…vieram ver-nos no sul!. (…they came to see us in the south)!.

…acreditamos quanto importante é aos nossos filhos e netos saberem sobre o seu país, o estado das comunidades onde vivem ou por aqui na Flórida quando nos visitam, tal como foram os tempos dos seus pais ou avós quando eram jovens!. Mas… nos últimos tempos, não sabemos o que lhes dizer, pois tem havido tantas coisas más em todo o mundo, principalmente com a chegada dessa maldita pandemia “coronavírus19”, que até já se tornou para nós um sacrifício assistir aos noticiários da comunicação social!. 

(…we believe how important it is for our children and grandchildren to know about their country, the state of the communities where they live or around here in Florida when they visit us, just like the times of their parents or grandparents when they were young!. But… lately, we don’t know what to say to them, as there has been so much bad stuff around the world, especially with the arrival of this damned “coronavirus19” pandemic, which has even become a sacrifice for us to watch the news Social Communication)!.

…é demais!. Países inteiros contaminados e sem oportunidade de vacinar as pessoas adultas e agora até os jovens, que infelizmente começaram também a estar contaminados!. Alguns países endividam-se, até já falam em “triliões de dolares no seu passivo”, que deve de ser uma quantia exorbitante, talvez um combóio ou dois de dinheiro, que as segundas ou terceiras gerações irão talvez pagar!. Existem tiroteios aqui e ali, chuvas torrenciais na Europa, enfim…, as notícias estão cheias de coisas más que os humanos fazem uns aos outros, e claro, isto confunde a nossa mente!.

(…it’s awesome!. Entire countries contaminated and with no opportunity to vaccinate adults and now even young people, who unfortunately have also begun to be contaminated!. Some countries get into debt, they even talk about “trillions of dollars in their liabilities”, which must be an exorbitant amount, maybe a train or two of money, that the second or third generations will perhaps pay! There are shootings here and there, torrential rains in Europe, anyway…, the news is full of bad things that humans do to each other, and of course, it boggles our minds)!.

…mente que com a presença dos netos, ainda vai lembrando o tempo de quando éramos jovens, onde a maioria de nós, sabíamos, conhecíamos quase todas as pessoas da nossa comunidade, ou seja, da nossa aldeia, com quem convivíamos, com quem brincávamos, contra quem por vezes lutávamos e porquê!. E depois havia a questão da confiança!. Nós em crianças, confiávamos naquilo que os mais velhos nos diziam, acreditávamos, cada palavra que nos diziam era a verdade e nada além da verdade, pelo menos era assim que a maioria de nós pensava!.

(…mind that with the presence of grandchildren, he still remembers the time when we were young, when most of us, we knew, knew almost everyone in our community, that is, in our village, with whom we lived, with whom we played , against whom we sometimes fought and why!. And then there was the issue of trust!. As children, we trusted what our elders told us, we believed, every word we were told was the truth and nothing but the truth, at least that’s how most of us thought)!

…hoje, não conseguimos sequer imaginar como serão para os nossos netos as lembranças dos seus avós, como serão os seus livros de história!. Provavelmente nem haverá livros!. Imaginamos que eles farão tudo “online”, pois passam quase todo o seu tempo livre na frente de um computador ou marcando números e letras nesses telefones modernos, onde já não sabemos em que geração agora vai, porque quase todos os meses chega um telefone melhor e mais completo do que o anterior, e claro, vai ocupando cada vez mais e mais, o seu cérebro!.

(…today, we can’t even imagine what the memories of their grandparents will be like for our grandchildren, what their history books will be like!. There probably won’t even be books! We imagine that they will do everything “online”, as they spend almost all their free time in front of a computer or dialing numbers and letters on these modern phones, where we no longer know which generation they are going to, because almost every month a better phone arrives. and more complete than the previous one, and of course, it will occupy your brain more and more)!.

…e nós os avós, queremos ser o exemplo?. Mas como e de que maneira?.

(…and we grandparents want to be the example?. But how and in what way)?.

…infelizmente ou felizmente, somos de uma época em que quase todos os nossos amigos eram jovens e saudáveis, andávamos “cá fora”, ao sol e à chuva, ​​cavalgando em brincadeiras que envolviam esforço físico, quase sempre em contacto com a natureza!. Não havia telefones celulares e a nossa aldeia era tão pequena que nem sequer havia luz eléctrica!.

(…unfortunately or fortunately, we come from a time when almost all our friends were young and healthy, we used to walk “outside”, in the sun and rain, riding in games that involved physical effort, almost always in contact with nature !. There were no cell phones and our village was so small that there was not even electricity)!.

…passávamos horas brincando, uma vez, até pegámos na roupa íntima de  uma vizinha “coscuvilheira”, que estava secando junto ao lavadouro comunitário que existia no ribeiro que passava ao fundo do vale onde existia a nossa aldeia, e fomos pendurá-la numa árvore, num local que era passagem obrigatória!. Devíamos ter feito essas coisas?. Claro que não!. Hoje faríamos de novo?. Claro que não!. Mas infelizmente ou felizmente, tal como acima já mencionámos, não temos mais 8 ou 10 anos!. 

(…we spent hours playing, once, we even picked up the underwear of a neighbor “coscuvilheira”, which was drying next to the community washing plant that existed in the stream that passed to the bottom of the valley where our village existed, and we went to hang it on a tree , in a place that was a mandatory stop!. Should we have done these things? Of course!. Would we do it again today? Of course!. But unfortunately or fortunately, as we mentioned above, we are no longer 8 or 10 years old)!.

…na verdade, olhando para trás, foi uma época divertida e de alguma inocência!. Os nossos amigos e nós, às vezes pensávamos que éramos realmente selvagens e, pelo que hoje vimos os nossos netos fazerem, éramos tão selvagens, talvez ainda um pouco mais do que “o cavalo do John Wayne quando corria pelas pradarias desertas do oeste”!.

(…actually, looking back, it was a fun time and some innocence!. Our friends and we sometimes thought we were really wild and, from what we saw our grandchildren do today, we were so wild, maybe even a little more than “John Wayne’s horse when he ran through the deserted prairies of the west”)!.

…os nossos netos visitaram-nos!. Pode haver nuvens, chuva ou céu azul que não importa, porque tudo é tão bonito!. Tirámos uma série de fotos deles, crescendo mais rápido do que as “ervas daninhas” que teimam em crescer à volta da casa!. São crianças que adoramos mais do que um lindo pôr do sol aqui na Flórida, mas sabemos que dar conselhos a eles é quase como querer puxar a capa ao “Super Homem” ou mesmo tirar a máscara daquele cavaleiro a que chamam “Zorro”, que aparecem nos filmes, agora em desenhos “online” que eles vêm e adoram!. E claro, dar conselhos não solicitados, especialmente a adolescentes, sabemos que é quase inútil!.

(…our grandchildren visited us!. There may be clouds, rain or blue sky that doesn’t matter, because everything is so beautiful!. We took a series of pictures of them, growing faster than the “weeds” that insist on growing around the house!. They are children that we love more than a beautiful sunset here in Florida, but we know that giving them advice is almost like wanting to pull the cape on “Superman” or even take off the mask of that knight they call “Zorro”, who appear in movies, now in “online” cartoons that they come and love!. And of course, giving unsolicited advice, especially to teenagers, we know is almost useless)!.

…todavia, a menos que alguém da família conte as suas histórias, elas se vão perdendo e, quando as histórias da família se perdem, um pedaço da alma e da identidade da família também se perde, assim, transmitindo as histórias da família é um presente precioso que os avós podem dar aos seus netos, porque vão descobrindo quem são e de onde vieram, adquirindo um sentimento de pertença e desenvolvendo um orgulho, que sem quallquer dúvida os vai tornar no futuro, mais pessoas de família!.

(…however, unless someone in the family tells their stories, they get lost, and when family stories get lost, a piece of the family’s soul and identity is also lost, so transmitting family stories is a A precious gift that grandparents can give their grandchildren, as they discover who they are and where they came from, acquiring a sense of belonging and developing pride, which without any doubt will make them more family members in the future)!.

…e nós, continuamos a contar-lhes algumas histórias, fazendo o nosso melhor, indo por aqui vivendo uma vida que mostre a eles por meio de exemplo, o que a maturidade é, e que viver em paz é dez vezes mais poderoso do que lhes dizer o que devem fazer, tal como “se temos saúde, temos tudo”!. São pequenas coisas, que se tornam num monte de coisas que, quanto mais velhos vamos ficando, mais as podemos afirmar, e claro, “os avós continuam a ser exemplos”!.

(…and we, we continue to tell them some stories, doing our best, going around here living a life that shows them by example, what maturity is, and that living in peace is ten times more powerful than tell them what to do, such as “if we are healthy, we have everything”! These are small things, which become a bunch of things that, the older we get, the more we can affirm them, and of course, “grandparents continue to be examples”!).

Tony Borie Sécuo XXI. (Tony Borie 21st Century).

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s