…caminho da água!. (Water Trail)!.

…nos últimos anos, periódicamente fazemos o “trail da água”, que é como carInhosamente chamamos a um pequeno circuito composto pela praia e pelas ondas de água salgada do oceano Atlântico, onde por vezes alguns golfinhos tendem em aparecer!. E caminhando, umas vezes dentro d’água, outras pela areia, passamos por um canal entre duas ilhas barreira e o continente, ligando o Oceano Atlântico e o extremo sul do Rio Matanzas, que é o paraíso de muitas aves selvagens!.

…in recent years, we periodically make the “water trail”, which is how we affectionately call a small circuit made up of the beach and the salt water waves of the Atlantic Ocean, where sometimes some dolphins tend to appear!. And walking, sometimes in the water, sometimes on the sand, we pass through a channel between two barrier islands and the mainland, connecting the Atlantic Ocean and the southern end of the Matanzas River, which is a paradise for many wild birds!.

…o nome da praia, para muitas pessoas não é lá muito bonito!. Chama-se Matanzas?. Matanzas, é uma área onde desagua o Rio Matanzas, cuja entrada não é estabilizada por molhes e, o governo federal, não deixa fazer obras, colocar pedras ou fazer molhes de protecção, por tal, a configuração da praia e sua área, modifica-se conforme as tempestades tropicais por aqui passam, formando pequenos lagos, outras vezes extensos areais, outras vezes derrubando árvores que, por aqui ficam segurando as dunas de areia, cujas raíses voltam a florescer, criando uma vegetação que poderá viver por anos, ou só até à próxima tempestade tropical!.

…the name of the beach, for many people it is not very beautiful!. Is it called Matanzas?. Matanzas, is an area where the Matanzas River flows, whose entrance is not stabilized by breakwaters and, the federal government, does not allow works to be carried out, to place stones or to build protection breakwaters, therefore, the configuration of the beach and its area, modified if as the tropical storms pass through here, forming small lakes, sometimes extensive sandy beaches, sometimes knocking down trees that, around here, are holding the sand dunes, whose roots flourish again, creating a vegetation that can live for years, or just until the next tropical storm!.

…neste momento o ascesso à praia está fechado para se reparar os estragos feitos nas dunas e nos passadiços, pela Tempestade Tropical Nicole, de Novembro passado,que evoluiu para a categoria de furacão antes de atingir a nossa costa Atlântica!. Assim, entramos e saímos pelo lado da baía do Rio Matanzas, que como acima já explicámos, usufruímos de uma vista previlegiada!.

…at this time, access to the beach is closed to repair the damage done to the dunes and walkways by Tropical Storm Nicole, last November, which evolved into a hurricane before reaching our Atlantic coast!. So, we enter and exit on the side of the bay of the Matanzas River, which, as we explained above, we enjoy a privileged view!.

…caminhando devagar, passámos por baixo da ponte, fomos ver a praia, ver a cor da água salgada que se enrola, formando pequenas ondas que deslizam até às dunas de areia!. O céu azul, proporciona um cenário digno de um quadro pintado, demonstrando que ainda existe “natureza”, alguma selvagem, onde as aves de arribação, que começam a deslocar-se para sul, fazem deste maravilhoso local, que é a entrada no continente do Rio Matanzas, num dos sítios mais deslumbrantes e naturais da costa Atlântica, no estado da Flórida!.

…walking slowly, we passed under the bridge, went to see the beach, see the color of the salt water that curls up, forming small waves that slide to the sand dunes!. The blue sky provides a scenario worthy of a painted painting, demonstrating that there is still “nature”, some wild, where the birds of passage, which are starting to move south, make this wonderful place, which is the entrance to the continent from the Matanzas River, in one of the most stunning and natural sites on the Atlantic coast, in the state of Florida!.

…esta área está sempre sujeita a mudanças e, como exemplo, existem mapas históricos feitos por militares espanhóis no século XVIII, que nos mostram que a enseada hoje se deslocou muitas centenas de metros para sul, do que era a sua localização durante a época do Império Espanhol!.

…this area is always subject to change and, as an example, there are historical maps made by the Spanish military in the 18th century, which show us that the cove today has moved many hundreds of meters to the south, from what it was located during the time of the Spanish Empire!.

…mas continuando, a nossa dedicada esposa Isaura encontrou um pequeno búzio, coberto pelas águas revoltas de anos, talvez séculos, de ventos do norte e tempestades oceânicas, onde navegaram barcos de corsários, que davam à costa, na procura, entre outras coisas, talvez esconderem arcas que continham tesouros, que eram o espólio da pilhagem de algumas aldeias da costa marítima do mar das Caraíbas!.

…but still, our dedicated wife Isaura found a small whelk, covered by the turbulent waters of years, perhaps centuries, of northerly winds and oceanic storms, where corsair boats sailed, which landed on the coast, in search, among other things, of perhaps hiding chests that contained treasures, which were the spoils of the looting of some villages on the maritime coast of the Caribbean Sea!.

…infelizmente não havia pessoas!. A praia estava deserta, naquele momento, a água do oceano era azul, fazendo diversos desenhos no areal, querendo levar consigo alguma areia, pequenas pedras, conchas e búzios, que entendia que eram suas, levando-as de volta ao oceano!.

…unfortunately there were no people!. The beach was deserted, at that moment, the ocean water was blue, making several drawings on the sand, wanting to take some sand, small stones, shells and whelks, which he understood were his, taking them back to the ocean!.

…todavia nós, seguíamos caminhando se possível pela água, as gaivotas e as garças, voavam ao sentirem a nossa presença próxima e, onde devia haver água, havia um grande areal, aqui e ali, pequenas áreas mais fundas onde um qualquer pequeno cardume de peixe miúdo se sentia aflito por ter ficado ali, preso a ver a água a desaparecer!.

…however, we continued walking on the water if possible, the seagulls and herons, flying when they felt our presence near and, where there should have been water, there was a large beach, here and there, small areas deeper where any small school of small fish felt distressed for having stayed there, stuck watching the water disappear!.

…caminhando por aqui e, não é muito simples de explicar, mas ao longo dos anos, a vida dá-nos muitas razões para meditar-mos e fazer alguma busca na nossa alma, numa  reflexão silenciosa, talvez parando por momentos e ler a nossa história, deixando que tudo seja mais simples e transparente, pois este maravilhoso cenário representa a natureza ainda pura, que felizmente o homem não pode alterar!.

…walking around here and, it’s not very simple to explain, but over the years, life gives us many reasons to meditate and do some soul searching, in silent reflection, perhaps stopping for a moment and reading our history, making everything simpler and more transparent, as this wonderful scenery represents still pure nature, which fortunately man cannot change!.

…ao ver esta praia fechada, quebra-nos o coração, e nós, que nesta idade já avançada, pensamos em paz, amor, saúde e “chocolates”, e que tudo se possível seja “cinco estrelas”, desejamos que entretanto o ascesso à praia se torne realidade, para que deixe de ser deserta e sem pessoas, principalmente para as crianças, desejosas de ouvirem entre outras coisas, histórias de aventuras e corsários!.

…to see this beach closed, it breaks our hearts, and we, who at this advanced age, think of peace, love, health and “chocolates”, and that everything possible is “five stars”, we wish that in the meantime access to the beach becomes a reality, so that it is no longer deserted and without people, especially for children, eager to hear, among other things, stories of adventures and buccaneers!.

Tony Borie, Século XXI. (Tony Borie, 21st Century).

…desfile anual de barcos no Intracoastal, 2022!. (…annual boat parade on the Intracoastal, 2022)!.

…era tal qual como quando no passado o “circo vinha à cidade” e, recomendávam-nos chegar cedo para evitar correrias!. Depois procurar um lugar disponível, explorando ambos os lados do Intracoastal Waterway, (canal de água salgada), que passa perto do lugar onde vivemos!. 

…it was just like when in the past the “circus came to town” and we were recommended to arrive early to avoid rush!. Then look for an available place, exploring both sides of the Intracoastal Waterway, (salt water channel), which passes close to where we live!.

…as pessoas em romaria, aproximavam-se, levando uma cadeira portátil ou qualquer outro utensílio que lhes podesse dar algum conforto enquanto esperavam pelo maravilhoso defile de barcos iluminados!.  É um espectáculo incrível poder admirar o cenário dos barcos passando, as pessoas aplaudindo, tirando fotos, ouvindo a música do Pai Natal, as decorações de alguns com as luzes sentilando e, quando os aplausos eram maiores, o capitão fazia soar aquele som característico dos barcos do mar!.

…people in pilgrimage, approached, taking a portable chair or any other utensil that could give them some comfort while they waited for the wonderful defile of illuminated boats!. It is an incredible spectacle to be able to admire the scenery of the boats passing by, people applauding, taking pictures, listening to Santa Claus music, the decorations of some with the lights being felt and, when the applause was bigger, the captain made that characteristic sound of the sea ​​boats!.

…chegamos ao canal ainda de dia, a noite chegou e a lua apareceu, iluminando um pouco o cenário e, na companhia da nossa dedicada esposa Isaura, levando um lanche, água e algum equipamento fotográfico, juntámo-nos às centenas, talvez milhares de pessoas, alinhadas nos mais escondidos lugares entre árvores e arbustos, algumas empoleiradas em pequenos precipícios, quase em contacto com a água, testemunhando ao longo do canal, as luzes, a música e as decoracões de Natal que os barcos participantes levavam, saindo da Bacia de Cimmaron, navegavam vagarosamente rumo ao sul!.

…we arrived at the canal while it was still daylight, night came and the moon appeared, illuminating the scenery a little and, in the company of our dedicated wife Isaura, taking a snack, water and some photographic equipment, we joined the hundreds, perhaps thousands of people, lined up in the most hidden places among trees and bushes, some perched on small precipices, almost in contact with the water, witnessing along the canal, the lights, music and Christmas decorations that the participating boats carried, leaving the Basin from Cimmaron, sailed slowly towards the south!.

…era o 39.º Desfile Anual de Barcos de Férias de Palm Coast, com um número sem precedentes de setenta e quatro barcos registrados e já considerado o maior desfile de barcos comunitários do estado da Flórida que passando pelas Tidelands, Marina Cove, Hammock, Yacht Harbour Village, Palm Coast Legacy Resort, por debaixo da Ponte Hammock Dunes, ao longo da trilha de St. Joe’s e da trilha Canopy, pelas Ilhas de  Estates, Waterfront Park e depois virando na área de Grand Haven, onde encerra a sua rota!.

…was the 39th Annual Palm Coast Vacation Boat Parade, with an unprecedented seventy-four boats registered and already considered the largest community boat parade in the state of Florida passing through the Tidelands, Marina Cove, Hammock, Yacht Harbor Village, Palm Coast Legacy Resort, underneath the Hammock Dunes Bridge, along the St. Joe’s and the Canopy trail, through the Estates Islands, Waterfront Park and then turning in the Grand Haven area, where its route ends!.

…é uma experiência única que celebra a temporada de Festas do Natal, bem ao estilo da Flórida, porque num espaço de aproximadamente duas milhas de ambos os lados, podemos assistir ao desfile de uma flotilha de barcos brilhantemente decorados, onde o barco principal do desfile deste ano, foi sem qualquer dúvida o “SunShine”, um Viking de 15 metros de largura, que iluminava o Intracoastal Waterway,  anunciando o Natal com imagens e música ao estlo desta época festiva, para que todos podessem experimentar a magia e a tradição de um evento memorável!.

…it is a unique experience that celebrates the Christmas season, in Florida style, because in a space of approximately two miles on both sides, we can watch the parade of a flotilla of brightly decorated boats, where the main boat of the parade this year, it was undoubtedly the “SunShine”, a 15-metre-wide Viking, which lit up the Intracoastal Waterway, announcing Christmas with images and music in the style of this festive season, so that everyone could experience the magic and tradition of a memorable event!.

…um pouco fora do contexto e como já por algumas vezes mencionámos, ao assistir a este desfile de barcos bonitos, (alguns eram iates de luxo, que devem de ser dispendiosos no seu consumo e manutenção) e brilhantemente decorados, sentimos alguma alegria com estas manifestações em época de Natal, no entanto, também nos lembramos que ainda existe uma grande parte da população mundial que sobrevive com menos de US $1,90 por dia, e claro, ameaça destruir muitos anos de progresso na luta contra a pobreza ou as desigualdades, pondo em risco o futuro de uma ou mais gerações, principalmente nas crianças!. 

…a little out of context and as we have mentioned a few times, watching this parade of beautiful boats (some were luxury yachts, which must be expensive to consume and maintain) and brilliantly decorated, we felt some joy with these demonstrations at Christmas time, however, we are also reminded that there is still a large part of the world’s population that survives on less than US $1.90 a day, and of course, threatens to destroy many years of progress in the fight against poverty or inequalities , endangering the future of one or more generations, especially children!.

Tony Borie, Século XXI. (Tony Borie, 21st Century).

…pequenas grandes curiosidades!. (…small great curiosities)!.

…foi uma tempestade, um ataque de corsários (vulgo “piratas”) britânicos e a má sorte de um cientista que fizeram parte de uma cadeia de eventos que fez com que os USA não adoptassem o Sistema Métrico Decimal!.

…it was a storm, an attack by British corsairs (aka “pirates”) and the bad luck of a scientist that were part of a chain of events that made the USA not adopt the Decimal Metric System!.

…há aproximadamente cinco décadas, quando chegámos a este continente, uma das muitas outras dificuldades de adaptação foi o sistema de medir a distância ou a quantidade de liquidos e peso daquilo que se queria adequir!. Em outras palavras começámos a medir a distância em milhas, a comprar a gasolina por galão e os hamburgueres por um quarto de libras, ou seja, eram milhas, galões e libras, em vez de quilómetros, litros e quilos!.

…approximately five decades ago, when we arrived on this continent, one of the many other adaptation difficulties was the system for measuring the distance or the amount of liquids and weight of what we wanted to acquire!. In other words, we started measuring the distance in miles, buying gasoline by the gallon and hamburgers by a quarter of pounds, that is, they were miles, gallons and pounds, instead of kilometers, liters and kilos!.

…deambulando pela internet encontrámos um pouca da história que achámos curiosa!. É excitante o que nos contam e se for verdadeira é a resposta a essa dificuldade de adaptação que todos nós Europeus aqui tivémos, ao sistema que aqui se usa nos EUA!.

…wandering through the internet we found a bit of history that we found curious!. What they tell us is exciting and if it is true, it is the answer to this difficulty of adaptation that all of us Europeans have had here, to the system that is used here in the USA!.

..cá vai, e vamos contá-la mais ou menos como a lemos!.

…here you go, and let’s tell it more or less as we read it!.

…tudo começou ainda no século dezassete, quando um grupo de filósofos parisienses se juntou com a ideia que parecia brilhante de criar um sistema universal de medição derivado de unidades baseadas em decimais para acabar com a era dos mercadores que compravam mercadorias de acordo com uma unidade, vendendo em outra e embolsando um lucro ilícito!. 

…it all started back in the seventeenth century, when a group of Parisian philosophers came together with the idea that seemed brilliant to create a universal system of measurement derived from units based on decimals to end the era of merchants who bought goods according to a unit , selling in another and pocketing an illicit profit!.

…segundo eles, isto simplificaria e permitiria a livre troca de mercadorias e outros bens em todo o mundo!. Assim, no ano de 1793, o botânico e aristocrata Joseph Dombey, partiu de Paris com dois padrões para o novo “sistema métrico” que eram, uma haste que media exatamente um metro e um cilindro de cobre chamado “sepultura” que pesava exatamente um quilo!.

…according to them, this would simplify and allow the free exchange of goods and other goods around the world!. Thus, in 1793, the botanist and aristocrat Joseph Dombey left Paris with two standards for the new “metric system”, which were a rod measuring exactly one meter and a copper cylinder called the “grave” which weighed exactly one kilo!.

…no entanto a história diz-nos que os “piratas” têm um jeito especial para arruinar até mesmo os planos mais bem elaborados e, quando Joseph Dombey estava atravessando o Atlântico para se encontrar com o secretário de Estado Thomas Jefferson, que era um notável francófilo, que Dombey considerava um colega fã de sistemas de base de dez, esperando que ele o ajudaria a persuadir o Congresso a adotar o tal “sistema métrico”!. No entanto, uma tremenda tempestade tirou o navio de Dombey da sua rota, levando-o para o mar do Caribe, colocando-o nas garras dos tais “corsários” britânicos!.

…yet history tells us that “pirates” have a knack for ruining even the best-laid plans, and when Joseph Dombey was crossing the Atlantic to meet Secretary of State Thomas Jefferson, who was a notable Francophile, whom Dombey considered a fellow fan of base-ten systems, hoping that he would help him persuade Congress to adopt the so-called “metric system”!. However, a tremendous storm knocked Dombey’s ship off course, taking it to the Caribbean Sea, putting it in the clutches of such British “privateers”!.

…resultado?. Para ser-mos mais exactos, esses “corsários” britânicos eram na realidade “piratas”, basicamente criminosos aquáticos, tacitamente apoiados pelo governo britânico e tinham por tarefa atacar navios inimigos!. Assim, levaram Joseph Dombey como prisioneiro para a ilha de Montserrat, na esperança de obter um resgate por ele!. Infelizmente para os ‘piratas”, e também para Dombey, ele morreu em cativeiro!.

…result?. To be more precise, these British “privateers” were actually “pirates”, basically aquatic criminals, tacitly supported by the British government and whose task was to attack enemy ships!. So, they took Joseph Dombey as a prisoner to the island of Montserrat, hoping to get a ransom for him!. Unfortunately for the ‘pirates’, and also for Dombey, he died in captivity!.

…mas continuando com a história e voltando um pouco atrás, logo após a sua captura, saquearam todo o seu equipamento tal como o restante conteúdo do seu navio e tudo foi leiloado, como era uso normal naquela época!. No entanto, a França enviou um segundo emissário para promover o sistema métrico, mas quando a substituição chegou, os USA tinham um novo secretário de Estado que, aparentemente não se importava muito com medições!. E assim, à medida que o resto do mundo adotava o sistema métrico, os USA continuaram a lidar com as unidades imperiais herdadas dos britânicos!.

…but continuing with the story and going back a little, soon after his capture, all his equipment was looted as well as the rest of his ship’s contents and everything was auctioned, as was normal use at that time!. However, France sent a second emissary to promote the metric system, but when the replacement arrived, the US had a new Secretary of State who apparently didn’t care much about measurements!. And so, as the rest of the world adopted the metric system, the USA continued to deal with imperial units inherited from the British!.

…finalizando, Joseph Dombey, era um aristocrata trabalhador e inteligente, um veterano de viagens transatlânticas anteriores, já tendo contacto com “corsários” de outras vezes onde o produto de uma viagem de colecta foi roubada pelos britânicos e milhares de pequenas espécimes de plantas, árvores e flores, em outra expedição foi confiscada pelos da Espanha!. Já com alguma idade, escapou de uma prisão espanhola e voltou para França, para encontrar o seu país no auge da revolução e vários dos seus amigos aristocratas na fila para a guilhotina!.

…finally, Joseph Dombey, was a hardworking and intelligent aristocrat, a veteran of previous transatlantic voyages, already having contact with “privateers” from other times where the product of a collecting trip was stolen by the British and thousands of small specimens of plants, trees and flowers, in another expedition it was confiscated by those from Spain!. In old age, he escaped from a Spanish prison and returned to France, to find his country at the height of the revolution and several of his aristocratic friends in line for the guillotine!.

…portanto, onde se sentia bem era no oceano, nas suas viajens transatlânticas e a sua captura por “corsários” no mar do Caribe, talvez para ele, já fosse normal, só que daquela vez a sorte não o protegeu, foi preso e morreu na prisão!.

…therefore, where he felt good was in the ocean, on his transatlantic journeys and his capture by “privateers” in the Caribbean Sea, perhaps for him, it was already normal, only that time luck did not protect him, he was arrested and died in prision!.

Tony Borie, Século XXI. (Tony Borie, 21st Century).

…Dia de Acção de Graças, 2022!. …Thanksgiving Day, 2022!.

…felizmente mais um ano passou e continuámos por cá, vindo de novo ao norte ver a família!. É época das colheitas, assim vamos juntos festejar, confraternizando e agradecendo as ”boas colheitas”!. Porquê?. Porque “boas colheitas”, quer dizer tudo!. Alguma fartura que as colheitas nos deram, paz, saúde ou amor entre as pessoas, entre outras coisas!.

…fortunately, another year has passed and we are still here, coming back to the north to see the family!. It is harvest time, so let’s celebrate together, fraternizing and thanking you for the “good harvests”!. Because?. Because “good harvests”, means everything!. Some abundance that the harvests gave us, peace, health or love between people, among other things!.

…repetindo a história do dia em que se festeja, a que chamam “o dia de Acção de Graças” e  remonta a um evento registrado no ano de 1619 na Virgínia e a uma celebração dispersamente documentada de 1621 em Plymouth, no estado actual de Massachusetts, onde nos explicam que a chegada de 38 colonos ingleses a este continente foi concluída com uma celebração religiosa ditada pelo contrato do grupo da London Company, que exigia “que no dia da chegada de nossos navios ao local designado … na terra da Virgínia será anual e perpetuamente santificado como um Dia de Acção de Graças ao Deus Todo-Poderoso”!. 

…repeating the history of the day on which it is celebrated, which they call “the day of Thanksgiving” and dates back to an event recorded in the year 1619 in Virginia and a sparsely documented celebration of 1621 in Plymouth, in the current state of Massachusetts , where they explain to us that the arrival of 38 English colonists to this continent was concluded with a religious celebration dictated by the contract of the group of the London Company, which required “that on the day of the arrival of our ships at the designated place … in the land of Virginia it will be annual and perpetually sanctified as a Thanksgiving Day to Almighty God”!.

…continuando, tudo começou mais ou menos assim: “o mês era um frio Novembro e quando o navio “Mayflower”, vindo da Europa aportou a este continente, não havia nada para se ver a não ser pedras, areia e solo duro e nu!. Alguns “peregrinos”, foram à praia para ver se encontravam casas ou pessoas, mas só viram alguns índios, que fugiram deles!. No entanto, encontraram algumas cabanas de índios e um pouco de milho enterrados em buracos no chão”!. Tristes e desapontados voltaram para o navio “Mayflower”, repetindo outros desembarques por três vezez em diferentes lugares até que encontraram um lugar bonito para morar, onde havia “campos e pequenos riachos”!. Ali, finalmente todos os“peregrinos” desembarcaram do navio num local agora chamado de Plymouth Rock”!.

…continuing, everything started more or less like this: “the month was a cold November and when the ship “Mayflower”, coming from Europe docked to this continent, there was nothing to see but stones, sand and hard and bare soil !. Some “pilgrims” went to the beach to see if they could find houses or people, but they only saw a few Indians, who fled from them)!. However, they found some Indian huts and some corn buried in holes in the ground”)!. Sad and disappointed, they returned to the ship “Mayflower”, repeating other landings three times in different places until they found a beautiful place to live, where there were “fields and small streams”)!. There, finally all the “pilgrims” disembarked from the ship at a place now called Plymouth Rock)!.

…pronto, este, além de poder estar mais uma vez junto da família, é o motivo porque viajámos de longa distância, tal como uns “perigrinos”, vindo ver os ninhos que no norte e nesta época do ano estão vazios, ouvindo em alguns momentos simplesmente o canto das codornizes entre os feixes de palha ou em campos que foram de colheitas, agora esperando de novo a primavera, neste dia de Acção de Graças que, indo do leste para oeste, do norte para sul, todos viajam para se encontrar com a família, abraçarem-se, sentarem-se à volta de uma mesa, saborearem o cardápio, trazendo de volta o passado, dividindo entre si um perú assado, agradecendo ao Criador, dando assim as boas-vindas a uma colheita que para nós até foi feliz, porque continuamos por cá!.

…okay, this, in addition to being able to be with the family once again, is the reason why we traveled a long distance, just like some “pilgrims”, coming to see the nests that in the north and at this time of year are empty, listening in some moments simply the song of quail among the straw sheaves or in fields that were harvested, now waiting for spring again, on this day of Thanksgiving that, going from east to west, from north to south, everyone travels to meet each other with family, hugging, sitting around a table, savoring the menu, bringing back the past, sharing a roasted turkey, thanking the Creator, thus welcoming a harvest that for us He was even happy, because we are still here!.

…éramos onze, sentados em redor de uma grande mesa, ouvindo  histórias uns dos outros, algumas engraçadas, principalmente das crianças, como por exemplo, “o perú que a avó confeccionou, e era tão grande que nem cabia no forno, estava mesmo bom, yum… yum”!. Enfim foi dia divertido que vai ficar no nosso pensamento para o resto da nossa vida!.

…there were eleven of us, sitting around a large table, listening to each other’s stories, some of them funny, mainly from the children, such as, for example, “the turkey that grandma cooked, and it was so big that it couldn’t even fit in the oven, it was really good , yum… yum”!. Anyway, it was a fun day that will stay in our thoughts for the rest of our lives!.

…agora…, agora vamos para sul, porque o mundo é grande e queremos dar-lhe uma boa olhada antes que escureça!. Porquê?. Porque não queremos chegar ao fim da nossa vida e achar que apenas vivemos o seu comprimento, queremos também ter vivido a sua largura!.

…now…, now let’s go south, because the world is big and we want to take a good look at it before it gets dark!. Because?. Because we don’t want to reach the end of our life and think that we’ve only lived its length, we also want to have lived its breadth!.

Tony Borie, Século XXI. (Tony Borie, 21st Century).

…Monumento Nacional da Torre dos Demónios!. (Devils Tower National Monument)!

“Esperamos sempre ter aprendido algo com o dia de ontem, porque amanhã é a coisa mais importante da nossa vida e oxalá chegue a meia-noite de hoje limpa e sem problemas, porque é perfeito quando ela chega e se coloca nas nossas mãos”!.

“We always hope that we have learned something from yesterday, because tomorrow is the most important thing in our lives and I hope that midnight today arrives clean and without problems, because it is perfect when it arrives and puts itself in our hands”! .

…hoje vamos falar do Monumento Nacional da Torre dos Demónios!. Vindos do sul, entrámos no estado de Wyoming usando diferentes estradas, onde em algumas viajávamos quase sózinhos por milhas e milhas, passando por nós de quando em quando um “motard” que levantava a mão em sinal de saudação e, quando viajam “motards”, o cenário sempre é agradável, sobretudo mostrando a natureza!.

(…today we are going to talk about the National Monument of the Tower of Demons!. Coming from the south, we entered the state of Wyoming using different roads, where on some we traveled almost alone for miles and miles, passing us from time to time a “biker” who raised his hand in greeting and, when traveling “bikers” , the scenery is always pleasant, especially showing nature!.

…chegámos à cidade de Sundance aninhada nas montanhas do “Black Hills” no nordeste do estado, que é uma cidade pequena e pitoresca firmemente enraizada na história que quando um imigrante nascido na Prússia a reivindicou, ficando de imediato convencido de que o nome da cidade seria Sundance, para homenagear os nativos americanos e as danças do sol que eles realizavam na montanha ao sul da hoje cidade!. 

(…we arrived at the town of Sundance nestled in the mountains of the “Black Hills” in the northeast of the state, which is a small, picturesque town firmly rooted in history that when a Prussian-born immigrant claimed it, he was instantly convinced that the town’s name it would be Sundance, to honor the Native Americans and the sun dances they performed on the mountain south of today’s city)!.

…continuando, deixámos a cidade de Sundance, viajando pelas montanhas de “Bear Lodge”, que é parte do “Black Hills”, um pouco acima do Rio Belle Fourche, parando numa pequena área quase plana, onde ao longe já se podia ver a “Devils Tower National Monument” a que vamos chamar a partir de agora a “Torre dos Demónios”!.

(…continuing, we left the city of Sundance, traveling through the mountains of “Bear Lodge”, which is part of the “Black Hills”, a little above the Belle Fourche River, stopping in a small, almost flat area, where in the distance you could already see the “Devils Tower National Monument” which we will call from now on the “Tower of the Demons”)!.

…que nos mostra uma rocha saliente no terreno, grande, mesmo grande, que dizem ter 1,267 pés (386 m) acima do Rio Belle Fourche e, 867 pés (265 m) do seu cume até à base!. Foi o primeiro Monumento Nacional declarado nos Estados Unidos, no ano de 1906, pelo então Presidente Theodore Roosevelt, assim como toda a área circundante, que abrange 1.347 acres (545 ha)!.

(…which shows us a protruding rock on the ground, large, even large, said to be 1,267 feet (386 m) above the Belle Fourche River and 867 feet (265 m) from its summit to the base!. It was the first National Monument declared in the United States, in the year 1906, by then President Theodore Roosevelt, as well as the entire surrounding area, which covers 1,347 acres (545 ha)!.

…a “Torre dos Demónios”, foi em tempos estrela de cinema, pois foi cenário do filme de ficção científica, no ano de 1977, “Encontros Imediatos de Terceiro Grau”, de Steven Spielberg, que usou esta formação como um elemento de enredo, trama, conspiração ou sinal de perigo, e também como localização nas suas cenas climáticas!. Daí, nós tomarmos conhecimento deste maravilhoso Monumento e, não só nós, pois dizem que este filme foi a causa de um grande aumento de visitantes!. 

(…the “Tower of Demons” was once a movie star, as it was the setting for the 1977 science fiction film “Close Encounters of the Third Kind”, by Steven Spielberg, which used this formation as a plot element, plot, conspiracy or danger signal, and also as a location in your weather scenes!. Hence, we became aware of this wonderful Monument and not only us, as they say that this film was the cause of a large increase in visitors)!.

…assim como alpinistas, que são 1% dos 4.000.000 de visitantes anuais a este Momumento, que escalam a “Torre dos Demónios”, usando técnicas tradicionais, havendo a curiosidade que por volta do ano de 1941, um tal George Hopkins lançou-se de páraquedas na torre, sem qualquer permissão, como golpe de publicidade resultante de uma simples aposta!.

(…as well as climbers, who are 1% of the 4,000,000 annual visitors to this monument, who climb the “Tower of Demons”, using traditional techniques, with the curiosity that around the year 1941, a certain George Hopkins launched- parachute into the tower, without any permission, as a publicity stunt resulting from a simple bet)!.

…ainda falando dos alpinistas que escalam a “Torre dos Demónios” que, é sagrada para as várias tribos de Nativos Americanos, destas Planícies, incluindo os Lakotas, os Cheyennes os Klowa ou os Crows, onde muitos líderes se opuseram, tendo os alpinistas argumentado que tinham direito de escalar a torre, já que está em terras federais, no entanto houve um acordo, alcançando uma proibição da escalada voluntária durante o mês de Junho, quando as diferentes tribos, estão realizando as suas cerimónias em redor deste maravilhoso Monumento!.

(…still speaking of climbers who climb the “Tower of Demons” which is sacred to the various Native American tribes of these Plains, including the Lakotas, the Cheyennes, the Klowa or the Crows, where many leaders opposed, the climbers having argued they had the right to climb the tower, since it is on federal land, however there was an agreement, reaching a ban on voluntary climbing during the month of June, when the different tribes are performing their ceremonies around this wonderful Monument)!.

…andámos por lá, subimos até uma certa altura, onde era possível colocar os pés com alguma segurança e como curiosidade junto de nós estava uma família oriunda de Montreal, no Canadá, que nos pediu para tirar-mos uma foto com toda a família junta, o que fizemos, pedindo igual favor!. Andavam na estrada ia para um mês e, quando souberam que éramos oriundos da Europa, queriam falar no idioma Francês, pois os seus antepassados eram Franceses, pensando que na Europa todos se entendiam no idioma Francês!.

(…we walked there, climbed up to a certain height, where it was possible to put our feet with some security and as a curiosity there was a family with us from Montreal, Canada, who asked us to take a picture with the whole family together , which we did, asking for the same favor!. They were on the road for a month and, when they found out that we were from Europe, they wanted to speak in the French language, because their ancestors were French, thinking that in Europe everyone understood each other in the French language)!.

…o nome de “Torre dos Demónios”, teve origem por volta do ano de 1875, quando uma expedição liderada por um Coronel de nome Richard Irving Dodge, que andou por lá e, um seu interprete teria interpretado mal um nome nativo que significava “Torre de Deus Ruim”!. Claro, ficou “Torre dos Demónios”, mas os Nativos Americanos, ainda lhe chamam, “Casa do Urso”, “Hospedagem do Urso”, “Tipi do Urso”, “Lar do Urso” e, os Cheyennes, os Lakotas, os Crows e os Kiowas, além destes nomes, também lhe chamam “No Alto de uma Pedra”, “Árvore de Pedra”, “Grande Chifre Cinzento” e “Chifre de Búfalo Castanho”!.

(…the name “Tower of Demons”, originated around the year 1875, when an expedition led by a Colonel named Richard Irving Dodge, who walked there and, an interpreter would have misinterpreted a native name that meant “ Bad God Tower!”!. Of course, it was “Tower of the Demons”, but the Native Americans, still call it, “House of the Bear”, “House of the Bear”, “Tipi do Bear”, “Home of the Bear” and, the Cheyennes, the Lakotas, the Crows and the Kiowas, in addition to these names, also call it “No Alto de uma Pedra”, “Stone Tree”, “Great Gray Horn” and “Brown Buffalo Horn”)!.

…o cenário em volta da “Torre dos Demónios”, é composto por rochas sedimentares, onde as mais antigas, que são visíveis, talvez tivessem origem num qualquer mar pouco profundo, durante o período “Triássico Médio”, por volta de 225 a 195 milhões de anos atrás!. Ainda hoje, o arenito vermelho escuro e o siltstone marrom, intercalados com xisto, podem ser vistos ao longo do Rio Belle Fourche que, como já dissemos anteriormente, passa perto da sua base, cuja oxidação de minerais de ferro, causa a vermelhidão das rochas, cuja camada, é conhecida como “Formação Spearfish”!. 

(…the scenery around the “Torre dos Demônios”, is composed of sedimentary rocks, where the oldest ones, which are visible, may have originated in some shallow sea, during the “Middle Triassic” period, around 225 to 195 millions of years ago!. Even today, dark red sandstone and brown siltstone, interspersed with shale, can be seen along the Belle Fourche River which, as we said earlier, passes close to its base, whose oxidation of iron minerals causes the rocks to redden. , whose layer is known as the “Spearfish Formation”)!.

…acima desta formação, existe uma banda fina de gesso branco, chamada “Formação de Nascentes de Gypsum”, que possívelmente foi depositada durante o período “Jurássico”, talvez 195 a 136 milhões de anos atrás!. 

(…above this formation, there is a thin band of white plaster, called “Gypsum Springs Formation”, which was possibly deposited during the “Jurassic” period, perhaps 195 to 136 million years ago)!.

…sendo vista à distância, a “Torre dos Demónios”, é um fenómeno que não é vulgar, onde existem teorias que, poderá ser um plugue vulcânico, ou o pescoço de um vulcão extinto!. Presumivelmente, se tivesse sido um resíduo vulcânico, com cinzas vulcânicas, fluxos de lava, detritos vulcânicos, teriam sido destruídos há muito tempo, no entanto materiais piroclásticos com a mesma idade que a “Torre dos Demónios”, foram identificados em outros lugares no estado de Wyoming!.

(…being seen from a distance, the “Tower of the Devils”, is a phenomenon that is not common, where there are theories that, it could be a volcanic plug, or the neck of an extinct volcano!. Presumably if it had been a volcanic residue, with volcanic ash, lava flows, volcanic debris, it would have been destroyed long ago, however pyroclastic materials of the same age as the “Tower of Demons” have been identified elsewhere in the state. from Wyoming)!.

…existe uma explicação, com algum sentido que é: a “Torre dos Demónios”, talvez há milhões de anos não era visível, não sobressaía da paisagem, todavia com o decorrer dos anos, à medida que os elementos desgastavam os arenitos e os shales mais macios à sua volta, a rocha mais resistente foi ficando, sobrevivendo às forças erosivas, como resultado, as colunas cinzentas da “Torre dos Demónios”, começaram a aparecer, como uma massa isolada acima da paisagem e, à medida que a chuva e a neve continuaram a corroer as rochas sedimentares que cercam a sua base, mais a “Torre dos Demónios” começou a ficar exposta!. 

(…there is an explanation, with some meaning, which is: the “Tower of the Demons”, perhaps millions of years ago it was not visible, it did not stand out from the landscape, however over the years, as the elements wore down the sandstones and shales softer around it, the more resistant rock became, surviving the erosive forces, as a result, the gray columns of the “Tower of the Demons”, began to appear, like an isolated mass above the landscape and, as the rain and the snow continued to erode the sedimentary rocks that surround its base, but the “Tower of the Devils” began to be exposed)!.

…no entanto, as porções expostas, ainda experimentam certas quantidades de erosão, as fissuras ao longo das colunas estão sujeitas à erosão da água e do gelo e, a erosão devido à expansão do gelo ao longo das rachaduras e fracturas nas formações rochosas é comum em climas mais frios, assim, algumas porções, ou mesmo colunas inteiras, estão continuamente quebrando e caindo, formando pilhas de colunas quebradas, pedregulhos e pedras pequenas ou grandes, que nós vimos, e vão ficando na sua base, indicando-nos que a torre já foi mais larga, do que hoje é!. Esta também é a nossa explicação para este fenómeno que é a maravilhosa “Torre dos Demónios”!.

(…however, exposed portions still experience certain amounts of erosion, cracks along the columns are subject to water and ice erosion, and erosion due to ice expansion along cracks and fractures in rock formations is common in colder climates, thus, some portions, or even entire columns, are continually breaking and falling, forming piles of broken columns, boulders, and small or large stones, which we have seen, and remaining at their base, indicating to us that the tower was once wider than it is today!. This is also our explanation for this phenomenon that is the wonderful “Tower of Demons”)!.

…este maravilhoso monumento da “Torre dos Demónios”, onde na sua área circundante ainda hoje existem e, são protegidas espécies de animais selvagens como búfalos, ursos, veados de cauda branca, cães da pradaria ou águias carecas, onde em tempos também por aqui deviam de ter andado caçadores de peles, no entanto não existe evidência escrita desse facto!.

(…this wonderful monument of the “Tower of the Devils”, where in its surrounding area there are still species of wild animals such as buffaloes, bears, white-tailed deer, prairie dogs or bald eagles, where once also around here They must have been fur trappers, however there is no written evidence of this fact)!.

…mas existem inúmeras histórias sobre este maravilhoso Monumento Nacional, com mitos, lendas ou narrativas sagradas, que ajudaram a conectar as diversas tribos de Índios Americanos com esta área, que são uma reverência às crenças e pessoas do passado, onde cada tribo tem a sua própria história, e por vezes existem várias histórias da mesma tribo, contendo até elementos semelhantes, todavia são preservados hoje pelas tradições da cultura dos Índios Americanos!.

(…but there are countless stories about this wonderful National Monument, with myths, legends or sacred narratives, that helped to connect the different tribes of American Indians with this area, which are a reverence to the beliefs and people of the past, where each tribe has its own history, and sometimes there are several stories of the same tribe, even containing similar elements, however they are preserved today by the traditions of American Indian culture)!.

…embora essas histórias sejam produto do passado, as tribos estão associadas a membros activos do presente, onde cada uma tem a sua nação soberana, conhecidas como reservas, na qual as pessoas e membros dessas tribos fazem parte da nossa comunidade nacional moderna e, as suas conexões com lugares como a “Torre dos Demónios, são tão importantes hoje, como eram há gerações antes deste lugar sagrado se tornar num Monumento Nacional!.

(…while these histories are products of the past, the tribes are associated with active members of the present, where each has its sovereign nation, known as reservations, in which the people and members of these tribes are part of our modern national community, and the its connections with places like the “Tower of Demons”, are as important today as they were generations before this sacred place became a National Monument)!.

…deixámos este maravilhoso lugar, meditando em algumas das lendas das tribos, Arapahoe, Crow, Sioux, Cheyennes ou Cheyennes no Norte, que encontrámos quando visitámos o Centro de Visitas da “Torre dos Demónios”, onde existe uma pintura em cima da lareira, retratando algumas dessas lendas, e algumas são pitorescas, entrando quase sempre um urso gigante que quer apanhar as garotas e os garotos que fojem para junto das suas aldeias e, algumas transformam-se na “Garota-Ursa”, sendo salva pela “Wanblee”, a águia amiga!.

(…we left this wonderful place, meditating on some of the legends of the tribes, Arapahoe, Crow, Sioux, Cheyennes or Cheyennes in the North, that we found when we visited the Visitor Center of the “Tower of Demons”, where there is a painting above the fireplace, portraying some of these legends, and some are picturesque, almost always entering a giant bear that wants to catch the girls and boys that run away to their villages and, some become the “Girl-Bear”, being saved by the “Wanblee” , the friendly eagle)!.

…estas histórias, que para os Nativos Americanos e não só, são narrativas sagradas, ajudam-nos a compreender cultura do passado, os mitos, as lendas, que fazem da maravilhosa “Torre dos Demónios”, um lugar que se deve visitar e, prestar o nosso respeito, pelas maravilhas e segrêdos, que o Planeta Terra, continua a guardar!.

(…these stories, which for the Native Americans and beyond, are sacred narratives, help us to understand the culture of the past, the myths, the legends, which make the wonderful “Tower of Demons”, a place that must be visited and, Pay our respect, for the wonders and secrets that Planet Earth continues to keep)!.

…já no regresso passámos pela pequena aldeia de Aladdin, que tem sòmente 30 acres e se situa no leste do condado de Crook, a nordeste da cidade de Sundance, Wyoming e, era como voltar no tempo quando entrámos no armazém geral que é uma loja que está lá há mais de cem anos com mercadorias e roupas, um bar e o andar de cima carregado de antiguidades!.

(…on the way back we passed the small village of Aladdin, which has only 30 acres and is located in eastern Crook County, northeast of the city of Sundance, Wyoming, and it was like stepping back in time when we entered the general store that is a store which has been there for over a hundred years with goods and clothes, a bar and the upstairs full of antiques)!.

… onde a senhora atrás do balcão que nos atendeu, explicou-nos entre outras coisas, que esta pequena aldeia, que tem os seus próprios Correios, Bombas de Gasolina e muita HISTÓRIA, onde vivem cinco famílias e uma população de 15 pessoas, está à venda por um milhão e meio de dólares!.

(… where the lady behind the counter who served us, explained to us, among other things, that this small village, which has its own Post Office, Petrol Stations and lots of HISTORY, where five families live and a population of 15 people, is sale for a million and a half dollars)!.

…e sorrindo, acrescentou: “se você já sonhou em ser o “xerife” da sua própria cidade, talvez uma mudança para Wyoming, possa tornar esse desejo realidade”!.

(…and smiling, she added, “if you’ve ever dreamed of being the “sheriff” of your own town, maybe a move to Wyoming can make that wish come true”!.

Tony Borie, Século XXI. (Tony Borie, 21st Century).

…a Tempestade Nicole!. (…Storm Nicole)!.

…o mês de novembro é o último mês da temporada de furacões do Atlântico Norte, que nos dizem que termina oficialmente no dia 30 deste mesmo mês, no entanto, a temporada deste ano registrou até ao momento 14 tempestades, com 7 delas chegando a categoria de furacão e 2 de furacão e com categoria de algo intensa!.

(…the month of November is the last month of the North Atlantic hurricane season, which we are told officially ends on the 30th of the same month, however, this year’s season has so far recorded 14 storms, with 7 of them reaching the category of hurricane and 2 of hurricane and with category of something intense)!.

…e, lembramos que o estado da Florida que está situado no sudeste dos USA, já no início desta semana se preparava para a chegada da Tempestade Tropical Nicole, que poderia evoluir para a categoria de furacão antes de atingir a nossa costa Atlântica!. 

(…and we remember that the state of Florida, which is located in the southeast of the USA, was already preparing for the arrival of Tropical Storm Nicole earlier this week, which could evolve into a hurricane category before reaching our Atlantic coast)!.

…e claro, ficámos alerta!. Porquê?. Porque esta tempestade vinda do oceano atingiria a nossa costa pouco mais de um mês após a devastadora passagem do Furacão Ian que atingiu a Flórida como um furacão de categoria 4 com ventos máximos de 240 km/h, deixando cerca de 100 mortos!.

(…and of course, we were alert!. Because?. Because this storm coming from the ocean would reach our coast just over a month after the devastating passage of Hurricane Ian, which hit Florida as a Category 4 hurricane with maximum winds of 240 km/h, leaving about 100 dead)!.

…e, também nos diziam que a Tempestade Tropical Nicole poderia atingir o leste da Flórida como furacão de categoria 1, com ventos de até 150 km/h, chuvas volumosas e condições marítimas perigosas, e logo no início da semana a comunicação social já explicava os efeitos da aproximação da Tempestade Nicole às praias da Flórida, com o tempo muito nublado, ventos fortes, pancadas de chuva e forte agitação marítima!.

(…and we were also told that Tropical Storm Nicole could hit eastern Florida as a Category 1 hurricane, with winds of up to 150 km/h, heavy rains and dangerous sea conditions, and earlier this week the media was already explaining the effects of the approach of Storm Nicole to the beaches of Florida, with very cloudy weather, strong winds, rain showers and strong sea waves)!.

…e mais, apesar de ainda não ter tocado o continente, já havia notícias em algumas regiões, onde as autoridades davam ordens de evacuação obrigatória que estavam programadas para entrarem em vigor na quarta e quinta-feira, destacando que iria haver possíveis inundações costeiras, ventos fortes, correntes de retorno e erosão das praias, quando a tempestade tocasse o continente!.

(…and more, despite not having touched the continent yet, there were already news in some regions, where the authorities gave mandatory evacuation orders that were scheduled to take effect on Wednesday and Thursday, highlighting that there would be possible coastal flooding, strong winds, rip currents and erosion of beaches, when the storm touched the mainland)!.

…enfim, eram as normais notícias de prevenção descrevendo uma série de alertas e advertências emitidas para diferentes condados da Flórida à medida que a Tempestade Tropical Nicole se aproximava, que nos auxiliavam e evitavam que a catástrofe fosse ainda maior, porque os meteorologistas que acompanhavam a evolução da Tempestade Nicole diziam que a tempestade se ia intensificando à medida que se deslocava para oeste sobre as águas do Atlântico, e que provavelmente atingiria a costa leste da Flórida como um furacão de categoria 1 entre a noite quarta e manhã de quinta-feira, como acima já explicámos!. 

(…in short, it was the normal prevention news describing a series of alerts and warnings issued to different Florida counties as Tropical Storm Nicole approached, which helped us and avoided that the catastrophe was even greater, because the meteorologists who accompanied the The evolution of Storm Nicole said that the storm was intensifying as it moved westward over Atlantic waters, and that it would likely hit the east coast of Florida as a Category 1 hurricane between Wednesday night and Thursday morning, As we explained above)!.

…felizmente já passou na nossa área, eram 6:28 da manhã de quinta-feira, com chuva e ventos de aproximadamente 70 km/h!. Fomos ver e fotografar o cenário e a água salgada do oceano continuava revoltada, talvez com nós os humanos, porque por vezes somos ingratos e não tratamos e respeitamos a natureza como devia de ser!. Enfim, o que vimos mostramos a todos vós, sem legendas, porque com alguma emoção, não sabemos o que dizer!.

(…fortunately it has already passed in our area, it was 6:28 am on Thursday, with rain and winds of approximately 70 km/h!. We went to see and photograph the scenery and the salt water of the ocean was still angry, maybe with us humans, because sometimes we are ungrateful and we don’t treat and respect nature as it should be!.  Anyway, what we saw we show you all, without subtitles, because with some emotion, we don’t know what to say!.

…para nós, a Tempestade Nicole, que estava prevista para se tornar num furacão ao atingir a costa leste da Flórida já é história e, oxalá que sim, pois espera-se um enfraquecimento enquanto se move rumo ao norte, podendo tornar-se numa simples tempestade tropical!.

(…for us, Storm Nicole, which was predicted to become a hurricane when it hit the east coast of Florida, is history and, let’s hope so, as it is expected to weaken as it moves north, and could become a simple tropical storm)!.

Tony Borie, Século XXI. (Tony Borie, 21st Century).

…nevoeiro no canal!. (…fog on the channel)!.

…havia uma neblina que ia cobrindo tudo com o seu vasto cobertor branco e engolindo todo o cenário do canal. 

(…there was a fog that was covering everything with its vast white blanket and swallowing the whole canal scenery).

…era a névoa do mar que desceu ao canal!. Não havia sol e os pássaros chilreavam nas árvores, não querendo voar pelo céu cinzento!. 

(…it was the sea mist that descended to the channel!. There was no sun and the birds chirped in the trees, not wanting to fly through the gray sky)!.

…era uma manhã de neblina e as garças andavam por ali, sussurrando enquanto balançavam a cabeça em desespero!. 

(…it was a foggy morning and the herons were walking around, whispering while shaking their heads in despair)!.

…todo este cenário não era mais do que uma névoa de evaporação porque um dia antes tinha chuvido e aquela neblina era o resultado da condensação de uma camada de ar mais frio e seco perto da água do canal, ou seja, eram o resto de algumas gotas da chuva quente que se evaporavam, e claro, o cenário era da nevoeiro!.

(…this whole scenario was nothing more than an evaporation mist because the day before it had rained and that mist was the result of the condensation of a layer of cooler and drier air near the water of the channel, that is, they were the rest of some drops of hot rain that evaporated, and of course, the scenery was fog)!.

…nós íamos caminhando, alguém diza: “não gosto do nevoeiro”!. Nós rimos baixinho porque sempre adorámos nevoeiro, principalmente aquele nevoeiro misterioso, magnífico e silencioso que hoje estava pintando todo o canal e todos os barcos que por ele iam navegando, com um tom cinza esfumaçado!.

(…we were walking, someone says: “I don’t like the fog”!. We laughed softly because we have always loved fog, especially that mysterious, magnificent and silent fog that today was painting the entire channel and all the boats that were sailing along it, with a smoky gray tone)!.

…que nos fazia regressar às origens, de onde viemos, recordando as manhãs da nossa aldeia, na encosta da montanha onde nascemos lá na distante Europa e, quando acordávamos cedo, só para sentir aquela neblina, abraçando-a, às vezes embrulhados num simples cobertor, esperando até que os raios de sol chegassem e derretessem aquela maravilhosa neblina!.

(…that made us go back to our origins, where we came from, remembering the mornings in our village, on the mountainside where we were born in distant Europe and, when we woke up early, just to feel that fog, hugging it, sometimes wrapped in a simple blanket, waiting until the sunbeams arrived and melted that wonderful fog)!.

…depois…, o nevoeiro se foi, parecendo que “da noite se fez dia”, o sol veio de novo e tudo ficou claro, brilhante e visível!.

(..afterward…, the fog disappeared, looking like “from night to day”, the sun came again and everything was clear, bright and visible)!.

…e nós, continuando caminhando, ficando com a sensação de que a névoa que também existia dentro de nós, se foi para sempre e…, logo pela noite a lua vai brilhar alta, tal como o sol que virá pela madrugada, dando-nos a inevitável maturidade que culminará nesta já prolongada e adorada velhice!. 

(…and we, continuing walking, getting the feeling that the fog that also existed inside us, is gone forever and…, soon at night the moon will shine high, just like the sun that will come at dawn, giving us The inevitable maturity that will culminate in this already prolonged and beloved old age)!.

Tony Borie, Século XXI. (Tony Borie, 21st Century).

…Parque Nacional Grande Teton!. (…Grand Teton National Park)!.

…a cidade de Jackson no estado de Wyoming, hoje é uma cidade cheia de lojas, cafés, restaurantes e hoteis, geralmente caros, onde para nós e devido à nossa um pouco avançada idade todos os centavos contam, portanto, somos uns viajantes de “classe económica”, onde acampar também é uma opção!. 

(…the city of Jackson in the state of Wyoming, today is a city full of shops, cafes, restaurants and hotels, generally expensive, where for us and due to our slightly advanced age every cent counts, therefore, we are travelers of “ economy class”, where camping is also an option)!.

…no entanto, por lá ainda se cultiva a lenda dos “Índios & Cowboys”, onde existe o “Xerife”, os “Sallons” ou a “Main Street” onde se praticavam os “duelos” de há muitos anos atrás!. Presentemente é o local onde entre 3 a 4 milhões de pessoas todos os anos se reunem para visitar o Parque Nacional Grand Teton, lar da incrivel e distinta Cordilheira de Teton!. 

(…however, the legend of the “Indians & Cowboys” is still cultivated there, where there is the “Sheriff”, the “Sallons” or the “Main Street” where the “duels” of many years ago were practiced!. (It is the place where between 3 to 4 million people every year gather to visit Grand Teton National Park, home to the incredible and distinctive Teton Range)!.

…e, onde no final da década de 1820, um tal David Edward “Davey” Jackson, andando por esta região, aprisionou um Castor, pensando que era uma boa zona de caça, por aqui ficou, sendo um dos primeiros homens brancos a passar o inverno inteiro no Vale das Montanhas de Teton, talvez na companhia de Nativos Americanos que usavam o vale para fins de caça e cerimónias!. 

(…and, where in the late 1820s, a David Edward “Davey” Jackson, walking through this region, trapped a Beaver, thinking it was a good hunting ground, here he stayed, being one of the first white men to pass through all winter in the Teton Valley, perhaps in the company of Native Americans who used the valley for hunting and ceremonial purposes)!.

…assim, hoje esta pequena cidade de Jackson, com uma população de pouco mais de 10.000 habitantes, situada numa área metropolitana economicamente das mais desiguais nos USA, para onde os super-ricos frequentemente voam de jacto particular, para visitarem a área de Jackson Hole que é todo o vale da região e inclui comunidades como Teton Village, Wilson, Aspens, Moran Junction ou outras áreas vizinhas perto do Parque Nacional Grand Teton!.

(…so today this small town of Jackson, with a population of just over 10,000, is situated in one of the most economically unequal metropolitan area in the US, where the super-rich often fly in private jets to visit the Jackson Hole area. (which is the entire valley of the region and includes communities such as Teton Village, Wilson, Aspens, Moran Junction or other neighboring areas near Grand Teton National Park)!.

…no entanto, visitar o Parque Nacional de Grande Teton é um previlégio!. Porquê?. Porque é lá que ainda existe uma grande vida selvagem activa, sendo um destino privilegiado e muito popular para pessoas tal como nós, que gostam da natureza, fazer caminhadas, pescar ou qualquer outra forma de passar o tempo ao ar livre, pois existem algumas centenas de milhas em trilhos, que nos levam ao lado das montanhas!. 

(…however, visiting Grand Teton National Park is a privilege!. Because?. Because it is there that there is still a great active wildlife, being a privileged and very popular destination for people like us, who enjoy nature, hiking, fishing or any other way of spending time outdoors, as there are a few hundred of miles on trails, which take us to the side of the mountains)!.

…a elevação média do vale é de mais de 6.500 pés acima do nível do mar, com grandes montanhas da cordilheira Teton, que podem atingir mais de outros 6.500 pés de altura, onde começando no início da manhã com algum frio, certamente vamos suar ao subir uma montanha já perto do meio dia, onde em mais nenhum lugar podemos ter um cenário parecido como este!.

(…the average elevation of the valley is more than 6,500 feet above sea level, with great mountains of the Teton range, which can reach more than another 6,500 feet in height, where starting early in the morning with some cold, we will certainly go Sweating when climbing a mountain already close to noon, where nowhere else can we have a scenario like this)!.

…o Snake River ao passar por aqui, com muita frequência forma pequenos lagos, onde existem muitos animais, várias espécies de peixes, entre elas a maior quantidade são trutas, mais de 1.000 espécies de plantas e mais de 300 espécies de pássaros!. 

(…the Snake River when passing through here, very often forms small lakes, where there are many animals, several species of fish, among them the largest number are trout, more than 1,000 species of plants and more than 300 species of birds)! .

…os manuais de publicidade que nos recomendam quando visitamos este parque dizem-nos que se pode andar por aqui em qualquer época do ano, e nós, já por duas vezes o vistamos, em anos diferentes mas no mesmo mês de Julho!. Da primeira vez havia sol brilhante e da segunda vez, chuva, nevoeiro e alguma neve caindo!. 

(…the advertising manuals that we recommend when we visit this park tell us that you can walk here at any time of the year, and we have visited it twice, in different years but in the same month of July)!. The first time there was bright sun and the second time, rain, fog and some snow falling)!.

…no entanto, em ambas as ocasiões mostrava um cenário deslumbrante, com a particulariedade que da segunda vez, caminhando sobre uma neve suave, aproximando-nos de um riacho, mesmo sabendo que este parque é o lar de ursos, tanto para ursos pretos quanto para ursos pardos, no entanto, geralmente não são agressivos, mas podem agir de forma agressiva se os seus filhotes estiverem próximos, e nós vendo-o, simplesmente batemos as palmas e logo ele fugiu em direcção oposta!.

(…however, on both occasions it showed stunning scenery, with the particularity that the second time, walking on a soft snow, approaching a stream, even knowing that this park is home to bears, both for black bears and for grizzly bears, however, they are generally not aggressive, but they can act aggressively if their cubs are close, and when we saw him, we simply clapped our hands and soon he fled in the opposite direction)!.

…por aqui e como a princípio já explicámos, a vida selvagem é constante, mesmo na estrada, as nossas paragens eram frequentes, apreciando entre outras, o pico mais alto das montanhas de Teton, o “Grand Teton”, que foi baptizado por um caçador francês, que devia de ser uma pessoa romântica, pois ao observá-lo, do lado do estado de Idaho, logo lhe chamou “tétons”, que dizem que é um calão francês que designa “mamilos”!.

(…here and as we explained at the beginning, the wildlife is constant, even on the road, our stops were frequent, enjoying, among others, the highest peak of the Teton Mountains, the “Grand Teton”, which was baptized by a French hunter, who must have been a romantic person, because when observing him, from the state of Idaho, he soon called him “tetons”, which they say is a French slang that designates “nipples”)!.

…e, no percurso que íamos fazendo era impossível não parar em alguns locais onde o cenário era deslumbrante, sendo quase obrigados a parar e fotografar ou quando algum animal selvagem cruzava ou simplesmente estava parado ou alimentando-se ao lado da estrada rural!.

(…and, on the route we were doing, it was impossible not to stop in some places where the scenery was stunning, being almost forced to stop and photograph or when some wild animal crossed or was simply stopped or feeding on the side of the rural road)!.

…e desta última vez, embora o tempo não estivesse muito bom para fotos, ainda fotografámos as ruinas do que é o celeiro considerado mais fotografado dos USA, a oeste da estrada conhecida como Mormon Row, próximo da cadeia de montanhas que está quase sobre ele, formando uma composição visual impressionante!. No entanto, o local não é apenas famoso porque é fotogênico, porque o celeiro é tudo o que resta da propriedade construída por Thomas Alma Moulton e seus filhos entre 1912 e 1945!. Pena foi que na ocasião de fotografar, o tempo estava de frio e de chuva!.

(…and this last time, although the weather was not very good for photos, we still photographed the ruins of what is considered the most photographed barn in the USA, west of the road known as Mormon Row, close to the mountain range that is almost above it. , forming an impressive visual composition!. However, the site is not only famous because it is photogenic, because the barn is all that remains of the property built by Thomas Alma Moulton and his sons between 1912 and 1945!. It was a pity that at the time of photographing, the weather was cold and rainy)!.

Tony Borie, Século XXI. (Tony Borie, 21st Century).

…pelo estado de Montana!. (…for the state of Montana)!.

…mais uma vez andámos pelo estado agora chamado de Montana e, se podesse-mos contar a história de como o território de Montana surgiu, seria uma história um pouco dramática, porque envolvia continentes que colidiram e vulcões que entraram em erupção!. Algumas destas coisas aconteceram muito lentamente e ao longo de milhões de anos e outras talvez tivessem acontecido de repente e, se qualquer de nós pudesse assistir a tudo isto, seria como num filme, que seria o filme mais emocionante do mundo!.

(…once again we walked through the state now called Montana and, if we could tell the story of how the territory of Montana emerged, it would be a somewhat dramatic story, because it involved continents that collided and volcanoes that erupted!. Some of these things happened very slowly and over millions of years and others might have happened suddenly, and if any of us could watch all this, it would be like in a movie, which would be the most exciting movie in the world)!.

…as montanhas cobertas de gelo de há milénios que hoje ao longe avistamos, milénios atrás, devia de ser uma área onde os ventos sopravam quando os mares se encheram rebentando as suas margens que possívelmente inundaram a terra e depois foram recuando, e hoje, os picos dessas montanhas, aos nossos olhos parecem-nos um “naufrágio” com a proa do barco apontando para o céu, onde nos dizem que por lá já encontraram fósseis de criaturas marinhas!.

(…the mountains covered with ice for millennia that we can see in the distance, millennia ago, must have been an area where the winds blew when the seas filled up, bursting their shores that possibly flooded the land and then retreated, and today, the peaks of these mountains, to our eyes they look like a “shipwreck” with the bow of the boat pointing to the sky, where we are told that there they have already found fossils of marine creatures)!.

…e nós, simples visitantes, viajantes do mundo, percorremos os caminhos usados pelos imigrantes que seguiam pela “California Trail”, “Mormon Trail” ou a “Oregon Trail”, que todas iam no nosso pensamento, onde centenas de anos atrás, caravanas de carros puxados por animais, por aqui viajavam, rumo ao oeste, atravessavam planícies, montanhas rochosas ou rios, suportavam calor, frio, neve ou chuva, muitos eram europeus tal como nós, desembarcados nos portos de Boston, New York ou Philadelphia, havendo famílias que começavam a viagem rumo ao oeste com um filho,  chegando ao seu destino com três e quatro!. Foram esses “heróis”, os que iniciaram estas longas estradas, no meio de nada!.

(…and we, simple visitors, world travelers, walked the paths used by immigrants who followed the “California Trail”, “Mormon Trail” or the “Oregon Trail”, which all went in our thoughts, where hundreds of years ago, caravans of carts pulled by animals, here they traveled, heading west, crossing plains, rocky mountains or rivers, enduring heat, cold, snow or rain, many were Europeans like us, disembarked in the ports of Boston, New York or Philadelphia, having families who started their journey westward with one child, arriving at their destination with three and four!. It was these “heroes”, the ones who started these long roads, in the middle of nowhere)!.

…e continuando, no século dezoito, o hoje Território de Montana foi organizado fora do Território de Idaho, onde as áreas a leste da Divisão Continental haviam sido parte do Território de Nebraska e do Território de Dakota que tinham sido adquiridas pelos USA na compra da Louisiana, que como já explicámos também incluía uma parte do Território de Idaho, situado a oeste da divisão continental e a leste da Cordilheira de Bitterroot, que já havia sido adquirida pelos USA no Tratado de Oregon, que originalmente incluída no Território do Oregon!. 

(…and continuing, in the eighteenth century, the present Territory of Montana was organized out of the Territory of Idaho, where the areas east of the Continental Division had been part of the Territory of Nebraska and the Territory of Dakota that had been acquired by the US in the purchase of Louisiana, which as we have already explained also included a part of the Idaho Territory, located west of the continental divide and east of the Bitterroot Mountain Range, which had already been acquired by the USA in the Oregon Treaty, which was originally included in the Oregon Territory)!.

…portanto, e para que se compreenda melhor, estamos a explicar tudo isto para lembrar-mos que, hoje viajando por aqui por uma estrada rápida, a uma velocidade de 75 milhas (120 km) por hora e, olhando o mapa dos USA, vemos diversos estados, todavia naquela época era diferente e, querendo exemplificar melhor a nossa história, temos que nos posicionar tal como se estivésssemos a viver no século dezoito!.

(…so, and for a better understanding, we are explaining all this to remind you that, today traveling here on a fast road, at a speed of 75 miles (120 km) per hour and, looking at the map of the USA, we see several states, however at that time it was different and, wanting to better exemplify our history, we have to position ourselves as if we were living in the eighteenth century)!.

…e continuando nessa época, não encontramos melhores palavras para explicar a paisagem deste maravilhoso hoje estado de Montana, do que ler e meditar nas memórias de um descendente dos povos Lakota, Cheyenne do Norte e Arapaho,que entre outras coisas nos explica que tinha seis anos e quatorze dias na época da luta com o então Tenente-Coronel George Armstrong Custer, que comandava um dos batalhões do famoso 7.º Regimento de Cavalaria dos USA na Batalha de Little Big Horn, (local que também visitámos, prestando o nosso respeito numa meditação profunda), e como lhe foi dito por seu pai Chefe Águia Negra e sua mãe, Cisne Branco, irmã do Chefe Cavalo Louco e nos diz que:

(…and continuing at that time, we find no better words to explain the landscape of this wonderful state of Montana today, than reading and meditating on the memories of a descendant of the Lakota, Northern Cheyenne and Arapaho peoples, who among other things explains to us that he had six years and fourteen days at the time of the fight with then Lieutenant Colonel George Armstrong Custer, who commanded one of the battalions of the famous US 7th Cavalry Regiment in the Battle of Little Big Horn, (place we also visited, paying our respects in a deep meditation), and as he was told by his father Chief Black Eagle and his mother, White Swan, sister of Chief Crazy Horse and tells us that):

…o “Crow Country”, (hoje o estado de Montana), está exactamente no lugar certo, porque tem montanhas nevadas e planícies ensolaradas, todo o tipo de clima e coisas boas para todas as estações e, quando o calor do verão queima as pradarias, podemos descer sob as montanhas onde o ar é doce e fresco, a grama fresca e os riachos brilhantes brotam dos bancos de neve!. Lá, podemos caçar o alce, o veado e o antílope quando suas peles estiverem aptas para se vestir!. Lá podemos encontrar muitos ursos brancos e ovelhas da montanha!. No outono, quando os cavalos estão gordos e fortes dos pastos da montanha, podemos descer para as planícies e caçar búfalos ou prender castores nos riachos e quando chega o inverno, podemos abrigar-nos nos fundos lenhosos ao longo dos rios!.

(…the “Crow Country”, (now the state of Montana), is in exactly the right place, because it has snowy mountains and sunny plains, all kinds of weather and good things for all seasons, and when the summer heat burns the prairies, we can go down under the mountains where the air is sweet and fresh, the fresh grass and the glistening streams spring from the snow banks!. There, we can hunt elk, deer and antelope when their skins are ready to wear!. There we can find many white bears and mountain sheep!. In autumn, when the horses are fat and strong from the mountain pastures, we can go down to the plains and hunt buffalo or trap beavers in the streams and when winter comes, we can take shelter in the woody bottoms along the rivers)!.

…depois de ler tudo isto e ter fotografado algum cenário por onde andámos, só nos resta concordar que defacto…, o Grande Espírito colocou exactamente tudo no lugar certo e tudo de bom se encontra lá e, não importando por onde viajamos, quando de lá saímos…, vamos com toda a certeza…, ter algumas saudades!.

(…after reading all this and having photographed some scenery where we walked, we can only agree that in fact…, the Great Spirit put everything exactly in the right place and everything good is there and, no matter where we travel, when from there We left…, we are going for sure…, miss you a little)!.

Tony Borie, Século XXI. (Tony Borie, 21st Century).

…trilha da Passarela St Joe!. (…St Joe’s Walkway trail)!.

…caminhar é uma actividade divertida, educativa e que nos coloca melhor fisicamente, desfrutando do ar livre, tal como nós fazemos quase todos os dias na trilha de St. Joe!.

(…hiking is a fun, educational activity that makes us feel better physically, enjoying the outdoors, as we do most days on the St. Joe)!.

…aqui muito próximo do local de onde vivemos, onde além de um cenário maravilhoso aninhado dentro do sistema de trilhas que se conectam às trilhas do Intracoastal Waterway, que é um canal de água salgada)!.

(…here very close to where we live, where in addition to wonderful scenery nestled within the trail system that connects to the trails of the Intracoastal Waterway, which is a saltwater channel)!.

…considerado como parte designada da “Great Florida Birding and Wildlife Trail”, que nos oferece oportunidade para ver o verdadeiro “antigo habitat da Flórida” com mais de 40 espécies de aves migratórias e pernaltas, como garças nevadas e garças azuis!.

(…considered as a designated part of the “Great Florida Birding and Wildlife Trail”, which offers us the opportunity to see the true “ancient Florida habitat” with more than 40 species of migratory and wading birds, such as snowy herons and blue herons)!.

…uf…, que maravilha!. E mais, tem estacionamento pavimentado para veículos nos seus dois terminais!. A superfície da trilha é pavimentada, tem duas pontes em madeira sobre dois pequenos riachos e a sua largura é de aproximadamente 5 a 6 pés e com muitos espaços de passagem mais amplos!. 

(…uf…, how wonderful!. What’s more, it has paved parking for vehicles at its two terminals!. The trail surface is paved, has two wooden bridges over two small streams and its width is approximately 5 to 6 feet and with many wider passage spaces)!.

…no extremo sul existem banheiros com pátio coberto e 2 mesas de piquenique, um cais para pescar ou relaxar, uma estação de manutenção de bicicletas disponível para uso 24 horas por dia, sete dias por semana e vários bancos ao longo da trilha!.

(…at the south end there are restrooms with a covered patio and 2 picnic tables, a pier for fishing or relaxing, a bicycle service station available for use 24/7 and several benches along the trail)!.

…o seu comprimento de ida e volta é de aproximadamente 3,2 milhas e é geralmente considerado um percurso fácil, levando em média à volta de 1 hora para ser concluído!. 

(…round trip length is approximately 3.2 miles and is generally considered an easy route, taking on average around 1 hour to complete)!.

…como já explicámos, é uma trilha popular para observação de pássaros, caminhadas e ciclismo de estrada, mas também podemos desfrutar de um pouco de solidão durante os horários mais calmos do dia!. 

(…its as we have already explained, it is a popular trail for bird watching, hiking and road cycling, but we can also enjoy a little solitude during the quieter hours of the day)!.

…esta trilha está aberta o ano todo e é linda para visitar a qualquer hora!.

(…this trail is open all year and is beautiful to visit anytime)!.

…a beleza serena desta trilha proporciona uma experiência única, pois os visitantes podem desfrutar do Intracoastal Waterway, com frequentes passagens de diversos barcos movidos a motor ou à vela que por aqui navegam, muitas vezes apitando ao nosso sinal!.

(…the serene beauty of this trail provides a unique experience, as visitors can enjoy the Intracoastal Waterway, with frequent passages of several motor or sailing boats that navigate here, often whistling at our signal)!.

Tony Borie Século XXI. (Tony Borie 21st Century).