…to North by Northwest, 2022 (9)

…viajando sentimos alguma tranquilidade!. Sim, tranquilidade ao apreciar um trecho de estrada deserta ou um qualquer pássaro ou animal selvagem rodeado de folhas verdes ou secas, duma qualquer árvore que nasceu ao lado dessa estrada deserta ou de um rio com água revoltosa e enlameada, limpa ou brilhante, que corre suave num verdejante vale ou revoltoso entre pedras de uma qualquer montanha, em direção ao mar!.

(…travelling, we feel some tranquility!. Yes, tranquility when enjoying a stretch of deserted road or any bird or wild animal surrounded by green or dry leaves, any tree that grew up next to that desert road or a river with turbulent and muddy water, clean or shiny, that flows smooth in a green valley or revolting between rocks of any mountain, towards the sea)!.

…tal como fizémos nestes últimos dias da nossa viajem pelo norte e oeste, porque agora sim, viajamos em direcção ao mar Atlântico, ou seja à nossa Flórida, no entanto continuamos a parar aqui e ali, nem que seja para apreciar um qualquer conjunto de cores violeta, azul, verde, amarelo, laranja ou vermelho, em qualquer lugar ou em qualquer pôr do sol!.

(…just as we did in these last days of our journey through the north and west, because now we are traveling towards the Atlantic sea, that is to say our Florida, however we continue to stop here and there, even if it is to appreciate any set of violet, blue, green, yellow, orange or red colors, anywhere or at any sunset)!.

…continuando com o relato da nossa viajem, pela manhã, depois de comprar alguns géneros alimentícios para sobrevivência na estrada, deixámos a cidade lendária da “Route 66” que dá pelo nome de Kingman, ainda no estado do Arizona que é uma cidade no Condado do Mohave com muito movimento, hoteis, restaurantes, praças comerciais, mas sempre preservando a imagem de tudo o que respeita à famosa estrada 66!.

(…continuing with the story of our trip, in the morning, after buying some groceries for survival on the road, we left the legendary city of “Route 66” that goes by the name of Kingman, still in the state of Arizona which is a city in the County Mohave with a lot of movement, hotels, restaurants, commercial squares, but always preserving the image of everything that concerns the famous “Route 66”)!.

…entrando nós na estrada rápida I-40 no sentido leste, estrada esta que segue paralela em quase toda a sua extenção à lendária “Route 66” neste estado do Arizona, que seguiu o seu trajecto, com alguns letreiros de saídas para as “vias dos trilhos antigos”, ou seja, para uma qualquer das vias cénicas da histórica “Route 66”, que ao passar pelas pequenas vilas ou aldeias, não são mais do que estradas de fachada!. 

(…entering the fast road I-40 towards the east, a road that runs parallel for almost all of its length to the legendary “Route 66” in this state of Arizona, which followed its route, with some exit signs for the “lanes from the old trails”, that is, to any of the scenic routes of the historic “Route 66”, which, when passing through small towns or villages, are nothing more than facade roads)!.

…já algumas vezes fizémos o percurso da “Route 66”, em algumas partes até nos dois sentidos, assim somos um pouco “veteranos” que, partindo da Adams Street, na cidade de Chicago, estado de Illinois, através dos estados de Missouri, Kansas, Oklahoma, Texas, Novo México e Arizona, seguimos todo o seu trajecto, antes de terminar na Santa Monica Pier, no Condado de Los Angeles, Califórnia, cobrindo o seu um total de 2.448 milhas (3.940 km)!.

(…we have already traveled the “Route 66”, in some parts even in both directions, so we are a bit “old-timers” who, starting from Adams Street, in the city of Chicago, Illinois, through the states of Missouri, Kansas, Oklahoma, Texas, New Mexico and Arizona, we followed its entire route, before ending up at Santa Monica Pier, in Los Angeles County, California, covering a total of 2,448 miles (3,940 km)!.

…mas, existe sempre algo que ainda não foi apreciado ao pormenor e foi o que tentámos fazer!. Porquê?. Porque, a “Route 66” serviu como rota principal para aqueles que migraram para o oeste, especialmente durante o ‘“Dust Bowl dos anos 30” e a estrada sustentava as economias das comunidades pelas quais passava, onde as pessoas que faziam negócios ao longo da rota tornaram-se prósperas devido à crescente popularidade da estrada e essas mesmas pessoas mais tarde lutaram para manter a estrada viva, diante da crescente ameaça de serem ignoradas pelo novo sistema de Estradas Rápidas interestaduais!. 

(…but, there is always something that has not yet been appreciated in detail and that is what we tried to do!. Because?. Because, “Route 66” served as the main route for those who migrated westward, especially during the “Dust Bowl of the 1930s” and the road supported the economies of the communities it passed through, where people doing business along the route became thriving due to the road’s growing popularity and these same people later struggled to keep the road alive, in the face of the growing threat of being ignored by the new system of Interstate Fast Roads)!.

…continuando e desviando-nos aqui e ali da estrada rápida I-40, parámos por algum tempo na cidade de Seligman, que em certa época ficou conhecida como o “Berço da Histórica Route 66”, no entanto hoje, Seligman abriga inúmeras lojas de presentes, restaurantes e vários pequenos motéis, sendo realmente um passo para trás no tempo!. Existem por aqui muitas lembranças históricas interessantes que se podem comprar em lojas pitorescas e bem abastecidas, onde ao mesmo tempo se pode mergulhar na “histórica Route 66”, e claro, numa aconchegante e pequenina cidade!.

(…continuing and detouring here and there from the fast road I-40, we stopped for a while in the town of Seligman, which at one time became known as the “Birthplace of Historic Route 66”, however today, Seligman is home to numerous boutique shops. gifts, restaurants and several small motels, really being a step back in time!. There are many interesting historical souvenirs here that you can buy in picturesque and well-stocked stores, where at the same time you can dive into the “historic Route 66”, and of course, in a cozy and small town)!.

…Seligman experimentou o seu verdadeiro apogeu após a Segunda Guerra Mundial quando do movimento, principalmente de ex-IGs e suas famílias, para ingressar no crescente mercado de trabalho da Califórnia e, não só de ex-IGs como também para as famílias de agricultores que escapavam do “Dust Bowl dos anos 30”, tornando a “histórica Route 66” no “Caminho de Voo” e alguém a baptizou como a “Mother Road”, carregando esse apelido desde então, registando esse êxodo monumental que foi um movimento de massas dos humanos na história desta nação!.

(…Seligman experienced his true heyday after World War II when the movement, primarily by ex-IGs and their families, to enter California’s growing job market, and not just ex-IGs but the farming families who escaped the “Dust Bowl of the 30s”, turning the “historic Route 66” into the “Flight Path” and someone christened it the “Mother Road”, carrying that nickname ever since, recording that monumental exodus that was a mass movement of humans in the history of this nation)!.

…voltámos à estrada rápida I-40 por algum tempo desviando-nos de novo em na cidade de Ash Fork, que orgulhosamente se proclamou “A Capital da Laje do Mundo”, devido ao grande número de pedreiras, onde algumas ainda estão em actividade!. Passando pela avenida principal designada como “Route 66”, verificámos que algumas casas de negócio, talvez do início dos anos 1900 já se foram, mas alguns dos edifícios da década de 1940 sobreviveram e estão lá!. 

(…we returned to the fast road I-40 for a while, detouring back into the town of Ash Fork, which has proudly proclaimed itself “The Slab Capital of the World”, due to the large number of quarries, some of which are still in operation!. Passing through the main avenue designated as “Route 66”, we found that some business houses, perhaps from the early 1900s, are gone, but some of the buildings from the 1940s have survived and are there)!.

…a história diz-nos que Ash Fork é um excelente exemplo de uma pequena cidade que sofreu muitos contratempos ao longo dos anos, mas foi sempre sobrevivendo e exemplo disto é que, começou como uma cidade ferroviária na década de 1880, um incêndio queimou a pequena cidade em meados da década de 1890, mas o seu processo de reconstrução começou e mais tarde, sendo atravessada durante o início da era das viagens de automóvel, beneficiou de uma prosperidade económica renovada, tornando-se uma paragem muito importante da hoje “histórica Route 66”!. 

(…history tells us that Ash Fork is an excellent example of a small town that has suffered many setbacks over the years, but has always survived and an example of this is that, starting as a railroad town in the 1880s, a fire burned down the small town in the mid-1890s, but its rebuilding process began and later, being traversed during the early age of car travel, it benefited from renewed economic prosperity, making it a very important stop in today’s “historic Route 66”)!.

…e continuando, parámos de novo e por algum tempo, na cidade Winslow, Arizona, que é o local do famoso parque “Standin’ on the Corner”, popularizado pela música “Take It Easy” cantada pelos Eagles!. Esta escultura, tal como o mural são uma atração imperdível e histórica, e claro, uma oportunidade para fotos!.

(…and continuing, we stopped again and for a while, in the city of Winslow, Arizona, which is the site of the famous park “Standin’ on the Corner”, popularized by the song “Take It Easy” sung by the Eagles!. This sculpture, like the mural, are a must-see and historic attraction, and of course, a photo opportunity!.

…Winslow também é o local do Memorial 9-11, construído com duas vigas recuperadas das torres do World Trade Center em Nova York!. Esta área foi dedicada em 11 de setembro de 1999, como uma homenagem à canção memorável da década de 1970, que fez de Winslow, Arizona, uma cidade para cantar na hoje famosa e histórica “Route 66”.

(…Winslow is also the site of the 9-11 Memorial, built with two beams salvaged from the towers of the World Trade Center in New York!. This area was dedicated on September 11, 1999, as a tribute to the memorable song of the 1970s that made Winslow, Arizona, a city to sing on the now famous and historic “Route 66”).

…não nos querendo alongar, a música “Take It Easy” foi escrita por Jackson Browne e Glenn Frey e gravada pelos Eagles!.  O “Standin’ on the Corner Park” apresenta um mural de dois andares e uma estátua de bronze, estimando-se que mais de 100.000 visitantes venham a esta esquina a cada ano!.

(…not wanting to stretch us out, the song “Take It Easy” was written by Jackson Browne and Glenn Frey and recorded by the Eagles!. The “Standin’ on the Corner Park” features a two-story mural and a bronze statue, it is estimated that more than 100,000 visitors come to this corner each year)!.

…voltámos à estrada rápida I-40, voltando a sair na cidade de José, que simplesmente é o assentamento Mórmon mais antigo do Arizona e, um dos pontos mais turísticos da hoje histórica “Route 66” nesta pequena cidade é o “Ella’s Frontier Trading Post” na Main Street, onde também se pode ainda ver o Old Fort Marker, o antigo Pacific Motel e o Mural at Old Garage!.

(…we returned to the fast road I-40, exiting again in the city of José, which is simply the oldest Mormon settlement in Arizona and, one of the most touristic points of the now historic “Route 66” in this small town is “Ella’s Frontier Trading” Post” on Main Street, where you can also see the Old Fort Marker, the old Pacific Motel and the Mural at Old Garage)!.

…e, viajando um pouco para o sul podemos visitar a Ponte Histórica!, tal como um pouco antes de entrar nesta cidade vimos o grande painel publicitário e o “Jack Rabbit Trading Post”, que nos dizem para parar e visitar, o que desta vez não fizémos!. 

(…and, traveling a little to the south, we can visit the Historic Bridge!, just as just before entering this city we saw the big advertising board and the “Jack Rabbit Trading Post”, which tell us to stop and visit, what about this time we didn’t)!.

…o dia já ia longo, já passava do meio dia, no entanto estava no nosso roteiro visitar o Parque Nacional da Floresta Petrificada, assim abandonámos de novo a estrada rápida I-40, saindo na cidade de Holbrook, Arizona, parando na relíquia histórica da “Route 66”, que é o “Wigwam Motel”!.

(…the day was already long, it was past noon, however it was on our itinerary to visit the Petrified Forest National Park, so we left the I-40 fast road again, leaving in the city of Holbrook, Arizona, stopping at the historic relic from “Route 66”, which is the “Wigwam Motel”!).

…que é um motel com 15 barracas de concreto e aço, onde originalmente havia um posto de gasolina!. Estas unidades individuais são chamadas de “wigwams”, não “quartos” ou “tendas” ou “cabanas” e em cada unidade há um pequeno banheiro com pia, vaso sanitário e chuveiro, sendo os móveis de nogueira restaurados originais, duas camas de casal, TV via satélite e ar condicionado montado na janela e para manter a autenticidade da restauração, não há telefones ou máquina de gelo!.

(…which is a motel with 15 concrete and steel tents, where there was originally a gas station!. These individual units are called “wigwams”, not “rooms” or “tents” or “cabins” and in each unit there is a small bathroom with sink, toilet and shower, with the original restored walnut furniture, two double beds , satellite TV and window mounted air conditioning and to maintain the authenticity of the restoration, there are no phones or ice machine)!.

…também existem por aqui automóveis antigos restaurados da década de 1960 e anteriores, pequenos bancos de metal verde gravados com as palavras “Wigwam Village #6”, também estão espalhados por todo este complexo e, perto do balcão de registro há uma pequena sala que contém muitas  recordações, incluindo uma coleção de madeira petrificada!.

(…there are also restored vintage automobiles from the 1960s and earlier, small green metal benches engraved with the words “Wigwam Village #6” are also scattered throughout this complex, and near the registration desk is a small room that contains many memorabilia, including a petrified wood collection)!.

…continuando, querendo visitar o Parque Nacional da Floresta Petrificada, entrámos numa estrada com uma ainda linha de postes telefónicos que marca o leito da hoje histórica “Route 66” dentro deste parque!. Estes vestígios de um velho leito de estrada com estes postes telefónicos já desgastados, marcam o caminho da famosa “Rua Principal da América” e, o Parque Nacional da Floresta Petrificada é o único parque do Sistema de Parques Nacionais que contém uma secção da “Route 66”!.

(…continuing, wanting to visit the Petrified Forest National Park, we entered a road with a line of telephone poles that marks the bed of the now historic “Route 66” within this park!. These vestiges of an old roadbed with these telephone poles already worn, mark the path of the famous “Main Street of America” ​​and the Petrified Forest National Park is the only park in the National Park System that contains a section of the “Route 66”)!.

…tudo isto é impressionante porque o Parque Nacional da Floresta Petrificada fica na fronteira entre o condado de Apache e o condado de Navajo, no nordeste do Arizona e, é conhecido pelos seus fósseis, especialmente de árvores caídas que viveram no Triássico Superior da era Mesozóica, cerca de 225 a 207 milhões de anos atrás!. Durante esse período, a região que hoje é o parque ficava perto do equador na borda sudoeste do supercontinente Pangeia, e o seu clima era úmido e subtropical!.

(…this is all impressive because the Petrified Forest National Park straddles the border between Apache County and Navajo County in northeastern Arizona and is known for its fossils, especially of fallen trees that lived in the Upper Triassic of the Mesozoic era , about 225 to 207 million years ago!. During that period, the region that is now the park was close to the equator on the southwest edge of the supercontinent Pangea, and its climate was humid and subtropical)!.

…o que mais tarde se tornou o nordeste do Arizona, que era uma planície baixa ladeada por montanhas ao sul e sudeste e um mar a oeste!. Os riachos que fluem pela planície a partir das terras altas depositaram sedimentos inorgânicos e matéria orgânica, incluindo árvores, bem como outras plantas e animais que entraram ou caíram na água!. No entanto, embora a maior parte da matéria orgânica se decomponha rapidamente ou seja comida por outros organismos, algumas são enterradas tão rapidamente que permanecem intactas e podem se tornar fossilizadas!.

(…what later became northeast Arizona, which was a low plain flanked by mountains to the south and southeast and a sea to the west!. The streams flowing across the plain from the highlands deposited inorganic sediments and organic matter, including trees, as well as other plants and animals that entered or fell into the water!. However, while most organic matter decomposes quickly or is eaten by other organisms, some are buried so quickly that they remain intact and can become fossilized)!.

…mais palavras para quê?. Nós, que por diversas vezes mencionamos que “perante diversos cenários nos tornamos em contadores de histórias”, aqui, depois de caminhar, observar, tocar, e claro, fotografar todo este maravilhoso cenário, só nos resta mencionar o que dizem os diversos letreiros que frequentemente nos aparecem, que mencionam “Collecting Petrified Wood is prohibited”, (É proibido colectar madeira petrificada)!. E para quê?. Carregar connosco tantos milhões de anos!.

(…more words for what?. We, who have mentioned several times that “in the face of different scenarios we become storytellers”, here, after walking, observing, touching, and of course, photographing all this wonderful scenery, we only have to mention what the various signs that “Collecting Petrified Wood is prohibited”!. And for what?. Carry with us so many millions of years)!.

…o dia já ia longo quando atravessámos a fronteira para o estado de Novo México, acampando num Parque de RV, lembrando a hoje histórica “Route 66”, também conhecida como Will Rogers Highway, a Main Street of America ou a Mother Road, que foi uma das estradas originais no sistema de estradas dos EUA, que ajudou a transformar o oeste americano de uma fronteira isolada em uma região economicamente vital, tornando-a acessível a qualquer pessoa que viajasse de carro!. 

(…the day was already long when we crossed the border into the state of New Mexico, camping in an RV Park, remembering the now historic “Route 66”, also known as Will Rogers Highway, the Main Street of America or the Mother Road, which It was one of the original roads in the US road system, which helped transform the American West from an isolated frontier into an economically vital region, making it accessible to anyone traveling by car)!.

Tony Borie, Século XXI. (Tony Borie, 21st Century). 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s