano-Americana, a cidade foi ocupada pelos Texas Rangers, onde após a guerra, no Tratado de Guadalupe-Hidalgo, cedeu a terra aos Estados Unidos!. (Six years later, in 1846, during the Mexican-American War, the city was occupied by the Texas Rangers, where after the war, in the Treaty of Guadalupe-Hidalgo, it ceded the land to the United States)!.

…um referendo foi realizado na cidade, que votou a favor do governo militar americano, então responsável pela área, para devolver a cidade ao México!. No entanto, esta petição foi rejeitada e, muitos que estavam na região por gerações, atravessaram o rio e entraram em território mexicano, onde fundaram a cidade de Nuevo Laredo!. (A referendum was held in the city, which voted in favor of the US military government, then in charge of the area, to return the city to Mexico!. However, this petition was rejected and many, who had been in the region for generations, crossed the river and entered Mexican territory, where they founded the city of Nuevo Laredo)!.

…e claro, outros, especialmente donos de terras originais no lado norte do rio Grande permaneceram, tornando-se texanos no processo!. Três anos depois, em 1849, o Exército dos Estados Unidos estabeleceu o Fort McIntosh, originalmente Camp Crawford e mais três anos depois, por volta do ano de 1852, foi nomeada como a cidade de Laredo, tal como hoje é conhecida!. (And of course others, especially original landowners on the north side of the Rio Grande remained, becoming Texans in the process!. Three years later, in 1849, the United States Army established Fort McIntosh, originally Camp Crawford, and another three years later, around 1852, it was named as the city of Laredo, as it is now known)!.

…como acima explicámos, Laredo é a única cidade do Texas a voar sob sete bandeiras, enquanto a maioria dos texanos conhece as seis bandeiras que voam sobre o Texas, representando os seis países que no passado tiveram soberania sobre todo ou parte deste estado, todavia, Laredo é a única cidade a ter sete!. Porquê sete?, A sétima bandeira, unida às outras seis representando Espanha, França, México, República do Texas, Estados Confederados da América e Estados Unidos da América, e claro, a sétima representa a República do Rio Grande, de vida curta!. (As we explained above, Laredo is the only city in Texas to fly under seven flags, while most Texans know the six flags flying over Texas, representing the six countries that in the past had sovereignty over all or part of this state However, Laredo is the only city to have seven!. Why seven?. The seventh flag, joined to the other six representing Spain, France, Mexico, Republic of Texas, Confederate States of America and United States of America, and of course, the seventh represents the Republic of Rio Grande, of short life)!.

…e nós, também experimentámos a comida mexicana aqui em Laredo, mas com algum cuidado, pois a tradição e ingredientes locais, e claro, o que poderíamos esperar, como cidade vizinha do México, onde as tais tradições da região nos oferecem “kekas”, que são umas empanadas dentro de uma quesadilla, ou as toupeiras, o chile relleno, as enchiladas, o pozole e mais comida autêntica mexicana, servida onde realmente não podemos dar por o tempo mal empregue, não importando o que quer que pedimos para comer!. (And we also tried Mexican food here in Laredo, but with some care, because the local tradition and ingredients, and of course, what we could expect, as a neighboring city in Mexico, where such regional traditions offer us “kekas”, which are empanadas inside a quesadilla, or moles , chile relleno, enchiladas, pozole and more authentic mexican food, served where we really cannot give up for the time misused, no matter what we ask to eat)!.

…continua uma cidade de fronteira, onde sobressaiem alguns edifícios de estilo antigo, como por exemplo a Casa Ortiz, concluída no ano de 1830, apreciada como parte do Centro Histórico de Laredo, sendo registrada como um marco histórico do Texas!. Esta casa em si tem uma história muito interessante, tendo sido um local de descanso para amigos e familiares e um local para reuniões políticas, acreditando-se também que tenha sido o centro das brigas de armas com os nativos americanos e, ao mesmo tempo, era um refúgio para o clero católico, havendo rumores de que nesta casa também tenha sido enterrado ouro!. (Remains a frontier city, where some old style buildings stand out, such as Casa Ortiz, completed in 1830, appreciated as part of the Historic Center of Laredo, being registered as a Texas historic landmark!. This house itself has a very interesting history, having been a resting place for friends and family and a place for political meetings, also believed to have been the center of gun fights with Native Americans and, at the same time, it was a refuge for the Catholic clergy, and it is rumored that gold was also buried in this house)!.

…andando por aqui, os nomes de ruas do centro de Laredo, que correm de leste a oeste, têm o nome de generais americanos e mexicanos, e os nomes se alternam!. (Walking around here, the street names of downtown Laredo, which run from east to west, are named after American and Mexican generals, and the names alternate)!.

…sim, é verdade!. Quando os moradores dizem “Streets of Laredo”, eles não se estão referindo ao filme ocidental de 1949, estrelado por William Holden, ou ao romance ocidental de Larry McMurtry ou à música escrita por Frank H. Maynard, eles estão falando sobre os nomes reais destas ruas!. (Yes it’s true!. When residents say “Streets of Laredo”, they are not referring to the 1949 western movie starring William Holden, or Larry McMurtry’s western novel or music written by Frank H. Maynard, they are talking about real names of these streets)!.

…hoje, continua como cidade de fronteira mas, é bom por ela caminhar, longe das histórias fascinantes, que em crianças lia-mos nos livros aos quadradinhos, na companhia do amigo Castanheira, lá na encosta agreste da montanha do Caramulo, na Europa de então!. (Today, it continues as a frontier city, but it is good for it to walk, far from fascinating stories, which we read in children’s books in the square, in the company of our friend Castanheira, there on the rough slope of the Caramulo mountain, in Europe then)!.

Tony Borie, February 2020!.

One thought on “…Laredo!.

  1. Grande Tony Bela história, como sempre é muito bem recebida por mim caro amigo. Estás escrevendo muito bem, quando escreveste sobre mim, mostrei a meu filho e a minha filha, que é professora de Filosofia e Psicologia, que gostaram e acrescentaram que estava muito bem escrito. Parabens e continua meu amigo Um abração do Roger

    Tony Borie – Pieces of my life escreveu no dia sábado, 8/02/2020 à(s) 11:15:

    > tonisaborie posted: “…Laredo!. …quando crianças, frequentando o ensino > primário, portanto já sabendo o significado das letras, lá na Europa, na > escola primária da vila próxima da nossa aldeia do Vale do Ninho d’Águia, > na encosta agreste da montanha do Caramulo, entre” >

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s